Portal do Espirito

A sua referencia em Doutrina Espirita na Internet
Bem-vindo: Dom, 19/Ago/2018 20:19
Ler mensagens sem resposta | Pesquisar por tópicos ativos


Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 313 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21  Próximo
Autor Mensagem
MensagemEnviado: Dom, 23/Set/2012 20:36 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 02/09/2012, que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=19699
(Continuaçã).
Citação:
Barros. BH. (16/09/2012 – 12h07).
A bíblia diz que devemos aprender com os humildes, mas com o Rezende é difícil, porque ele é ignorante, fala do que não conhece.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (16/09/2012 - 15h17).
Barros. Na Bíblia também está escrito que muitos foram assassinados ou massacrados em nome de Deus e ou até por ordem de Deus. Em Gn 12,7 estão promessas para entregar à posteridade de Abraão as terras onde ele estava e que foram ratificadas em Gn 13,14 a 17. As mesmas promessas continuaram sendo feitas no livro de Gênesis aos três patriarcas bíblicos. No livro de Êxodo 3, 7 a 17 Moisés começou a receber as orientações para futuros massacres de muitos povos. Esses massacres estão relatados no livro de Josué, quando todos os habitantes foram passados ao fio da espada (Josué capítulos 6 a 12). Foram exterminados ao todo 33 reis e seus povos.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (16/09/2012 -14h33).
André. A opção preferencial pelos pobres é sim o objetivo principal da Doutrina Social da Igreja e para confirmar isso existem os exemplos de muitos o temos os exemplos ótimos católicos, como Irmã Dulce da Bahia, Madre Tereza de Calcutá e muitos outros. Agora confundir a Teologia da Libertação com a ideologia do marxismo ateu foi o maior erros dos teólogos da América Latina. A base da TL está sim no Evangelho, veja estes versículos: “Veio para o que era seu e os seus não o receberam” (Jo 1,11). “És mestre de Israel e ignoras essas coisas? Em verdade, em verdade, te digo: falamos do que sabemos e damos testemunho do que vimos” (Jo 3,10 e 11). “Ele, porém, lhes disse: Tenho para comer um alimento que não conheceis. Meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou e consumar a sua obra” (Jo 4,32 e 34). “Meu Pai trabalha até agora e eu também trabalho” (Jo 5,17). “O espírito é que vivifica, a carne para nada serve. As palavras que vos disse são espírito e vida” (Jo 6,63). “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (Jo 8,32). “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida” (Jo 8,12). “Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo” (Jo 9,5). “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” (Jo 10,10b). “Se, portanto, eu, o Mestre e o Senhor, vos lavei os pés, também deveis lavar-vos os pés uns aos outros. Dei-vos o exemplo para que, como eu vos fiz, também vós o façais. Dou-vos um mandamento novo: que vos ameis uns aos outros. Como eu vos amei, amai-vos também uns aos outros” (Jo 13,14, 15 e 34). “Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros como eu vos amei. Vós sois meus amigos, se praticais o que vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que seu senhor faz; mas eu vos chamo de amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu vos dei a conhecer. Isto vos mando: amai-vos uns aos outros” (Jo 15, 12, 14, 15 e 17). “Tenho ainda muito que vos dizer, mas não podeis agora suportar. Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena...” (Jo 16,12 e 13a). A Verdade não dá para ser divulgada aqui, mas eu a enviei para os membros da CNBB. Que ótimo, que agora o Papa está pregando a Paz e a harmonia entre todas as religiões, porque há alguns séculos atrás isso não era feito por Roma, pois quem não aceitasse os ensinamentos de Roma eram presos, torturados e até queimados vivos.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (16/09/2012 – 19h05).
André. Você perguntou sobre a Verdade, mas digo-lhe que aqui não dá para falar profundamente sobre a Verdade, mas já escrevi sobre a Verdade para muitos membros da CNBB. Na terceira carta que escrevi para o bispo Dom Célio eu falei de uma forma clara e lúcida sobre a Verdade, mas ele não respondeu nada e deixei passar um ano e enviei para ele uma quarta carta expondo com sinceridade a Verdade. Recebi em resposta estes escritos: “Leopoldina, 23 de fevereiro de 2001. Meu caro irmão Rosário, Paz e Bem. Recebi sua correspondência do dia 21 de janeiro. Agradeço sua atenção e amizade. Faço votos de que você possa conquistar a PAZ PLENA em seu coração sequioso das coisas de Deus e possa ter uma grande alegria de viver cada dia de sua vida, como um bom esposo, bom pai, bom amigo. Meu abraço e minha estima. Assinado”.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (17/09/2012 - 16h38).
André. Que coisa boa que você escreveu, pois se a Bíblia tem muitas contradições, então ela nunca foi a palavra de Deus. Panteísmo, panenteísmo e monismo são três ideias filosóficas semelhantes falsas sobre Deus, as três são a negação do Monoteísmo onde está sim a Verdade, pois existe um só Deus. Deus é Único (Dt 6,4) e não trino, como foi imposto pelo dogma da Santíssima Trindade. O politeísmo também apresenta um conceito errado sobre Deus, mas defende a existência de muitos deuses e não que tudo é Deus. A ideia sofista do panenteísmo foi assumida pelos teólogos católicos cristãos, quando criaram o dogma da Santíssima Trindade, o Deu Uno e Trino, que apresenta e defende que Deus é onipresente. Assim o caminho para o encontro da Verdade ficou mais complexo ainda, pois a ideia da onipresença de Deus agradou muito ao orgulho e à vaidade dos líderes religiosos, que fizerem de tudo para que a Verdade não fosse realmente compreendida e revelada, pois a Verdade será sempre ótima para todos, mas faz medo naqueles, que pensam que já conhecem a Verdade. A ideia sofista do panenteísmo, que diz que Deus está presente em tudo não poderia ser defendida por sábios verdadeiros da atualidade, pois isso só veio dificultar a compreensão e o entendimento da Verdade sobre Deus. Veja o livro: “A Vida Secreta de Deus”, do pelo rabino David Aaron, onde o panenteísmo é defendido como verdade.
(Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 23/Set/2012 20:39 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 02/09/2012, que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=19699
(Continaução e final).
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (17/09/2012 – 21h53).
André. Eu estudo a Bíblia desde 1957, quando fui para um seminário franciscano. Não foi agora que comecei a estudar a Bíblia.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (18/09/2012 – 17h39).
André. Vou voltar divulgar aqui a Apresentação do meu trabalho sobre Teologia. Caso seja do seu interesse penso que poderemos continuar este diálogo em outro local. Mas vamos lá: A Teologia nunca poderia ter recebido sobrenomes, pois isso só dificultou e dificulta a todo aquele que deseja encontrar e compreender de verdade a Verdade, que liberta (João 8,32). Agora ninguém pode negar que a Teologia, na história da humanidade, já recebeu muitos sobrenomes uns libertadores e outros bitoladores ou castradores da liberdade até de pensar. No livro: LEMBRANÇAS DA MINHA VIDA, do Joseph Ratzinger, o papa Bento XVI, consegui catalogar 24 sobrenomes para a Teologia, que são: Católica, Científica, do Concílio, Cristã, do Direito Canônico, Dogmática, Eclesiástica, da Esperança, Fundamental, da História em Boaventura, Liberal, da Libertação, Medieval, dos Mistérios, Moral, do Novo Testamento, Ortodoxa, Pastoral, do Pensamento Alemão, Política, de Rudolf Bultmann, dos Santos Padres, Sistemática e Tradicional. Alguns nomes induzem a existência de muitos outros. No livro: Teologia e Ciências da Religião, cataloguei mais 25 sobrenomes para a Teologia, sendo apenas 6 deles repetidos: Dogmática, da Esperança, Fundamental, da Libertação, Política e Sistemática, os outros 19 são: Apofática, Contemporânea, Contextual, do Diálogo Interreligioso, Existencial, da Experiência, Feminista, Hermenêutica, da História, Local, Negra, Neuroteologia, de Práxis, Psicoteologia, Pública, Religiões, da Revelação, Século XXI e Transcendental. A Teologia é o estudo sobre Deus e como Deus é Único (Uno. Dt 6,4), então a Teologia nunca poderia ter recebido sobrenomes. Eis uma grande verdade, que foi dita pelo papa Bento XVI, pois a salvação é autorredentora e não heterorredentora. Veja no item 25 da Encíclica Spe Salvi sobre a Esperança Cristã o que escreveu o papa Bento XVI: O homem não poderá jamais ser redimido simplesmente a partir de fora. Ensinamento, com o qual concordo, pois é o que está em Deuteronômio 24,16: Os pais não serão mortos em lugar dos filhos, nem os filhos em lugar dos pais. Cada um será executado por seu próprio crime e também Jeremias 31,30: Mas cada um morrerá por sua própria falta. Todo homem que tenha comido uvas verdes terá seus dentes embotados. A salvação é conquistada por meio da vivência perfeita do amor para com todos (Jo 13,34 e 35; 15,12 a 14 e 17) e da busca da Verdade (Jo 8,32 e 16,12 a 15) e do entendimento (Ap 13,18). Cada teólogo está ligado ou subordinado a algum grupo religioso e cada grupo religioso pode ser independente ou pertencer a alguma Religião constituída, como a Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR). Dificilmente será encontrado um teólogo realmente livre e que se colocou a disposição para receber revelações da Espiritualidade e até do próprio Espírito de Deus. Explicando melhor digo que os sobrenomes dados à Teologia deveriam ser entendidos como o pensamento teológico deste ou daquele teólogo, como também deste ou daquele agrupamento de pessoas e até também desta ou daquela Religião. Até hoje o melhor sobrenome que encontrei para a Teologia foi o da Libertação e agora vou lançar mais um sobrenome: Teologia da Verdade (João 8,32), que para muitos teólogos defensores da Teologia da Libertação será uma absurda heresia, pois os defensores da Teologia da Libertação não poderiam ter colocado como base da TL a opção preferencial pelos pobres (OPP). A OPP deve ser sim um dos principais objetivos da Doutrina Social da ICAR, mas sempre com o objetivo de buscar uma harmoniosa e perfeita vivência e convivência entre pobres e ricos. A Teologia da Verdade irá trabalhar em prol da grande harmonia entre todos os seres humanos, para que seja implantado no seio da humanidade o Reino de Deus, como Jesus nos ensinou a pedir na oração do Pai Nosso (Mt 6, 10). Já trabalho em torno da Verdade desde Janeiro de 1980 e em função desta minha busca e trabalho, para o qual não conquistei ainda nenhum companheiro, consegui fazer uma ponte entre Teologia e Matemática, que é uma Ciência Exata, fazendo assim uma união perfeita entre Religião e Ciência. Rosário Américo de Resende. Belo Horizonte, 29/01/2012. Eis o meu e.mail: rosariopazplena@gmail.com

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 10/Out/2012 23:26 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 30/09/2012, que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=19969
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (30/09/2012 – 12h22).
Padre Libânio. Parabéns por este artigo. Realmente todos, dentro de um regime democrático, têm liberdade de expressão, mas a minha liberdade de expressão não pode gerar anarquia, que só irá complicar a harmonia da convivência entre os membros de uma ou mais sociedades. Ninguém tem o direito de agredir princípios de crença de ninguém em público e para isso se tornam necessárias a existência de leis específicas de controle e até de proibições sobre certas publicações. As verdades devem sempre ser ditas, mas quem pode dizer que já conhece toda a Verdade. No caso da Comissão da Verdade a mesma para ser benéfica para todos terá de buscar as verdades de ambos os lados, pois atos terroristas e de desordens públicas, como assaltos a bancos e raptos de representantes de embaixadas, também não podem ficar impunes. Veja o caso específico do terrorista italiano, que recebeu total apoio de defesa do Governo Brasileiro e no último dia em que o poder estava com o Presidente Lula. Esta foi uma atitude ética? Até os Ministros do Supremo Tribunal Federal voltaram atrás, pois já tinham decidido pela extradição e depois acataram a decisão do Presidente em dar o asilo ao terrorista italiano.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (30/09/2012 -16h34).
Padre Libânio. O senhor escreveu: O problema mergulha em águas mais profundas. Falar ou comentar sobre direitos individuais e sociais é realmente algo bem complexo, pois a sociedade só existe porque existem os indivíduos, então um indivíduo vem sempre antes da sociedade. E em toda sociedade existe um sistema de hierarquia, então todos os indivíduos que pertencem a uma sociedade têm o dever de obedecer às normas e à hierarquia da mesma, como também os direitos de cada indivíduo nunca podem ser suprimidos por causa da própria sociedade. As leis existem para serem obedecidas, caso alguém discorda de alguma lei, então procure o legislador ou subir no esquema hierárquico e busque o cargo de legislador, ficando assim em condições de mudar, cancelar, ou criar novas leis. Deste jeito tudo fica legal, mas ninguém tem o direito de pegar em armas para mudar o sistema vigente de uma sociedade só porque pensa diferente da maioria da sociedade. Quem vota nos representantes da hierarquia do Estado, que fazem as leis, são os indivíduos.
Citação:
R. A. Resende. (30/09/2012 -16h39).
Paulo Ângelo do Vale. Eu nem li o livro Código da Vinci, pois no início está escrito que tudo é ficção, então sei que tudo o que está escrito ali não tem nenhuma validade histórica, mas encontrei várias pessoas, que passaram a aceitar e até a defender as ideias apresentadas no livro pelo autor.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (30/09/2012 -17h44).
Padre Libânio. Gostaria de ler aqui neste espaço comentários seus sobre o livro: "A Igreja Tem Salvação?", do teólogo Hans Küng.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (02/10/2012 -12h12).
Padre Libânio. O senhor citou a Comissão da Verdade. Realmente a Verdade sempre foi, é e será muito importante sim. Pelo que parece essa Comissão da Verdade que foi feita só tem na realidade um sentido de vingança, pois a mesma está sendo feita só para apurar erros da parte do Governo do passado. Os que estão no Governo atualmente no passado eram terroristas. Deixo aqui apenas esta pergunta: Por que o Presidente Lula só foi à reunião da CNBB no primeiro ano do Governo dele, quando tudo ainda era uma lua de mel entre o PT e a CNBB? A Verdade tem que ser perscrutado em todos os níveis e até na Religião, pois aprendemos no ensino religioso muitos princípios dogmáticos e outros bem infantis. No próprio seminário, onde estudei por nove anos, todo seminarista perguntador não servia para seguir a carreira religiosa. Por que será que isso acontece? É o medo da Verdade ou a Verdade ainda não é conhecida pelos líderes religiosos?
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (10/10/2012 – 17h22).
Comprei e li livro: “A Igreja Tem Salvação?” Do teólogo Hans Küng. Veja o que escrevi no final: “como conclusão final eu digo: Ainda falta ao Hans Küng uma importante coisa: A VERDADE. Ele e quem quiser partir em busca da VERDADE deve sim entender bem, viver bem, conviver bem com todos e conhecer a Teologia da Libertação e da Verdade. Depois de ter lido este livro e pensar a respeito de tudo o que vivi até 1980 e após Janeiro de 1980, digo que realmente a Espiritualidade dirige tudo. Todos os passos dos seres humanos são controlados, analisados ou até mesmo seguidos por espíritos. Os espíritos também estão caminhando em busca do entendimento, da sabedoria, da Verdade e da Perfeição Total. No caso do Planeta Terra existe a Espiritualidade ligada ao Planeta Terra e esta Espiritualidade é em sua maioria ainda bem atrasada no aspecto do AMOR VERDADEIRO e da VERDADE ABSOLUTA. E assim cada egrégora possui um objetivo comum e também cada espírito ainda possui objetivos individuais e bem secretos. Quando um espírito, antes de reencarnar, toma uma decisão muito importante para todos e para ser realizada no plano físico, ele então reencarna com a proteção e orientação do Espírito líder do Planeta. E quando chega a hora certa o Espírito líder do Planeta entrega a proteção, direção e orientação ao próprio Espírito de Deus. E assim pode-se dizer que quando um Espírito fala, utilizando-se dum médium: “Pai, em vossas mãos entrego o meu Espírito”; ele está entregando ao Pai o comando do processo.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 25/Out/2012 20:58 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 22/10/2012, que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=20167
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (22/10/2012 – 17h13).
A Teologia nunca poderia ter recebido sobrenomes, pois isso só dificultou e dificulta a todo aquele que deseja encontrar e compreender de verdade a Verdade, que liberta (João 8,32). Agora ninguém pode negar que a Teologia, na história da humanidade, já recebeu muitos sobrenomes e uns libertadores e outros bitoladores ou castradores da liberdade até de pensar. No livro: Lembranças da Minha Vida, do Joseph Ratzinger, o papa Bento XVI, consegui catalogar 24 sobrenomes para a Teologia. No livro: Teologia e Ciências da Religião, de diversos autores, cataloguei mais 25 sobrenomes para a Teologia, sendo apenas 6 deles repetidos. A Teologia é o estudo sobre Deus e como Deus é Único (Uno. Dt 6,4), então a Teologia nunca poderia ter recebido sobrenomes.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (23/10/2012 – 13h42).
Quanto mais eu entendo de Teologia e de Deus, mais consigo entender a posição de quem não gosta do que escrevo. A Verdade causa mais medo em quem não a conhece do que uma espada flamejante. O caminho para a árvore da vida foi guardado por querubins e a chama da espada fulgurante (Gn 3,24). Jesus já ensinou: Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará (Jo 8,32), mas muitos ainda querem ficar aprisionados ao mistério da fé, pois temem a Verdade.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (22/10/2012 – 17h20).
Deus é o Espírito Incriado e o primeiro Criador, que deu o início à criação. Deus não é o único Criador, pois não guardou o segredo de criar só para Ele, pois isso nunca seria perfeito ou divino, mas um ato bem egoísta. Deus é o Espírito (Jo 4,24) perfeito (Mt 5,48), bom (Mt 19,17; Mc 10,18 e Lc 18,19) e puro (Mt 5,8), que ama imensamente a todos. Deus é Único (Dt 6,4), Uno e não trino, como foi imposto pelo dogma da Santíssima Trindade. Deus não faz acepção de pessoas (Dt 10, 17; At 10,34 e Tg 2, 9). Deus trata a todos, maus e bons, justos e injustos de uma forma igual (Mt 5,45). O mesmo ensinamento está na parábola dos trabalhadores da vinha (Mt 20,1 a 15). Essa parábola demonstra uma grande injustiça conforme os parâmetros humanos, mas Deus com uma infinita bondade, sabedoria e perfeição, trata a todos de uma forma plenamente igual. Toda vez que lia a parábola dos trabalhadores da vinha ou ouvia explicações sobre a mesma sempre vinha à minha mente esses pensamentos: Onde estavam os trabalhadores, que só chegaram ao local para serem contratados na undécima hora? Estes seres humanos eram preguiçosos ou omissos e só foram para o local da contração na última hora, apenas para terem a desculpa de que não trabalharam porque não foram contratados! Os que trabalharam apenas uma hora receberam igual aos que trabalharam 12 horas e isso nunca foi e nem é justo! E assim digo que o termo justo não é adequado para fazer referência a Deus por causa de sua infinita bondade. Também está profetizado no Apocalipse, que no futuro, todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, irão ser tratados da mesma forma (Ap 13,16). Quem fala em mistério, referindo-se a Deus, é porque ainda não conhece a Verdade sobre Deus e se satisfaz com o mistério em torno de Deus. Deus não faz opção ou acepção de pessoas e trata a todos de uma forma plenamente igual (Mt 5,45 e 20,1 a 15).
Citação:
EDIGAR HENRIQUES DA FONSECA. PARÁ DE MINAS (23/10/2012 – 07h30).
R. A. RESENDE, bom dia amigo, Nunca vi em tão pouco tempo nesse fórum, tantas avaliações negativas pra alguns, e positivas para outros. Sei que não devemos julgar, mas, como ainda estou muito longe disso, minha opinião é que alguém gastou muito tempo votando várias vezes, ou até mesmo fazendo boca de urna. Não que eu me importo se meus comentários é positivo ou não, pois cada um tem sua opinião, e a verdade não pertence a ninguém. E todo aquele que quer impor sua opinião, na verdade quer é provar pra si mesmo que está certo, Quando tenho certeza de algo não preciso provar pra ninguém. abraço.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (23/10/2012 – 11h35).
Edigar. Realmente até eu me assustei, mas como pode ser visto, eu indiquei vários textos bíblicos, onde ma baseie para escrever sobre Deus, mas seu que existem muitas pessoas, que ainda gostam de ouvir a frase: Eis o mistério da fé. Mistério não explica nada e fé por fé não leva a lugar nenhum, veja que os homens bombas têm sim muita fé para defender a crença deles. A Verdade assusta a quem ainda pensa que já está salvo, porque ainda acredita que foi salvo pelo sangue de Jesus derramado na cruz. As portas internas para o encontro do Eu Profundo só se abrem após a aceitação das vidas sucessivas. Se a crença na vida única fosse uma verdade absoluta, então Deus não seria perfeito e nem bom, pois teria que existir sim as penas eternas, pois um estuprador não poderia ir para o mesmo lugar de quem foi estuprado.
Citação:
Pedro. BH. (22/10/2012- 22h10).
O Problema é que Jesus não existiu! Não há nenhum relato confiável, de algum historiador, de que tenha existido, apenas alguns testemunhos escrito nos evangelhos, nada mais.....e ninguém sabe o que os evangelistas quiseram transmitir, então pode se interpretar qualquer coisa.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (23/10/2012 – 11h52).
Pedro. Se Jesus não existiu, então qual foi gênio que inventou a religião católica (=universal do grego), que durante 3 séculos conseguiu conquistar o Império Romano sem armas e sem exércitos? A maioria dos primeiros seguidores de Jesus apenas agia com amor e perdão para com todos. Nestes séculos os cristãos foram sim muito perseguidos por líderes e imperadores romanos.
(Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 25/Out/2012 21:08 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 22/10/2012, que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=20167
(Continuação).
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (23/10/2012 – 11h57).
Panteísmo, panenteísmo e monismo são três ideias filosóficas semelhantes e falsas sobre Deus, as três são a negação do Monoteísmo onde está sim a Verdade, pois existe um só Deus. Deus é Único (Dt 6,4) e não trino, como foi imposto pelo dogma da Santíssima Trindade. O politeísmo também apresenta um conceito errado sobre Deus, mas defende a existência de muitos deuses e não que tudo é Deus. A ideia sofista do panenteísmo foi assumida pelos teólogos católicos cristãos, quando criaram o dogma da Santíssima Trindade, o Deu Uno e Trino, que apresenta e defende que Deus é onipresente. Assim o caminho para o encontro da Verdade ficou mais complexo ainda, pois a ideia da onipresença de Deus agradou muito ao orgulho e à vaidade dos líderes religiosos, que fizerem de tudo para que a Verdade não fosse realmente compreendida e revelada, pois a Verdade será sempre ótima para todos, mas faz medo naqueles, que pensam que já conhecem a Verdade.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (23/10/2012 – 12h04).
A ideia sofista do panenteísmo, que diz que Deus está presente em tudo não poderia ser defendida por sábios verdadeiros da atualidade, pois isso só veio dificultar a compreensão e o entendimento da Verdade sobre Deus. Veja o livro: A Vida Secreta de Deus, do rabino David Aaron, onde o panenteísmo é defendido como verdade. Como em todos os lugares podem existir espíritos, que entram em sintonia com os seres humanos e por causa desta constante presença de espíritos surgiu a ideia da onipresença e imanência de Deus. Deus é o Espírito Incriado, que não deseja ser servido, nem reverenciado e nem ser adorado. Deus deseja sim o bem e a felicidade de todos, até daqueles que não o aceitam ou negam a existência dEle. Todo espírito, que deseja ser servido, reverenciado e adorado, é um espírito ainda não evoluído e nem perfeito, mas Deus é perfeito (Mt 5,48) e por isso respeita a liberdade de todos.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (23/10/2012 - 14h59).
Marcos. Você tem toda razão, pois o Deus do cristianismo, ou melhor, dos teólogos do cristianismo, é misterioso. Os dogmas foram sendo criados para impor a vontade de quem mandava sobre aqueles que sabiam mais e assim colocava-se um ponto final nas discussões sem fim. Os sobrenomes dados à Teologia deveriam ser entendidos como o pensamento teológico deste ou daquele teólogo, como também deste ou daquele agrupamento de pessoas e até também desta ou daquela Religião. Até hoje o melhor sobrenome que encontrei para a Teologia foi o da Libertação e para expor uma nova visão da Teologia estou criando mais um sobrenome para ela: Teologia da Verdade (João 8,32), que para muitos teólogos defensores da Teologia da Libertação será uma absurda heresia, pois os defensores da TL não poderiam ter colocado como base da TL a opção preferencial pelos pobres (OPP). A OPP deve ser sim um dos principais objetivos da Doutrina Social da ICAR, mas sempre com o objetivo de buscar uma harmoniosa e perfeita vivência e convivência entre pobres e ricos. A Teologia da Verdade irá trabalhar em prol da grande harmonia entre todos os seres humanos, para que seja implantado no seio da humanidade o Reino de Deus, como Jesus nos ensinou a pedir na oração do Pai Nosso (Mt 6, 10). Por meio da Verdade e com auxílio da Matemática, que é uma Ciência Exata, será possível fazer uma união perfeita entre Religião e Ciência.
Citação:
R. A. Resende. Belo horizonte. (25/10/2012 – 09h31).
Muitos teólogos já falaram sobre Deus, mas confundiram a Deus com a aproximação de muitos outros espíritos, que foram considerados então como se fossem apenas um: o Deus Espírito Santo e assim impuseram o dogma do mistério do Deus Uno e Trino. Deus, antes de iniciar a criação, planejou tudo, respeitando plenamente a liberdade de todos, até daqueles, que iriam fazer planos contrários ao plano dEle, mas que nunca seriam completamente realizados, pois ninguém pode complicar o plano perfeito de Deus. No plano de Deus está incluso, como objetivo primordial, que todos irão ser perfeitos e puros no futuro; isto é: todos irão alcançar a salvação, então não existem as penas eternas. Veja, que após o pagamento de toda a dívida, o homem e ou o espírito fica livre (Mt 5,26 e 18,34). Deus é onisciente e onipotente, ele dirige tudo no Cosmo, mas respeita plenamente a liberdade e a vontade de todos. Deus tem sabedoria e bondade infinitas. Quando chega o momento exato Deus aproxima e liberta um SER HUMANO de tudo o que o prende e bitola a sua liberdade plena e absoluta, e até de pensar, como é a base da Teologia Dogmática. O SER para se libertar tem que ter tido o nascimento do alto (Jo 3,3 e 7), pois só assim fica em condições de entender a Verdade, que liberta (Jo 8,32). Após ter vivido o nascimento do alto, o ser fica em condições de receber o batismo pelo Espírito e ou pelo fogo (Mt 3,11 e Atos 1,5) e assim se prepara para receber as revelações do próprio Espírito de Deus. Realmente só Deus sabe a hora certa (Mt 24,36 e Mc 13,32) para agir em função da evolução planetária e ou cósmica. As revelações, depois de analisadas e muito bem compreendidas, serão divulgadas para todos, mas apenas poucos estavam ou estarão em condições de compreender e aceitar as revelações, que foram ou vão sendo recebidas. Foi por isso que Jesus foi condenado à morte como um blasfemo (Mt 26,65 e 66). O Deus do Antigo Testamento nos foi e ainda é apresentado com os mais vis erros dos tiranos humanos, fazendo promessas de conquistas de terras de outros (Ex 3,8); destruição dos inimigos (Ex 7 a 12 e 14); condenação ao anátema dos povos da Palestina (Js 5,13 ao cap. 12); vingança contra os descendestes de inimigos do passado (1Sm 15, 1 a 3) e muitos outros relatos vis e mesquinhos. E, para os teólogos cristãos, o Deus do Novo Testamento só perdoou o pecado da desobediência de Adão e Eva depois de ver o sangue de Jesus derramado na cruz (Mt 26,36 a 46 e 27,27 a 50). Essas atitudes não foram e nunca serão atitudes de um ser perfeito, bom e sábio.
(Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 25/Out/2012 21:12 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 22/10/2012, que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=20167
(Continuação e fim).
Citação:
R. A. Resende. Belo horizonte. (25/10/2012 – 11h43).
DEUS é o ETERNO PRESENTE. O verdadeiro libertador de todos os ensinamentos sofistas é o próprio SER, o Eu Sou, que cada um é e que pode ter ou não o auxílio direto do Espírito de Deus, que lhe revela a Verdade no instante adequado para aquele momento planetário ou cósmico. A Verdade só será revelada quando o profeta já estiver preparado. O profeta, após receber e compreender a Verdade revelada, então a transfere aos outros e cada um a absorve conforme as suas condições evolutivas. Sabe-se que muitos líderes religiosos não aceitam novas Verdades reveladas em função dos princípios ensinados como dogmas, pois todos os dogmas, por princípio, são indiscutíveis, apesar de terem sido criados para por um término sobre discussões sem soluções entre os teólogos ou grupo de teólogos. Ninguém pode esquecer que a omissão foi ensinada como uma forma de pecado, então todos aqueles que silenciam em torno de novas ideias, estão sendo omissos, mesmo que sejam ideias contrárias à sua crença.
Citação:
R. A. Resende. Belo horizonte. (25/10/2012 – 12h33).
O Mistério da Trindade: quem começou a defender esse mistério foram pessoas com conhecimentos incipientes sobre a bondade e perfeição de Deus e o mistério para eles, após ser imposto como dogma, foi aceito como algo definitivo e por isso o mistério permaneceu como mistério por muitos séculos. Os teólogos confundiram o sistema da procriação humana, que é realizada por meio da união sexual de um homem com uma mulher e assim nasce um filho ou uma filha, com a criação de Deus e criaram o dogma do Deus Uno e Trino. Mas, como toda ignorância chega ao fim, esse mistério também terá o seu fim, pois será explicado. Deus se revela sim, mas também existem as revelações de outros espíritos. O problema então fica na condição e na capacidade de diferenciar as revelações por aquele, que as recebe da Espiritualidade. As revelações de Deus acontecem, mas só quando chegam as horas certas e também quando os profetas já estejam adequadamente preparados para aquele momento planetário ou cósmico. Só Deus sabe a hora certa de se revelar (Mt 24,36 e Mc 13,32) e também de revelar as verdade verdadeiras. Quem defende que Deus desejou ou deseja ser cultuado ou adorado, ainda não sabe quem é o próprio Deus. O culto e a adoração a Deus põem em destaque os líderes religiosos como representantes de Deus, mas Deus mesmo não exige e nem deseja ser cultuado ou adorado. O desejo de ser adorado e cultuado é próprio de espíritos criados, que ainda possuem desejos egoístas e tirânicos, e, que ainda não conquistaram a verdadeira humildade advinda da sabedoria, que também dever ser conquistada por todos, que foram criados. Quem falou para o profeta Samuel para destruir Amalec e o povo dele não foi o Espírito Deus, mas um espírito desejoso de vingança para com os amalecitas (1Sm 15,1 a 3). Quem apareceu para o profeta Isaías (Is 6,1) não foi o Espírito de Deus, mas o espírito do rei Ozias, que tinha acabado de se libertar do corpo de carne.
Citação:
R. A. Resende. Belo horizonte. (25/10/2012 – 15h29).
Lúcio. Eu também aprendi que Jesus morreu na cruz para redimir o gênero humano da culpa originada na desobediência do inocente casal Adão e Eva. Agora quando comecei a me libertar dos ensinamentos dogmáticos, que tinha aprendido, imediatamente entendi que foi sim um grande erro dos cristãos ensinar que foi necessário o derramamento de sangue de Jesus na cruz para que Deus perdoasse todo o gênero humano. Hoje sou adepto da Teologia da Libertação, pois o que nos salva é seguir os ensinamentos de Jesus do amor e do perdão para com todos.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Seg, 26/Nov/2012 18:08 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o e.mail que enviei para diversas endereços da internet:
Citação:
Paz plena... (Belo Horizonte, 19/11/2012).
Marco Aurélio, um grande abraço para vocês todos...
Em anexo estou enviando-lhe a apostila sobre "Teologia da Verdade".
Pretendo transformar esta apostila em livro e por isso ficaria satisfeito se você fizesse algum comentário sobre a mesma, dizendo o que não ficou bem explicado.
Paz plena... O tio e amigo, Rosário.
(Enviei em anexo a apostila).
Quem desejar ver ou ler mais sobre essa Apostila vá a estes endereços:
Teologia da Verdade e Libertação – índice dos endereços.
viewtopic.php?f=12&t=5114&p=139666#p139666

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 16/Dez/2012 16:13 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o e.mail que enviei para diversas endereços da internet no dia 29/10/2012:
Citação:
Paz plena... Luciano, um abraço.
Realmente essa é uma grande verdade, veja também João 8,32 e 16,13.
É isso que aprendi e entendi na Teologia da Libertação, o que não foi compreendido pelos teólogos que a criaram e passaram a defendê-la na década de 70. Estes teólogos confundiram a Doutrina Social da ICAR com a ideologia do marxismo ateu e complicaram tudo, principalmente o Leonardo Boff, que, para mim, tornou-se um teólogo falido, pois Teologia é uma coisa e Ecologia é outra bem diferente.
Os teólogos em geral necessitam estudar sim e muito de Espiritologia, pois só assim irão ter capacidade de saírem do labirinto criado pelos eles e principalmente pelos teólogos cristãos desde o início da Era Cristã.
A Teologia da Libertação destrói de vez a Teologia Dogmática e este é o grande medo de Roma, onde fica a liderança máxima da ICAR.
Paz plena... Rosário.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 30/Dez/2012 11:35 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
No dia 05/12/2012 tive um diálogo com um bispo sobre Teologa da Libertação e dexei com ele uma cópia da minha apostila sobre Teologia, que está nestes endereços do Portal:
Teologia da Verdade e Libertação - Apresentação
viewtopic.php?f=12&t=5628&p=139667#p139667
Teologia da Verdde e Libertação – I Deus
viewtopic.php?f=12&t=5819&p=139477#p139477
Teologia da Verdade e Libertação – Item II Teologia
viewtopic.php?f=12&t=3813&p=139521#p139521
Teologia da Verdade e Libertação – Item III TV e TL (1ª)
viewtopic.php?f=12&t=4615&p=139523#p139523
viewtopic.php?f=12&t=5328&p=139528#p139528
Teologia da Verdade e Libertação – Item IV Igreja (ICAR)
viewtopic.php?f=12&t=5628&p=139529#p139529
viewtopic.php?f=12&t=5628&p=139530#p139530
Teologia da Verdade e Libertação – Item V Comunismo Ateu
viewtopic.php?f=12&t=4946&p=139532#p139532
Teologia da Verdade e Libertação – Item VI Paz plena.
viewtopic.php?f=12&t=5628&p=139577#p139577
Teologia da Verdade e Libertação – Item VII – A história de cada um e a...
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=139654#p139654
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=139655#p139655
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=139656#p139656
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=139657#p139657
Teologia da Verdade e Libertação – Item VIII – Teólogos defensores da T. L..
viewtopic.php?f=12&t=5328&p=139658#p139658
Teologia da Verdade e Libertação – Item IX – Papa Bento XVI e a T. L.
viewtopic.php?f=12&t=4946&p=139660#p139660
viewtopic.php?f=12&t=4946&p=139661#p139661
Teologia da Verdade e Libertação – Item X – Diário- da santa Maria Faustina Kowalska..
viewtopic.php?f=12&t=4615&p=139662#p139662
Teologia da Verdade e Libertação – Item XI – Pluralismo e Liberalismo Religioso.
viewtopic.php?f=12&t=3813&p=139663#p139663
viewtopic.php?f=12&t=3813&p=139664#p139664
viewtopic.php?f=12&t=3813&p=139665#p139665
Teologia da Verdade (XII – Onipresença e Imanência da Divindade).
viewtopic.php?f=12&t=5819&p=141210#p141210
viewtopic.php?f=12&t=5819&p=141211#p141211

Espero continuar o diálogo, mas ainda não foi possível.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 08/Jan/2013 20:09 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal O TEMPO sobre o artigo do Leonardo Boff do dia 28/12/2012:
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (01/01/2013 – 12h12).
O que foi escrito sobre a infância de Jesus pelos evangelistas Mateus e Lucas nunca foi Teologia, mas histórias inventadas ou mitologia. Esse é na realidade o grande problema dos teólogos atuais: compreender a própria Teologia, que foi muito complicada pela ignorância dos primeiros teólogos cristãos, que se fundamentaram nos escritos do Novo Testamento e principalmente em Paulo, que defendeu a fé para conquistar a salvação. Como Martinho Lutero se baseou também nos mesmos livros, então quase todos os seus seguidores não conseguem entender que a Bíblia não é a palavra de Deus, mas um conjunto de livros, que foi escrito por líderes religiosos. Faz muita falta aos teólogos a liberdade para compreender a Verdade.
Que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=20805

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 29/Jan/2013 15:34 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal O TEMPO sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 23/12/2012, que estão neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=20769
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (30/12/2012 – 23h12).
Diferentes Natais e Natal de Fé. Realmente o comércio do consumo abafa o verdadeiro sentido do Natal para a maioria das pessoas e ainda existem aquelas que utilizam do Natal para dar de comer a quem tem fome num dia do ano. E como ficam os outros 364 dias para aqueles que passam fome? Quando se refere ao Natal de Fé vem logo a pergunta: Por que falar em fé? Fé não mata a fome de ninguém e nem do espírito! A fome do espírito só satisfeita por meio da Verdade, que liberta (João 8,32). E qual é a verdade sobre o próprio dia do Natal? Como surgiu a comemoração no dia 25 de Dezembro de cada ano?

Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (31/12/2012 - 22h44).
Discordo dos dizeres do Dom Pedro Casaldáliga, pois Deus realmente é Absoluto, mas a fome não. A fome existe sim, mas não de uma forma absoluta. Os teólogos deveriam sim explicar a Verdade, que liberta (João 8,32) e não ficarem dizendo teses quase mitológicas sobre Deus. Os teólogos deveriam explicar que Deus é plenamente bom e perfeito e deixarem de falar sobre mitologias em torno de Deus.

Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (04/01/2013 – 18h55).
Quando ouço os teólogos dizerem no mistério da visita de Deus à humanidade na pessoa do Filho, fico pensando comigo mesmo: será que os teólogos, homens sábios e estudiosos, ainda acreditam que Deus enviou o Filho para nascer entre nós, ser traído, flagelado e pregando numa cruz para resgatar ou redimir o gênero humano? Resgatar de quem? Pagar com o sangue derramado na cruz a quem? A Igreja precisa falar a Verdade e ensinar a Verdade, que liberta (João 8,32). Os teólogos temem a Verdade e ficam dando ênfase ao mistério da fé e Deus continua mantido prisioneiro num labirinto de mistérios. Os teólogos construíram um esquema padronizado para que Deus agisse e não aceitam que Deus pode-se sim continuar as revelações daquilo que ainda não foi revelado! Na época de Jesus, ele foi sim considerado como um blasfemo pelo chefe dos teólogos do Sinédrio (Mt 26,65) e por foi condenado a morte por eles (Mt 26,66). Os teólogos necessitam da Teologia da Verdade!

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 03/Mar/2013 11:46 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal o artigo do Leonardo Boff do dia 15/02/2013, que estão neste endereço com participações de outros leitores:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=21254

Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (17/02/2013 – 10h09).
Leonardo Boff. Realmente o diálogo é urgente e necessário para encontrar a saída do labirinto criado pelos teólogos cristãos desde os primeiros séculos da Era Cristã. Falar em diálogos para que os outros os façam é até fácil, mas deixar as posições conquistadas e baseadas numa fé indefinida não é nada fácil para ser realizado por qualquer pessoa. Renunciar o poder é sim uma atitude até de muita sabedoria e humildade e isso o Papa Bento XVI está fazendo. Renunciar o direito de falar depois ter conquistado o título de grande teólogo e aceitar pedidos de silêncio, pois a hora certa só o Pai é que sabe não é fácil também para ninguém. Você deveria ter seguido o exemplo do grande teólogo evolucionista Pierre Teilhard de Chardin e hoje a Teologia da Libertação teria sim o seu grande defensor. A TL é sim o caminho que vai mostrar para todos os teólogos a Verdade, que liberta e ai surgirá a Teologia da Verdade. Nenhum teólogo poderia aceitar a união com os defensores da ideologia dos marxistas ateus. As ideias de Karl Marx estão conquistando a Europa, pois lá as igrejas de pedra estão ficando vazias, os símbolos religiosos estão sendo proibidos e a fé cega está sendo eliminada pela conquista do conhecimento. Só a Teologia da Libertação poderá salvar a Igreja, pois por meio da liberdade de pensar a verdade plena (Jo 16,13) será descoberta, compreendida e divulgada para todos.
Citação:
Adilson. Belo Horizonte. (15/201/2013 – 21h34).
Fico impressionado com as tolices metafísicas do senhor Leonardo Boff. Todo religioso é alienado e ele se integra com perfeição ao grupo dos tolos. Acredita até em Papa! Um homem com profundos problemas de formação mental.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (17/02/2013 – 10h15).
Adilson. Não sei qual é a sua crença: se é teísta, deísta, monista, dualista, politeísta, panteísta ou ateísta. Agora nas suas poucas palavras escritas fica claro que você não está seguindo o ensinamento que está em João 3,11: “Em verdade, em verdade, te digo: falamos do que sabemos e damos testemunho do que vimos, porém não acolheis o nosso testemunho”.
Citação:
paulo penido. belo horizonte. (15/02/2013 – 20h50).
Ex-frei, só ai já existem razões profundas de sua ausência da cúpula do catolicismo romano. A renúncia É a consciência do Papa atingida pelos seus insucessos no dia-a-dia de sua igreja, em decadência no mundo. Isto, por quê, como teólogo considerado e destacado pela própria comunidade intelectual, não suportaria mais conviver com as injustiças de sua comunidade.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (17/02/2013 – 10h23).
Paulo Penido. A sua observação tem sim uma grande importância. Por que o Leonardo Boff não subiu na hierarquia da Igreja Católica Apostólica Romana? Todo ser humano para ser um excelente superior tem que aprender a obedecer e a cumprir os votos que livremente os fez. O Boff descumpriu os votos de obediência e depois não aceitou o pedido de silêncio. O superior maior de todos religiosos franciscanos é sim a pessoa do Papa, mesmo que não se concorda com as opiniões dele. Se o Boff tivesse se humilhado e aceitado o segundo pedido de silêncio por parte de Roma, hoje a Teologia da Libertação continuaria tendo um grande defensor perante a hierarquia da Igreja.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 31/Mar/2013 21:08 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 20/01/2013, que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=21004

Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (26/01/2013 – 15h16).
Nestor. No ano de 1964 eu era um seminarista franciscano e estudava no Colégio Santo Antônio de São João Del Rei. Lá fiquei sabendo dos horrores da turma que queria implantar aqui no Brasil uma ditadura semelhante às do Leste Europeu e de Cuba. Os marxistas não dão nenhum valor à VIDA daqueles que não os apoiam. Veja isso na ditadura cubana, que foi implantada no final dos anos 50 e lá ficou até hoje. Por que muito os cubanos fugiram de Cuba? Entrei para a Faculdade de Ciências Econômicas no ano de 1967, lá fui colega e amigo de vários militares: todos eram ótimos companheiros. Agora os arruaceiros, bandidos e assaltantes de bancos não tinham mesmo vez na época do Governo Militar. Muitos dos que estão no Governo da atualidade foram presos e até torturados na época do Governo Militar porque eram assaltantes de bancos, terroristas e anarquistas. Eu tenho uma cicatriz, feita por um cassetete de um agente do DOPS, no ombro esquerdo por causa de atitudes anarquistas de alunos FACE, mas nunca culpei o Governo Militar. Hoje a história está sendo contada de uma forma bem mentirosa e enganadora.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (26/01/2013 – 15h24).
Sempre fiquei decepcionado com os padres, que deram apoio aos agentes do marxismo ateu. Como pessoas altamente instruídas foram facilmente enganadas pelos arautos da falsa liberdade? Lembro muito bem que no ano de 2003 o Presidente Lula foi ao encontro da CNBB, pois havia ainda uma lua de mel entre a CNBB e o Governo do PT. Por que o Lula só foi ao encontro da CNBB no primeiro ano de Governo? O Frei Beto, quando entendeu a farsa do PT, logo abandonou o Governo, o mesmo não aconteceu com vários outros teólogos, que até hoje elogiam a ditadura cubana.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (26/01/2013 – 15h54).
Amigo. Você precisa estudar espiritologia. Religião, para mim, é filosofia de vida. Todo ser humano, que ainda não conquistou os bons sentimentos e nem aprendeu a amar de verdade, precisa de freios para não agir como uma fera e isso as doutrinas religiosas conseguiram fazer e ainda fazem com muita gente.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (07/02/2013 – 16h42).
Existem pessoas que parecem que entendem de tudo, mas não gostam de colocar suas opiniões, apenas as demonstram no não gostei. Quando tomei conhecimento da Teologia da Libertação, entendi que a TL era sim evangélica e tem os seus fundamentos nestes versículos do Evangelho Segundo São João: Em verdade, em verdade, te digo: falamos do que sabemos e damos testemunho do que vimos (Jo 3,10 e 11). Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará (Jo 8,32). Tenho ainda muito que vos dizer, mas não podeis agora suportar. Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena... (Jo 16,12 e 13a). O problema foi que os teólogos, que defendiam e ainda defendem a TL, pensam que a libertação é só para os pobres e não para todo mundo.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 24/Abr/2013 11:39 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do Leonardo Boff do dia 19/04/2013, que pode ser visto neste endereço:

http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=21855

Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (22/04/2013 – 16h33).
Boff. Você está elogiando São Francisco e ele merece todo esse elogio. Agora o principal ponto que marcou a grande vitória de Francisco de Assis foi saber obedecer à hierarquia. Por que você não seguiu este exemplo? Se você tivesse obedecido aos pedidos de Roma, hoje a Teologia da Libertação teria sim o seu grande defensor e você iria chegar à Teologia da Verdade. Isso sim iria ser muito bom para toda a Igreja e para todo o Planeta Terra.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sáb, 25/Mai/2013 11:41 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6519
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal O TEMPO sobre o artigo do Leonardo Boff do dia 10/05/2013:

Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (10/05/2013 – 13h11).
Leonardo Boff. Eu o acompanho há muito tempo, pois fui um seminarista franciscano de 1957 a 1966. Você foi um excelente professor de Teologia em Petrópolis e teve muitos alunos, que o consideravam como o mestre do saber e da verdade e por isso seguiam as suas ideias.

Estas duas postagens foram enviadas, mas não fiquei sabendo de foram publicadas, pois os responsáveis pelo jornal mudaram o site:
Citação:
Quando você decidiu não aceitar o segundo pedido de silêncio, que foi lhe seria imposto por Roma, você se transformou num professor sem aluno, mas facilmente foi aceito no meio dos ecologistas e se transformou num profeta do fim do mundo e da confusão.
Citação:
Como me decepcionei com o seu livro: Brasa sob Cinzas, que me foi apresentado por uma pessoa, que estava escandalizada com o que você escreveu. Você sabe o que escreveu! A sua defesa dos líderes do PT até deu para entender, pois todo franciscano vive num sistema socialista perfeito, agora o que você defendeu no livro Brasa sob Cinzas não deu para aceitar!

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 313 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB