Portal do Espirito

A sua referencia em Doutrina Espirita na Internet
Bem-vindo: Ter, 18/Set/2018 10:57
Ler mensagens sem resposta | Pesquisar por tópicos ativos


Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 14 mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: Seg, 21/Fev/2011 16:37 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 14/Dez/2004 08:07
Mensagens: 2675
Irmãos

Como eu recebi, sem tirar nem por
________

(OBSERVAÇÃO: o texto é longo, mas vale a pena ler cada palavra,
procurando sentir a importância da mensagem.)


RECOMENDO A LEITURA DO LIVRO !!!!


Trecho do livro Transição Planetária, de Manuel Philomeno de Miranda, psicografado por Divaldo P. Franco.

Antes das 20h, conforme os relógios terrestres, a sala se encontrava repleta.
(...) Recebêramos vagas informações a respeito do nobre Órion, que viria da constelação do Touro, particularmente de uma das Plêiades, a fim de apresentar-nos considerações relevantes a respeito do momentoso projeto de reencarnações em massa, conforme vinha acontecendo no amado planeta, desde a metade do século passado, e ora se intensificaria.
(...) A seguir, solicitou ao Espírito Ivon Costa, abnegado divulgador do Espiritismo durante a primeira metade do século passado, no Brasil, que proferisse a prece inicial.
Observei que num dos lados da mesa, a distancia regular, duas entidades femininas com longas vestes vaporosas e alvinitentes sentaram-se ao lado de um tubo formado por tênue claridade que descia do teto...
O amigo citado, visivelmente inspirado, com uma voz melodiosa como uma flauta habilmente tocada, pôs-se em prece que acompanhamos em silêncio:

Jesus, Benfeitor nosso!
Enquanto o planeta amado estertora no seu processo de aprimoramento evolutivo, padecendo rudes provas e expiações, arrebatando os seus habitantes em direção a sofrimentos inenarráveis, aqueles que aqui estamos reunidos e Te amamos, suplicamos misericórdia, em face da inferioridade moral que predomina em nossa natureza espiritual.
Desde há milênios que a todos nos convocas para a construção do reino espiritual nas mentes e nos corações, sem que hajamos atendido corretamente ao Teu chamado.

... Nas culturas e civilizações antigas, desde o período dos sumérios, alguns de nós demo-nos conta do alto significado da existência terrena, deixando-nos, porém, anestesias pelos vapores da matéria enganosa...
Mais tarde, na Pérsia e em Nínive, tomamos conhecimento da Verdade e dos seus mistérios, para logo os abandonarmos, seguindo as turbas guerreiras de Dario ou de Salmanasar, conquistando terras e disseminando a morte.
A nossa foi, então, a sementeira de sangue, de orfandade, de viuvez, de ódio, e a colheita foram as dores acerbas e sem nome na Babilônia e no Egito, que nos fascinaram com seus templos faustosos, arrastando-nos depois para as derrotas sangrentas com Astiages e o assassinato de Akenaton...
Transitamos pelos montes do Tibet e pelas planuras da Índia, repetindo as lições do Mahabarata que nos emocionavam, sem que conseguíssemos alterar a belicosidade infeliz que nos assinalava...
A China veneranda com Fo-Hi e os seus filósofos ensinou-nos sabedoria, entretanto não nos arrefeceu a sede alucinada de poder sobre a Mandchúria e os povos vizinhos, que também a destroçaram várias vezes com seus carros de destruição...
Atravessamos o deserto com Moisés, como o faríamos depois com Esdra, por nobreza de Ciro para reconstruir o templo e reerguer Jerusalém, e atacamos os filisteus e outros povos, semeando o terror, malsinando, destruindo...
Atenas encantou-nos, desde os dias de Anaxágoras, depois, com as lições de Sócrates, não impedindo, porém, que nos entregássemos, em Esparta, à hediondez e às lutas incessantes...
Acompanhamos Cipião, o africano, como o fizéramos com Alexandre Magno, o macedônio, e Aníbal, o cartaginês, embora conhecedores da filosofia em torno da imortalidade e da interferência dos deuses em nossa vida...
... E contigo, após ouvir-Te as lições de incomparável beleza, abandonamos a fidelidade e convertemos a Tua doutrina em poder de mentira, luxúria, hipocrisia e desventura...
Assim, atravessamos a noite medieval, advertidos por mártires e santos, apegados à infâmia e ao horror.
Morremos e renascemos, vezes sem conto, despertando realmente para a vida em abundância quando as claridades do Espiritismo nos arrancaram da densa treva interior, da ignorância e do abismo da loucura egotista...

Houve uma pausa comovida. Todos respirávamos ao ritmo da narração evocativa, profunda e grave.
Logo depois, prosseguiu com o mesmo timbre de voz e com a mesma emoção:

Mais de uma vez, a Tua misericórdia sacudiu a barca planetária, qual ocorreu, há pouco, através do tsunami, demonstrando a fraqueza dos engenhos humanos e suas parcas possibilidades de conhecer os desígnios de Deus, a fim de a todos despertar-nos em definitivo.
Novamente solicitaste o apoio de outros Espíritos para a grande transição que logo mais terá lugar no mundo físico.
Permite-nos, agora, que o Embaixador de outra esfera, que estamos aguardando, possa trazer-nos a Tua benção em nome do amor universal, a fim de que, realmente conscientes, consigamos servir-Te com discernimento e abnegação.
Aqui estamos, genuflexos e expectantes, a Teu serviço, de coração e mente abertos à verdade.

Misericórdia, Senhor!

Quando silenciou, completara-se a materialização do visitante especial no tubo de luz, graças à contribuição das médiuns que lhe ofereceram a substância própria para o acontecimento.
Era de estatura um pouco mais alta que o terrícola padrão. Os olhos pareciam duas estrelas fulgurantes no céu da face gentil. Os movimentos corporais faziam-se harmônicos, quando saiu do lugar onde se condensara...
(...) O nobre espírito agradeceu com um sorriso jovial e iniciou a sua exposição:

“– Veneráveis administradores, almas irmãs nossas de todas as dimensões:
– Saudamo-vos a todos em nome do Senhor do Universo.
– Representando a formosa esfera de amor que se encontra instalada numa das Plêiades, envolta em vibrações especiais constituídas de fótons que formam uma luminosidade em tons azuis, aqui estamos, atendendo à invitação do Sublime Governador do planeta terrestre.
“Embora sem condições de falar em nome dos nossos Guias espirituais, trago o compromisso de contribuir convosco no programa de elevação da Humanidade através da reencarnação de servidores do Bem, adrede preparados para o mister sublime
“Esta não é a primeira vez que o mundo terreno recebe viajores de outras moradas, atendendo à solicitação de Jesus-Cristo, qual aconteceu no passado, no momento da grande transição das formas, quando modeladores do vaso orgânico mergulharam na densa massa física fixando os caracteres que hoje definem os seus habitantes... Da constelação do Cocheiro vieram aqueles nobres embaixadores da luz que contribuíram para a construção da humanidade atual, inclusive outras inteligências, todavia, não moralizadas, que após concluídos alguns estágios evolutivos retornaram, felizes, aos lares queridos...
“Em outras oportunidades, luminares da Verdade submergiram nas sombras do mundo terrestre, a fim de apresentarem as suas conquistas e realizações edificantes, auxiliando os seus habitantes a crescer em tecnologia, ciência, filosofia, religião, política, ética e moral... Nada obstante, o desenvolvimento mais amplo ocorreu na área da inteligência e não do sentimento, assim explicando o atual estágio de evolução em que se encontram, rico de conhecimentos e pobre de edificações espirituais...
“Periodicamente, por sua vez, o planeta experimenta mudanças climáticas, sísmicas em geral, com profundas alterações em sua massa imensa, ou sofre impacto de meteoros que lhe alteram a estrutura, tornando-o mais belo e harmônico, embora as destruições que, na ocasião, ocorrem, tendo sempre em vista o progresso, assim obedecendo à planificação superior com o objetivo de alcançar o seu alto nível de mundo de regeneração
Concomitantemente, a fim de poderem viajar na grande nave terrestre que avança moralmente nas paisagens dos orbes felizes, incontáveis membros das tribos bárbaras do passado, que permaneceram detidos em regiões especiais durante alguns séculos, de maneira que não impedissem o desenvolvimento do planeta, renascem com formosas constituições orgânicas. Fruto da seleção genética natural, entretanto, assinalados pelo primitivismo em que se mantiveram.
“Apresentam-se exóticos uns, agressivos outros, buscando as origens primevas em reação inconsciente contra a sociedade progressista, tendo, porém, a santa oportunidade de refazerem conceitos, de aprimorarem sentimentos e de participarem da inevitável marcha ascensional... Expressivo número, porem, permanece em situações de agressividade e indiferença emocional, tornando-se instrumentos de provações rudes para a sociedade que desdenha. Fruem da excelente ocasião que, malbaratada, os recambiará a mundos primitivos, nos quais contribuirão com os conhecimentos de que são portadores, sofrendo, no entanto, as injunções rudes que serão defrontadas. Repete-se, de certo modo, o exílio bíblico de Lúcifer e de seus comparsas, no rumo de estâncias compatíveis com o seu nível emocional grosseiro, onde a saudade e a melancolia se lhes instalarão, estimulando-os à conquista do patrimônio de amor desperdiçado na rudeza, e então lutarão com afã para a conquista do bem.
“Ei-los, em diversos períodos da cultura terrestre, desfrutando de chances luminosas, mas raramente aproveitadas, cuja densidade vibratória já não lhes permite, por enquanto, o renascimento em o novo mundo de regeneração.”

O emissário silenciou suavemente e repassou os olhos luminosos pelo imenso auditório mergulhado em quietude e reflexão, absorvendo-lhe cada palavra, logo prosseguindo:

“As moradas do Pai são em número infinito, mantendo, como é compreensível, intercambio de membros, de modo a ser preservada a fraternidade sublime, porquanto, aqueles mais bem aquinhoados devem contribuir em benefício dos menos enriquecidos de momento. A sublime lei de permutas funciona em intercâmbio de elevado conteúdo espiritual.
“Da mesma forma que, da nossa Esfera, descerão ao planeta terrestre, como já vem sucedendo, milhões de Espíritos enobrecidos para o enfrentamento inevitável entre o amor abnegado e a violência destrutiva, dando lugar a embates caracterizados pela misericórdia e pela compaixão, outros missionários da educação e da solidariedade, que muito se empenharam em promovê-las, em existências pregressas, estarão também de retorno, contribuindo para a construção da nova mentalidade desde o berço, assim facilitando as alterações que já estão ocorrendo, e sucederão com maior celeridade...
“Nesse sentido, o psiquismo terrestre e a genética humana encontram-se em condições de receber novos hóspedes que participarão do ágape iluminativo, conforme o egrégio Codificador do Espiritismo referiu-se em sua obra magistral A Gênese, constituída por todos aqueles que se afeiçoem à verdade e se esforcem por edificar-se, laborando em favor do próximo e da sociedade como um todo.
“Desse modo, qual ocorre em outros Orbes, chega o momento em que a Mãe-Terra também ascenderá na escala dos mundos, conduzindo os seus filhos e aguardando o retorno daqueles que estarão na retaguarda por algum tempo, porquanto o inefável amor de Deus a ninguém deixa de amparar, ensejando-lhes oportunidades de refazimento e de evolução.
“Nesse inevitável esforço, estaremos todos empenhados, experienciando a vivencia do amor em todas as suas expressões, formando um contingente harmonioso e encantador.
“Ninguém que se possa eximir desse dever que nos pertence a todos, individual e coletivamente, porquanto o Reino dos Céus está dentro de nós e é necessário ampliar-lhe as fronteiras para o exterior, dando lugar ao Paraíso anelado que, no entanto, jamais será dentro dos limites territoriais da organização física.
“A realidade que somos, Espíritos imortais em essência, tem a sua origem e permanência fora das limitações materiais de qualquer mundo físico, que poderia não existir, sem qualquer prejuízo para o processo da evolução. Nada obstante, quando o Criador estabeleceu a necessidade do desenvolvimento nas organizações fisiológicas, à semelhança da semente que necessita dos fatores mesológicos para libertar a vida que nela jaz, razões ponderosas existem para que assim aconteça, facultando-nos percorrer os degraus que nos levam ao Infinito...”

Novamente fez uma pausa em a narrativa, ensejando-nos reflexionar e introjetar as informações, de certo modo, algumas conhecidas e outras em primeiro plano, enquanto vibravam peculiares ondas de paz e de alegria.
Olhando, em volta, notamos os semblantes docemente envoltos em discreta claridade decorrente da alegria que exteriorizavam, da esperança de também poderem contribuir em favor da Era Nova.
Continuando com a mesma tonalidade musical, esclareceu:

– Qual seria, então, a razão por que deveriam vir espíritos de outro Orbe, para o processo de moralização do planeta? Primeiro, porque, não tendo vínculos anteriores como defluentes de existências perturbadoras, não enfrentariam impedimentos interiores para os processos de doação, para os reencontros dolorosos com aqueles que permanecem comprometidos com o mal, que têm interesse em manter o atraso moral das comunidades, a fim de explorá-las psiquicamente em perversos fenômenos de vampirização, de obsessão individual e coletiva... Estrangeiros em terras preparadas para a construção do progresso, fazem-no por amor, convocados para oferecer os seus valores adquiridos em outros planos, facilitando o acesso ao desenvolvimento daqueles que são os nacionais anelantes por felicidade.
Segundo, porque mais adiantados moralmente uns, podem contribuir com exemplos edificantes capazes de silenciar as forças da perversidade e obstaculá-las com as forças inexcedíveis do sacrifício pessoal, desde que, as suas não são as aspirações imediatas e interesseiras do mundo das formas. Enquanto outros estarão vivenciando uma forma de exílio temporário, por serem desenvolvidos intelectualmente, mas ainda necessitados da vivência do amor, e em contato direto com os menos evoluídos, sentirão a necessidade do afeto e do carinho, aprendendo, por sua vez, o milagroso fenômeno da solidariedade. Tudo se resume, portanto, no dar, que é receber e no receber, que convida ao doar.
“A fim de que o programa seja executado, neste mesmo momento, em diferentes comunidades espirituais próximas à Terra, irmãos nossos, procedentes de nossa Esfera, estão apresentando o programa a que nos referimos, de forma que, unidos, formemos uma só caravana de laboriosos servidores, atendendo as determinações do Governador terrestre, o Mestre por excelência.
“De todas essas comunidades seguirão grupos espirituais preparados para a disseminação do programa, comunicando-se nas instituições espíritas sérias e convocando os seus membros à divulgação das diretrizes para os novos cometimentos.
“Expositores dedicados e médiuns sinceros estarão sendo convocados a participarem de estudos e seminários preparatórios, para que seja desencadeada uma ação internacional no planeta, convidando as pessoas sérias à contribuição psíquica e moral em favor do novo período.
“As grandes transformações, embora ocorram em fases de perturbação do orbe terrestre, em face dos fenômenos climáticos, da poluição e do desrespeito à Natureza, não se darão em forma de destruição da vida, mas de mudança de comportamento moral e emocional dos indivíduos, convidados uns ao sofrimento pelas ocorrências e outros pelo discernimento em torno da evolução.
“À semelhança das ondas oceânicas a abraçarem as praias voluptuosamente, sorvendo as rendas de espumas alvas, os novos obreiros do Senhor se sucederão ininterruptamente alterando os hábitos sociais, os costumes morais, a literatura e a arte, o conhecimento em geral, ciência e tecnologia, imprimindo novos textos de beleza que despertarão o interesse mesmo daqueles que, momentaneamente, encontram-se adormecidos.
“Antes, porém, de chegar esse momento, a violência, a sensualidade, a abjeção, os escândalos, a corrupção atingirão níveis dantes jamais pensados, alcançando o fundo do poço, enquanto as enfermidades degenerativas, os transtornos bipolares de conduta, as cardiopatias, os cânceres, os vícios e os desvarios sexuais clamarão por paz, pelo retorno à ética, à moral, ao equilíbrio... Frutos das paixões das criaturas que lhes sofrerão os efeitos em forma de consumpção libertadora, lentamente surgirão os valores da saúde integral, da alegria sem jaça, da harmonia pessoal, da integração no espírito cósmico da vida.
“Como em toda batalha, momentos difíceis surgirão exigindo equilíbrio e oração fortalecedora, os lutadores estarão expostos no mundo, incompreendidos, desafiados por serem originais na conduta, por incomodarem os insensatos que, ante a impossibilidade de os igualarem, irão combatê-los, e padecendo diversas ocasiões de profunda e aparente solidão... Nunca, porém, estarão solitários, porque a solidariedade espiritual do amor estará com eles, vitalizando-os e encorajando-os ao prosseguimento.
“Todo pioneirismo testa as resistências morais daquele que se atreve a ser diferente para melhor quando a vulgaridade predomina, razão pela qual são especiais todos esses que se dedicam às experiências iluminativas e libertadoras. Nunca, porém, deverão recear, porque o Espírito do Senhor os animará, concedendo-lhes desconhecida alegria de viver, mesmo quando, aparentemente, haja uma conspiração contra os seus superiores propósitos.
“O modelo a seguir permanece Jesus, e a nova onda de amor trará de retorno o apostolado, os dias inesquecíveis das perseguições e do martirológio que, na atualidade, terá características diversas, já que não se podem matar impunemente os corpos como no passado... Isso não implica que não se assaquem acusações vergonhosas e se promovam campanhas desmoralizadoras conta eles, a fim de dificultar-lhes o empreendimento superior. Assim mesmo, deverão avançar, joviais e estóicos, cantando os hinos da liberdade e da fé raciocinada que dignificam o ser humano e o promovem ao cenário interior.
“Trata-se, portanto, de um movimento que modificará o planeta para melhor, a fim de auxiliá-lo a alcançar o patamar que lhe está reservado.
“Quem não se entrega à luta, ao movimento, candidata-se ao insulamento, à morte...
“Assim sendo, sob o comando do Cancioneiro das bem-aventuranças, sigamos todos empenhados na lídima fraternidade, oferecendo-nos em holocausto de amor à verdade, certos do êxito que nos está destinado.
“Louvando, portanto, Aquele que nos convidou, misericórdia solicitamos.”

Quando terminou a eloquente explanação apresentava lágrimas nos olhos que não se atreviam a romper-lhes as comportas...
O governador geral da nossa comunidade acercou-se-lhe e o abraçou carinhosamente, qual desejávamos todos fazer.
(...) Ato contínuo, conduzido pelo nosso administrador, o emissário retornou ao tubo de luz e diluiu-se delicadamente.

_________________
Fiquem com Deus

Marcelo


Compartilhar no Facebook
Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 25/Fev/2011 09:02 
Offline

Registrado em: Sáb, 22/Nov/2008 15:53
Mensagens: 1824
Marcelo, eu teria editado o texto antes de posta-lo, aqui, para evitar que saisse uma afirmaçao desse tipo:

"Mais de uma vez, a Tua misericórdia sacudiu a barca planetária, qual ocorreu, há pouco, através do tsunami..."

Ora foram 250.000 mil mortos, pessoas como nos, e por mais que tenha pensado nao consigo ver onde esta a tal de misericordia que o autor espiritual fala.


No mais, e inegavel que a mensagem é muito boa, pois ja passou da hora desse da humanidade desse planeta parar de brincar com coisas serias.

_________________
A questao nao é ver para Crer, a questao é Crer para entao ver!!!


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 22/Mar/2011 00:57 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 22/Mar/2011 00:32
Mensagens: 6
Localização: São Paulo
vamg escreveu:
Marcelo, eu teria editado o texto antes de posta-lo, aqui, para evitar que saisse uma afirmaçao desse tipo:

"Mais de uma vez, a Tua misericórdia sacudiu a barca planetária, qual ocorreu, há pouco, através do tsunami..."

Ora foram 250.000 mil mortos, pessoas como nos, e por mais que tenha pensado nao consigo ver onde esta a tal de misericordia que o autor espiritual fala.


No mais, e inegavel que a mensagem é muito boa, pois ja passou da hora desse da humanidade desse planeta parar de brincar com coisas serias.


A multiplicidade das causas de destruição constitui sinal característico dos tempos, visto que elas apressarão a eclosão dos novos germens. São as folhas que caem no outono e às quais sucedem outras folhas cheias de vida.
Para aquele, porém, que sabe que a morte unicamente destrói o envoltório, tais flagelos não acarretam as mesmas consequências e não lhe causam o mínimo pavor; ele lhes compreende o objetivo e não ignora que os homens não perdem mais por morrerem juntos, do que por morrerem isolados, dado que, duma forma ou doutra, a isso hão de todos sempre chegar.


fonte: A Gênese de Allan Kardec


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 22/Mar/2011 12:38 
Offline

Registrado em: Sáb, 05/Fev/2005 20:01
Mensagens: 590
Localização: Cabo Frio - RJ
Olá a todos,

Este extraordinário tubo luminoso que comunica os comuns com as coisas mais íntimas e recôncitas não seria, por acaso, um colonoscópio?

É, até os melhores médiuns têm prazo de validade..cumprido esse deviam ser reciclados....

Lucídio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Título: Canc
MensagemEnviado: Ter, 22/Mar/2011 14:34 
Offline

Registrado em: Sáb, 22/Nov/2008 15:53
Mensagens: 1824
Uma das coisas com que implico nos livros espiritas seja quem for o autor, sao os rapa-pes, irmao pra ca, irma pra-la, para qualquer açao assemelham-se ao RR Soares, nomeando Jesus a toda hora, seja para dar uma chegadinha no umbral, outra na terra.

Credo, sera que a simples urbanidade nao da conta do relacionamento entre os espiritos, e por isso tem que apelar para Jesus a todo momento e para qualquer coisa.

Chamar Jesus de "Cancioneiro das Bens Aventuranças" ??
Nao precisa ser tao puxa!!!

E o que eu digo, os caras deviam fazer um curso antes de escrever livros psicografados, tao muito chatos.

Um dia espero que a comunicaçao seja por aparelhos, o espirito fala no astral nos ouvimos aqui, sem interferencia de ninguem.

Concordo com o Lucidio, medium devia ser reciclado apos uma certa idade, para nao ficar tao açurado.

_________________
A questao nao é ver para Crer, a questao é Crer para entao ver!!!


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Título: Re: Canc
MensagemEnviado: Qua, 23/Mar/2011 13:13 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 22/Mar/2011 00:32
Mensagens: 6
Localização: São Paulo
vamg escreveu:
Uma das coisas com que implico nos livros espiritas seja quem for o autor, sao os rapa-pes, irmao pra ca, irma pra-la, para qualquer açao assemelham-se ao RR Soares, nomeando Jesus a toda hora, seja para dar uma chegadinha no umbral, outra na terra.

Credo, sera que a simples urbanidade nao da conta do relacionamento entre os espiritos, e por isso tem que apelar para Jesus a todo momento e para qualquer coisa.

Chamar Jesus de "Cancioneiro das Bens Aventuranças" ??
Nao precisa ser tao puxa!!!

E o que eu digo, os caras deviam fazer um curso antes de escrever livros psicografados, tao muito chatos.

Um dia espero que a comunicaçao seja por aparelhos, o espirito fala no astral nos ouvimos aqui, sem interferencia de ninguem.

Concordo com o Lucidio, medium devia ser reciclado apos uma certa idade, para nao ficar tao açurado.


Vai se acostumar com o tempo, não esquenta. :P


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 23/Mar/2011 14:01 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Sex, 25/Fev/2005 23:47
Mensagens: 351
Hehe, só se for na próxima encarnação.

Será que esses autores, espirituais ou não, não percebem que esse tipo de linguagem afasta o leitor? Jesus, quando ia pregar, não usava exemplos do cotidiano das pessoas, não se esforçava para se misturar com a massa, sempre reforçando que era como eles? Esse ar erudito do espiritismo cansa mesmo...

_________________
Solamente!
Sola mente?


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 23/Mar/2011 20:03 
Offline

Registrado em: Sáb, 05/Fev/2005 20:01
Mensagens: 590
Localização: Cabo Frio - RJ
Olá a todos,

Li com mto. interesse boa parte da obra mediúnica por Divaldo.

A chamada "série Joanna de Angelis" de Psicologia Transpessoal contribuiu para abrir a cabeça das espiritada acostumada a só pensar e td esperar do Além.
Mesmo MPM teve seus bons momentos, embora sempre travado num moralismo meio rígido em questões sexuais.

O que me parece é que o veio secou e Divaldo insiste em buscar - talvez a forçar- novidades que emprestem interesse aos lançamentos.
Ia dizer que lhes desse tb utilidade, mas, se realmente se quisesse comunicar, se preocuparia em podar essas frases barrocas, esse palavrório rococó e pernóstico mais indicados no combate à insônia.

Percebo uma tendência a "requentar" revelações trazidas por André Luiz, em cópias fake, destituídas da qualidade e precisão de AL. Só empobrece o que já foi bem apresentado por este.

De tanto repetir e copiar resolvi chamar o médium - 80 aninhos com quase 70 anos de serviços relevantes prestados à DE - de Dejavildo Pereira Franco.

Divaldo está perdendo a hora certa de sair de cena, como Ronaldo Fenômeno, Adriano Imperador e outros.

Quem sabe lançamos um movimento tipo:
Divaldo, pede pra sair!

Ou:
Se aposenta Divaldo!

Em última instância:
Pára de escrever Divaldo..ah, aliás, pára tb com aquela psicofonia já oficial de Bezerra na prece de encerramento do Congresso Espírita Nacional.

Lucídio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 23/Mar/2011 21:36 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Sex, 25/Fev/2005 23:47
Mensagens: 351
Tu queres ser escomungado do movimento espírita, gajo? Comparar o Divaldo com o Ronalducho, que parece ter experiência no manejo do tal colonoscópio; ou comparar com o Adriano, manguaceiro?

Tá precisando tomar umas Evagelhadas Segundo o Espiritismo na cabeça, como nos velhos tempos, pra afastar essas más influências.

_________________
Solamente!
Sola mente?


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 24/Mar/2011 08:33 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 14/Dez/2004 08:07
Mensagens: 2675
TOMA-LHE EVANGELHO....
....TOMA-LHE EVANGELHO....
........TOMA-LHE EVANGELHO....
............TOMA-LHE EVANGELHO....
...............TOMA-LHE EVANGELHO....


.................................................LEÃO DA MONTANHA MAU........
.
:wink:

_________________
Fiquem com Deus

Marcelo


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 24/Mar/2011 13:56 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 22/Mar/2011 00:32
Mensagens: 6
Localização: São Paulo
Os espíritas daqui são bem diferentes dos que eu conheço. rsrsrs :lol:
Mas cada um tem sua opinião né?


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 24/Mar/2011 14:34 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 14/Dez/2004 08:07
Mensagens: 2675
Irmão Altieres

Seja Bemvindo.

É o que enriquece nosso fórum de debates :wink:

_________________
Fiquem com Deus

Marcelo


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 24/Mar/2011 16:43 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Sex, 25/Fev/2005 23:47
Mensagens: 351
Nós somos do lado negro da força! 8)

_________________
Solamente!
Sola mente?


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 25/Mar/2011 13:21 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: Ter, 22/Mar/2011 00:32
Mensagens: 6
Localização: São Paulo
solageral escreveu:
Nós somos do lado negro da força! 8)


Rsrsrs, :lol:
Realmente enriquece o fórum de debates. Legal


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 14 mensagens ] 

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB