Portal do Espirito

A sua referencia em Doutrina Espirita na Internet
Bem-vindo: Qui, 28/Mai/2020 21:56
Ler mensagens sem resposta | Pesquisar por tópicos ativos


Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 1449 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 78, 79, 80, 81, 82, 83, 84 ... 97  Próximo
Autor Mensagem
MensagemEnviado: Qua, 04/Nov/2009 16:20 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 14/Dez/2004 08:07
Mensagens: 2722
a) reuniao de uma sociedade secreta

_________________
Fiquem com Deus

Marcelo


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Seg, 23/Nov/2009 19:37 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 14/Dez/2004 08:07
Mensagens: 2722
Irmãos

Irmãozão fala ai qual é a resposta ?

_________________
Fiquem com Deus

Marcelo


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Seg, 30/Nov/2009 16:12 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6688
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos, um grande e fraternal abraço.
O teólog Leonardo Boff escreveu um artigo, que foi publicado no jornal O TEMPO no dia 27/11/2009.
Eis o título do artigo: "O encanto dos orixás na raiz da mais genuína brasilidade".
Agora ele cita e comenta sobre orixás na umbanda e é isso que quero saber de vocês:
Existem orixás na umbanda ou orixás só são invocados no candomblé?
Ele ainda cita que a umbanda teve início em Niterói, no Rio de Janeiro, em 1908. Quero também saber se isso é verdadeiro?

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 02/Dez/2009 08:19 
Offline

Registrado em: Sáb, 22/Nov/2008 15:53
Mensagens: 1824
Rosario, na umbanda manifestam-se Orixas tambem,que sao tambem invocados atraves dos pontos cantados.

Ha porem duas diferenças marcantes entre a umbanda e candomble, nessa area que sao:

a) As cores das vestimentas dos Orixas na Umbanda é totalmente diferente daquelas do candomble.

b) Na umbanda alguns Orixas ate "dao consultas" a assistencia, enquanto que no candomble somente exu fala pelos orixas atraves do jogo de buzios, que tambem existe na umbanda.

A umbanda moderna foi apresentada num centro espirita de niteroi sim, e dali derivou-se um ramo mais suave da mesma.
Entretanto ha ramos, ou daquele tempo ou anterior a ele, como a umbanda traçada, misto de umbanda e candomble, que creio ja existiam por aquela epoca.

Hoje voce tem: umbanda traçada, umbanda branca, umbanda esoterica, umbanda x, y, e z.

E contrapartida no nordeste existe o candomble de caboclos.
E na ilha de itaparica na bahia, sessao de eguns.

_________________
A questao nao é ver para Crer, a questao é Crer para entao ver!!!


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 03/Dez/2009 13:02 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6688
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Virgílio, um grande abraço.
Muito obriagado pela informação.
Citação:
A umbanda moderna foi apresentada num centro espirita de niteroi sim, e dali derivou-se um ramo mais suave da mesma.
Entretanto ha ramos, ou daquele tempo ou anterior a ele, como a umbanda traçada, misto de umbanda e candomble, que creio ja existiam por aquela epoca.
Pensei que o teólogo Leonardo Boff tinha dado um chute bem foram do gol. Mas sempre temos que aprender mais e mais, pois o conhecimento não tem limite ou melhor o limite do nosso conhecimento depende da nossa capacidade de aprender e de entender.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sáb, 02/Jan/2010 16:48 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 14/Dez/2004 08:07
Mensagens: 2722
Irmãos

(vc tambem vamg :wink: )

Três perguntas

1-Quando mais ou menos começou este rito de oferendas no final do ano para Iemanja ?

2-E porque no final do ano ?

3-Por que nas cerimonias de final de ano aparecem tantos ciganos(entidades) entre os mediuns (fato observado por mim)

_________________
Fiquem com Deus

Marcelo


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 03/Jan/2010 09:39 
Offline

Registrado em: Sáb, 22/Nov/2008 15:53
Mensagens: 1824
Marcelao, é bom responder perguntas sobre a umbanda, um assunto de que realmente gosto muito de comentar.

a) Para mim desde sempre.
A visita a calunga grande ( o mar) 1 vez no ano, e no mes de dezembro, é uma das 3 obrigaçoes fora do centro, que os terreiros de umbanda fazem.
Os terreiros mais serios vao a praias mais desconhecidas, longe de turistas e curiosos,porem o dia 31-12 nao é obrigatorio, os centros de umbanda podem escolher 1 dia durante o mes de dezembro todo, ja que nossa senhora tambem é homenageada no dia 8-12, e e sincretizada em Iemanja.
Os terreiros que vao a praias famosas ou com festas de reveillon no dia 31-12, isto é com aglomerçoes de pessoas, estao ali mais por vaidade de pais ou mae de Santo, que gostam de aparecer.
Quanto a quantidade de ciganos nesses terreiros, veja que quase todo mundo que esta nas praias festeiras ou famosas quer saber o futuro no ano novo, dai tantos ciganos aparecerem para ler a sorte.
Se sao verdadeiras entidades ou se sao animismos de mediuns, se pedem "salva " para o anjo da guarda do medium, pela leitura de maos, se nao pedem, aih ja nao sei te dizer.

Interessante,e isso notado por mim, é que nos terreiros que vao a praias desconhecidas e mais remotas nao ha ciganos, ou se houver é uma ou outra entidade, que trabalha durante o ano todo com um ou outro medium, e nao esta la para ler sorte de ninguem
Afinal voce deve considerar que ciganos, boaideiros, marinheiros, sao linhas auxiliares da umbanda.

b) Todo mundo fala muito dos terreiros no final do ano, mas se esquece que existem outras duas obrigaçoes que todo terreiro que se preza deve fazer durante o ano:
1- Passar um dia na macaia (mata, bosque, floresta).Geralmente feito no mes de maio a julho.
2- Visitar a calunga pequena (cemiterio )levando oferendas para o pessoal de la, geralmente isso é feito no dia dia de Exu, 13 de junho.

Para encerrar,anote que todos os mediuns nessas obrigaçoes recebem todas as entidades da sua "coroa", indo desde o pai e mae de cabeça ate a mais humilde delas.

_________________
A questao nao é ver para Crer, a questao é Crer para entao ver!!!


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 07/Jan/2010 18:21 
Offline

Registrado em: Ter, 21/Dez/2004 16:04
Mensagens: 35
Olá amigos
Apesar de há tempos não postar estou acompanhando as excelentes postagens e aprendendo com cada um de nossos amigos...Quero esclarecer algo em relação aos Orixas.

Na Africa, em tempos passados e até atualmente em algumas tribos, o sistema que reinava era o feudalismo, onde havia o Senhor Feudal que não só era dono da Terra, como também era dono dos bens materiais e também das pessoas que viviam em seu Feudo. Este senhor era considerado por seus comandados como um Deus já que inclusive tinha poder sobre a vida daquele povo. Dessa forma existiu o Senhor Feudal Ogum, o Senhor Feudal Xangô e assim por diante....Quando das situações onde haviam trabalhos espirituais, o Senhor Feudal incorporava um espirito seu Ancestral que podia ter sido seu Pai, se Avô, Bisavô. ou que se identificava com tal. Esses espiritos que também foram senhores feudais e também considerados Deuses, eram chamados de Orixa, nada mais que um espirito ancestral do Senhor Feudal,e aquele que incorporava o Orixá era chamado de Babalorixá.
Dessa forma o conceito de Orixá em sua verdadeira concepção chegou deturpada no Candomblé e na Umbanda, mas se formos levar ao pé da letra e sabendo que todos nós temos relação cármica com nossos guias espirituais, porque não podemos incorporar espiritos ancestrais ou como no conceito Africano um Orixá.

Abraços

LUz


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 08/Jan/2010 08:49 
Offline

Registrado em: Sáb, 22/Nov/2008 15:53
Mensagens: 1824
Luz, apareça mais vezes.

Voce esta certissimo, varias culturas africanas, asiaticas, fazem a invocaçao de seus ancestrais (na Africa chamados orixas, que significa o Senhor da Cabeça).

Ainda bem que no Brasil, o conceito de ancestral saiu, e entrou o de uma entidade elevada que acompanha a vida de seu protegido desde o nascimento ate a morte, sem ter nada de ancestralidade com o mesmo.

Prefiro que seja dessa maneira ao inves do culto dos ancestrai africanos.

_________________
A questao nao é ver para Crer, a questao é Crer para entao ver!!!


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 14/Jan/2010 18:40 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 21/Dez/2004 09:53
Mensagens: 699
Localização: Rio de Janeiro

Quero fazer um comentário. No centro onde trabalho, que considero de muita seriedade, não há visitas a esses locais. Um dos motivos é porque os chefes já estão um pouco cansados e com idade avançada. Outro é porque eles dizem que não querem e não precisam aparecer. Fazem todas as oferendas no próprio terreiro que é dentro de uma mata. Quando têm que despachar na cachoeira, despacham em uma próxima ao terreiro, quando na praia, despacham próximo do terreiro, e assim por diante. Mas não fazem isso com muito costume. Parece-me que os pretos velhos que lá trabalham não estão mais tão apegados a esses rituais, embora digam que sejam importantes. Dizem apenas que há maneiras e maneiras de se trabalhar.

Outra coisa é quanto a leitura de sorte. Vovó Cambinda, dia desses, disse que nós não temos esse direito e isso é muito perigoso. Eu concordo plenamente com ela. As entidades com as quais trabalho não o fazem e não aceitam quando alguém vem pedindo coisas sobre o futuro. Graças a Deus.

_________________
"Aquele que encontrou Jesus já começou o processo de libertação interior e de desobsessão natural" (Eurípedes Barsanulfo)


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 15/Jan/2010 08:21 
Offline

Registrado em: Sáb, 22/Nov/2008 15:53
Mensagens: 1824
Rico, tudo que posso te dizer é:

Cada pai de santo ou mae de santo imprime ao terreiro a diretriz que acha melhor, estando dentro dos preceitos gerais da umbanda e tendo a concordancia do guia chefe do terreiro.

Se os seus nao querem fazer essas obrigaçoes porque ja tem à porta boa parte das condiçoes para essas obrigaçoes anuais, so fica faltando o cemiterio e o mar ( que alias, diga-se de passagem, nao é muito popular).
Quanto ao nao querer aparecer eles nao estao sozinhos nisso, como eu citei que a maioria dos terreiros nao vai para copacabana para turista ver.

Nem o seu terreiro se torna mais certo que os outros por nao faze-las, nem os outros terreiros se tornam mais certos que o seu por faze-las.

Quanto a advinhaçao quer pelas entidades quer pelo pai de santo, no jogo dos buzios, abaixo dos trabalhos que as entidades desenvolvem no astral em favor de seus consulentes, vem a advinhaçao seria.

O seu pai ou mae de santo nao jogam buzios para clientes???
Essa é uma fonte de renda para as despesas do centro.

Por favor nao confunda com aqueles que anunciam em jornais trabalhos de amarraçao, desamarraçao, empregos, etc,etc. esses sao vigaristas.

Eu creio que eles tem todo o direito de nao querer advinhaçoes, mas nao podem de maneira alguma criticar outros terreiros que as fazem.

Esse, alias, é um dos males da umbanda,e que eu ja senti no meu tempo nela, ha um ciume entre pais de santos, que faz de cada terreiro uma ilha, com usos e costumes proprios.

Nao ha intercambio entre os centros, pois cada dirigente acha que sabe mais que o outro.
E por isso que os neo- pentecostais estao arrebanhando umbandistas a torto e a direito.

Qual a idade media do pessoal do seu centro???
E quais as idades do pai e mae de santo ??

_________________
A questao nao é ver para Crer, a questao é Crer para entao ver!!!


Editado pela última vez por vamg em Sex, 15/Jan/2010 11:10, em um total de 1 vez.

Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 15/Jan/2010 11:08 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 21/Dez/2004 09:53
Mensagens: 699
Localização: Rio de Janeiro

Vamg, os chefes do terreiro são um casal. Um senhor e uma senhora. O senhor está lá trabalhando há mais de 50 anos, mas o terreiro já existia antes com o pai dele que trabalhou por longos anos. Eles não concordam de jeito nenhum com cobrança. Os búzios são usados, sim, embora não por todas as entidades. As que usam só se utilizam dele em caso extremo quando a pessoa está em apuros ou necessitando muito por algum motivo. Nós médiuns ajudamos o terreiro todo mês. Há uma caixa de contribuição do lado de fora, onde fica a assistência.

As entidades do terreiro dizem não gostar muito de falar sobre o futuro. Às vezes falam, mas isso parte delas. Elas não gostam quando os consulentes vêm a elas com questionamentos sobre o futuro. E isso ocorre demais em Umbanda. Exemplos: "Esse meu namorado vai me largar por outra? Ele vai se casar comigo? Fulano de tal que tá me devendo vai me pagar? Eu vou viajar ano que vem pra lugar tal pra conseguir um emprego melhor?" Algumas entidades respondem com mais calma a esse questionamento, outras já se mostram menos calmas, mas todas demonstram em suas frases que não é do feitio da Umbanda ficar adivinhando futuro.

Elas falam muito sobre o livre arbítrio e que o respeitam e que toda entidade de umbanda que trabalha na caridade deve também respeitar.

Uma coisa muito rara de acontecer no terreiro onde trabalho é ver as pessoas falarem mal de outros terreiros. Os chefes dizem apenas que cada terreiro é um terreiro e não comentam mais nada. Eles evitam muito criticaro outros terreiros.

Há lá pessoas com mais de 50 e com menos de 50. Muitos já passaram por lá também.

_________________
"Aquele que encontrou Jesus já começou o processo de libertação interior e de desobsessão natural" (Eurípedes Barsanulfo)


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 15/Jan/2010 17:19 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6688
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Virgílio, um grande e fraternal abraço.
Citação:
Esse, alias, é um dos males da umbanda,e que eu ja senti no meu tempo nela, ha um ciume entre pais de santos, que faz de cada terreiro uma ilha, com usos e costumes proprios.

Nao ha intercambio entre os centros, pois cada dirigente acha que sabe mais que o outro.
E por isso que os neo- pentecostais estao arrebanhando umbandistas a torto e a direito.
Cada vez mais vou aprendendo com todos vocês aqui e isso é sempre muito bom.
Numa certa vez (por volta de 1985) ouvi uma frase mais ou menos assim: "Quando médiuns de centros diferentes se reunem para um mesmo trabalho, existe a interferência de linhas e muitas vezes uma certa linha pode prejudicar a outra e ou os trabalhos podem serem prejudicados por isso.
Você deixou muito claro o assunto aqui, pois existe ciúmes entre os pais de santos e não há intercâmbio entre os centros.
E também como muitos líderes das igrejas dos neo-pentecostais vieram de centros de umbanda ou até mesmo do candomblé, então eles julgam que tudo lá estavam errado, pois passaram a ser "fiéis e cegos seguidores da frase: CRER EM JESUS COMO O ÚNICO SALVADOR". E usando o conhecimento anterior da mediunidade arrebanham muitas ovelhas, que ignoram quase tudo sobre mediunismo ou mediunidade.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sáb, 23/Jan/2010 14:33 
Offline

Registrado em: Sáb, 22/Nov/2008 15:53
Mensagens: 1824
Perguntas:

O que é uma quizila de santo???

O que acontece a uma mulher que tiver um exu de frente???

O que acontece com um homem que tenha uma pomba-gira de frente???

Por que todo homem tem na coroa uma pomba-gira,nao de frente, e toda mulher tem na coroa um exu, tambem nao de frente???

O que é ou foi, o chamado tapete de Oxala e para que servia???

Como se deve entrar e sair de um cemiterio???

Quando ha dispensa desse ritual ??

Em que sepultura fica a chefia dos exus guardiaes do cemiterio. e qual o nome do Exu-Chefe???

_________________
A questao nao é ver para Crer, a questao é Crer para entao ver!!!


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sáb, 23/Jan/2010 17:14 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6688
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Virgílio, um grande abraço.
Quero ver todas as respostas que você fez e estou de plantão.
Citação:
Em que sepultura fica a chefia dos exus guardiaes do cemiterio. e qual o nome do Exu-Chefe???
Agora apenas vou dar a minha opinião sobre o Exu-Chefe, pois aprendi isso nas minhas vivências e experiências mediúnicas.
Cada médium tem o seu Exu-Chefe, não existe um Exu, que comanda todos os outros.
Existe até um caso muito interessante, que vivi e aprendi sobre esse assunto.
Já o escrevi para um presidente de Centro Espírita, que conheci em 1984 como médium e voltamos a encontrar em 2002, quando ele já era o presidente do Centro Espírita Irmão Gubio.
O texto está nesse endereço: "Valdete, Irene Zelak":
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=117400#p117400
Citação:
Logo que falei do encontro com o Tentador de Jesus, ela me perguntou se já tinha escrito algo sobre o acontecimento, pois contou-me que estudava o assunto e que tinha um caso com o mesmo espírito. Respondi que sim e pedi a ela para me contar o que ela sabia. Tinha e tenho absoluta certeza que não se trata do mesmo espírito, mas precisava ouvi-la para entender bem o caso e compreender melhor sobre tudo e de tudo.
Ela contou um caso muito bom para o meu aprendizado e preparação para a minha missão.
Ela disse-me o seguinte: “Uma cliente minha, em Curitiba, que é uma paranormal, sumiu do meu consultório por uns 6 meses. Quando voltou contou-me que tinha roubado o espírito Maioral de um Centro Espírita. Aqui eu não agüentei e fiz o seguinte comentário:
- “Roubou o espírito! Esta para mim é nova e é um grande absurdo”.
- “É isto mesmo. Pois ela foi a um Centro Espírita e depois de conversar muito com o Maioral do Centro, que é o próprio Lúcifer, combinou com ele atos de intimidade física. Ela teve relações sexuais com o espírito”. Explicou-me com mais clareza a Sra. Irene Zelak.
- “Nossa Senhora, complicou tudo!”. Voltei a interrompê-la com a minha observação de espanto.
- “Não, pois no caso dela foi muito bom e resolveu o problema dela”. Justificou a Irene.
- “Não, complicou tudo e foi um grande erro”. Voltei a dizer para a Irene.
- “Deixa eu acabar de contar e não me interrompa mais. A minha cliente foi algumas vezes a um Centro e quando houve a combinação de partirem para o sexo, ela perguntou ao espírito como iriam fazer se o médium não concordasse com a decisão entre ela e ele. Era necessário usarem o corpo do médium. Aí o espírito disse para ela, que o médium era o cavalo dele e cavalo tem que obedecer ao cavaleiro. Caso o médium não concordasse, ele o colocaria como uma estátua até falar o tão esperado “sim” para eles dois. Isto aconteceu, como o médium não concordou com a combinação entre ela e o Maioral, então este o colocou como estátua, mas sem estar incorporado, até que dizesse o “sim” e o médium entregou os pontos. A partir daí o médium foi para a casa dela e lá aconteceram as baixas e negativas sessões mediúnicas, nas quais rolou muito sexo entre ela e o espírito Maioral do Centro. Por isso disse que ela roubou o espírito do Centro”.
Nesta altura chegamos em frente a casa do Chaves e já com o carro parado disse:
- “Não posso concordar com você, Irene, foi um grande erro sim”.
- “Não. Neste caso resolveu o problema dela, pois só com sexo poderia resolver o grave problema dela”. Justificou a Irene.
- “Não, isso nunca pôde, pode e poderá ser considerado como correto, sempre foi, é e será um grande erro”.
- “Não, mas existe também o sexo divino”. Tentou explicar a Irene.
- “Isso nunca é sexo divino, mas foi uma baixaria da sua cliente e do espírito. Coitado do médium”.
- “Existe sexo divino sim! Está na Bíblia. Veja o caso de Jacó!”. Voltou a justificar a Irene.
Nesta altura, só de ouvir o nome de Jacó, o 3º Patriarca Bíblico, que foi enganado pelo pai de sua amada Raquel e depois, por circunstâncias estranhas, ele teve filhos também com as duas escravas de suas mulheres como se os filhos fossem delas, interrompi a Irene. Já estava sentindo fortíssimas presenças espirituais, incluindo o próprio Patriarca Jacó, mas não permiti a passividade de nenhum espírito, mesmo sendo influenciado por eles com muita energia e força, disse para ela:
- “Traição nunca é sexo divino. O Jacó foi traído pelo próprio pai da mulher amada, após trabalhar 7 anos para tê-la como esposa e na noite de núpcias o pai colocou junto dele a Lia, a irmã mais velha de Raquel. Traição é sempre traição. Aqueles acontecimentos de traição e adultério complicaram a vida do Jacó por muitos e muitos séculos, só hoje no século XX é que o Jacó conseguiu finalmente solucionar aqueles graves problemas”.
Após o nosso atrito de idéias e energias, o anel da Irene rebentou. Isso o Chaves me contou depois.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Editado pela última vez por Rosário em Dom, 13/Mai/2018 21:37, em um total de 1 vez.

Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 1449 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 78, 79, 80, 81, 82, 83, 84 ... 97  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB