Portal do Espirito

A sua referencia em Doutrina Espirita na Internet
Bem-vindo: Seg, 21/Out/2019 07:41
Ler mensagens sem resposta | Pesquisar por tópicos ativos


Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 320 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19 ... 22  Próximo
Autor Mensagem
MensagemEnviado: Sex, 25/Mai/2012 22:54 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Meus comentários sobre o livro “Teologia e Ciências da Religião – A Caminho da maioridade acadêmica no Brasil”. Eduardo R. da Cruz, Geraldo de Mori (organizadores).
Citação:
17 - Escritos nas páginas 254 e 255.
Pluralismo religioso e o diálogo interreligioso.

É preciso tomar muito cuidado, quando se faz referência ao “pluralismo religioso” para conseguir um bom diálogo interreligioso.
Dizer que todos os caminhos religiosos são válidos, pois todos levam a Deus, é uma forma de mostrar uma grande ignorância sobre as religiões e as histórias das religiões.
Na realidade o pluralismo religioso é um grande perigo, pois se pode cair num imenso labirinto do sofisma e do qual dificilmente encontrará a saída.
Falar que Deus é um só é sim uma grande verdade. Agora dizer que Moisés, Jesus, Maomé, Martinho Lutero, Calvino Henrique VIII, Joseph Smith, Edir Macedo, R. R. Soares e muitos outros fundadores de religiões foram intuídos por Deus mostra uma grande ignorância de quem diz.
Vou comentar apenas sobre os 3 primeiros. Moisés ensinou e pregou a destruição dos povos que habitavam a Palestina: “Obra executado por Josué”. Moisés também utilizou de magia negra contra o povo egípcio, culminado na 10ª praga, que foi a morte de todos os primogênitos das famílias egípcias (Ex 12, 29 a 34). E também por meio da magia negra derrotou o Faraó com todo o seu exército. Isso sim não teve nada de perfeito ou divino.
Jesus ensinou e pregou o perdão e o AMOR para com todos e até para com os inimigos (Mt 5,44). Jesus ensinou a fidelidade plena em tudo e até no casamento monogâmico. Isso foi divino e perfeito.
Maomé ensinou e pregou a destruição e a morte aos inimigos do Islã. Maomé ensinou o casamento conforme o regime da poligamia, no qual só a mulher tem que ser fiel ao homem e isso é colocar o homem numa posição de superioridade. Isso não foi perfeito e nem divino.
Toda religião forma uma “imensa egrégora”, que é também o inconsciente coletivo do grupo religioso, que sempre terá como líder máximo o espírito, que foi o mentor do médium ou profeta, que criou o grupo religioso no plano físico. Esse espírito passa a ser considerado como se fosse o próprio Espírito de Deus. Todo fundador e criador de alguma religião (profeta ou médium) continua sendo o principal responsável por todos aqueles, que fizeram, fazem e vão fazer parte da tal religião.
Ninguém pode enganar, destruir, dominar ou matar o outro ou os outros em nome de Deus.
Deus é um espírito (Jo 4,24) e faz parte da Espiritualidade, que é o conjunto que contém todos os espíritos. Existem muitos espíritos, que usurparam o lugar de Deus e como Deus respeita plenamente a liberdade de todos, então Deus tem uma bondade e paciência infinitas e espera sempre a chegada da hora certa para intervir no plano físico.
No atual momento cósmico, o Espírito de Deus voltou a intervir no plano físico como fez no tempo de Jesus há dois mil anos. Entenda quem puder entender. (22/06/2011).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 25/Mai/2012 22:59 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Meus comentários sobre o livro “Teologia e Ciências da Religião – A Caminho da maioridade acadêmica no Brasil”. Eduardo R. da Cruz, Geraldo de Mori (organizadores).
Citação:
18 - Escritos nas páginas 256 e contra capa 2.
Nomes de Ciências citadas neste livro:

Inteligência Artificial, Biologia. Bioquímica. Biossociologia. Ciências Biológicas. Ciências Cognitivas. Ciência da Computação. Ciências da Cultura. Ciências Eidéticas. Ciências da Mente. Ciências Naturais. Ciências da Religião. Ciências Sociais. Conscienciologia. Culturologia. Etnoantropologia. Etologia. Fenomenologia. Fenômenos Psicossomáticos. Filosofia. Filosofia da Ciência. Filosofia Fenomenológica. Filosofia da Mente. Genética. Linguística. Lógica Matemática. Nanotecnologia Molecular. Neurobiologia. Neurociências. Neurofisiologia. Neurologia. Neuropsicologia. Neuropsicologia Cognitiva. Neuropsiquiatria. Neuroteologia. Projeciologia. Psicologia. Psicologia Cognitiva. Psicologia Existencial. Psicologia Evolucionária. Psicologia da Gestalt. Psicologia da Religião. Psicoteologia. Robótica. Psiconeurologia. Semiótica. Teologia.
Nomes de Teologia citadas neste livro:
Teologia Apofática. Teologia Contextual. Teologia do Diálogo Interreligioso. Teologia da Esperança. Teologia Existencial. Teologia da Experiência. Teologia Feminista. Teologia Hermenêutica. Teologia da História. Teologia da Libertação. Teologia Local. Teologia Negra. Teologia Política. Teologia de Práxis. Teologia Pública. Teologia das Religiões. Teologia da Revelação. Teologia do Século XXI. Teologia Transcendental.
Belo Horizonte. 28/09/2011. Rosário Américo de Resende.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 07/Jun/2012 22:07 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Desde Janeiro de 1980, quando comecei a viver fenômenos mediúnicos de uma forma intensa, que, para mim, eram apenas experiências místicas, mas como não fui compreendido por meus ex-professores do seminário, então me transformei num ávido perscrutador da Verdade, que liberta e assim no início de 1981 tomei conhecimento prático e teórico da Doutrina Despírita.
Com as leituras e estudos dos livros da coleção do André Luiz e da Codificação de Kadec a partir do 1º trimestre de 1981 comecei a entender os fenômenos que estava vivendo e que eram considerados por psiquiatras apenas como desequíbrios mentais.
Veja o que postei no jornal O TEMPO sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 01/04/2012:
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte (01/04/2012).
Padre J. B. Libânio, "Mistério" nunca traz felicidade, mas apenas o "medo do próprio desconhecido". Quando conheci a Teologia da Libertação fiquei imensamente satisfeito, pois a TL nos dá plena liberdade de pensar sem o medo de estar "pecando", pois podemos sim analisar os erros, que nos foram impostos pelos ensinamentos dos "dogmas". Todo "dogma" foi fruto de muitas discussões entre os teólogos, então foi sim uma forma de impor o fim as tais discussões, mas impuseram um medo em quem quisesse pensar diferente. Deus, em sua plena bondade, sabedoria e perfeição,criou o sistema do nascimento de um "ser humano" por meio de um ato amoroso dos pais, mas para Jesus nascer entre nós o sistema não era perfeito?
Eis o que postei no jornal O TEMPO sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 08/04/2012:
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. 08/04/2012.
Padre Libânio, gostaria de ver os teólogos dando explicações porque a Teologia Católica defendeu que Deus só perdoou o pecado da desobediência de Adão e Eva porque alguns homens traíram a Jesus, os líderes religiosos condenaram-no por blasfêmia e armaram por cima de um líder político para que o mesmo o condenasse a morte de cruz. E alguns séculos depois os líderes do catolicismo, seguidores do Mestre Jesus, que ensinou o perdão e o amor, fizeram o mesmo com todos aqueles que não aceitaram os ensinamentos dogmáticos da Igreja. Onde ficaram os ensinamentos e o exemplo de amor de Jesus. A Verdade tem que ser dita e explicada e doa em quem doer!
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 22/04/2012:
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (23/04/2012 -13h40).
Toda vez que leio artigos de pensadores, teólogos ou não, sobre desenvolvimento sustentável a primeira pergunta que me vem à mente é essa: Será se este pensador já teve que derramar o seu suor no cabo de uma enxada ou de uma foice durante o calor do sol para adquirir o seu sustento e o sustento de sua família? Temos que falar daquilo que sabemos.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 21/Jun/2012 20:09 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 03/06/2012. Quem quiser ler então veja neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=18832
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (03/06/2012 – 21h40).
Padre J. B. Libânio. Veja o que escrevi no livro "TEOLOGA e CIÊNCIAS da RELIGIÃO", no capítulo A Religião no início do milênio, de sua autoria: "Se você tivesse continuado a me responder julgo que muitas coisas já estavam esclarecidas, pois você parou o diálogo na minha 2ª carta, que foi a carta bomba. Às minhas duas últimas cartas (3ª e 4ª) você não respondeu. A sua atitude não foi a de um bom cristão e também, agindo como agiu, você prejudicou em muito o trabalho em prol da Verdade e da Paz para todos. Eu até concordo com o Barão Holbach, pois os teólogos, que estudaram a Teologia não conseguiram compreender a Deus e fizeram de tudo para padronizar a Deus, pois criaram dogmas em torno de Deus. Os teólogos cristãos criaram o dogma do Deus Uno e Trino, o que é contrário ao que está em Deuteronômio 6,4. Os teólogos cristãos, por meio do dogma da Santíssima Trindade, aceitaram e ensinaram que Jesus morreu na cruz para redimir o gênero humano do pecado original de Adão e Eva. Pecado esse que nunca existiu. Uns pagarem pelos erros dos outros é um ensinamento contrário ao que está em Deuteronômio 24,16. Em função do dogma do Deus Uno e Trino os teólogos cristãos criaram um labirinto, quase intransponível, para o encontro da Verdade, que realmente liberta. A explicação do dogma da Santíssima Trindade foi dada por revelação em Agostos de 1983, mas isso nenhum teólogo ainda aceitou ou entendeu".
Citação:
UAP. BH. (03/06/2012 – 15h03).
Pe. Libânio é mais filosofo do que teólogo. Parabéns pelo texto, o Sr é uma prova de que ainda existe pessoas sábias e que é possível ser inteligente no nosso país. Nossa geração esta em um rumo de autodestruição, mas não existe efeito sem causa, a não ser que seja na opinião de um empirista, o cristianismo com seu modelo de pax romana, na qual só sendo cristão para agradar a Deus ou ser salvo, contribuiu para o descrédito dos valores construídos desde os sábios gregos e os primeiros cristãos. Felizmente a filosofia contemporânea tem resgatado o Ethos proposto por Platão e Aristóteles, mas acredito que se o cristianismo perder sua arrogância de única verdade, poderá ser salvo.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (09h49).
Uap. Basicamente não existe nenhum teólogo, existem sim muitos estudiosos das histórias das religiões e da Teologia. O teólogo deveria ser alguém que esclarecesse mais sobre Deus e como Deus age. Veja um trecho de uma resposta que recebi de um teólogo em 1992: “Antes de tudo, vale uma célebre afirmação de Santo Tomás: o que afirmamos de Deus é sempre mais equivocado que correto, pois sabemos mais o que Deus não é do que ele é. Em termos filosóficos, nosso conhecimento de Deus é analógico. Tem uma dimensão de inadequação. Assim quando falamos que Deus se ofende aplicamos a Ele uma expressão humana. E você mostrou muito bem o lado frágil e errado da afirmação. Mas há também um lado verdadeiro. Deus se ofende pode significar uma maneira de exprimir que todo pecado tem uma dimensão de ruptura de nossa relação com Ele. Nossa liberdade não acolhe a liberdade de Deus que nos oferece seu amor. Objetivamente é uma ofensa, não querer receber um presente. Assim quando você rejeita um presente, ofende o doador. E poderíamos ir analogicamente tratando dos outros pontos. Vai aí somente o ângulo de qualquer fala sobre Deus. Desejo-lhe muita dedicação à Bíblia”.
E veja o início e final de outra resposta que recebi de outro teólogo em 2009: “Não respondi a nenhum de seus e-mails porque discordo profundamente de sua posição e não quero polemizar. Cada um pensa e diz o que acha verdadeiro... Mas termino por aqui. Respeito sua opinião, mas me permito me distanciar dela. Que o Espírito nunca lhe falte”.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 28/Jun/2012 23:20 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Vejam o e.mail que recebi de um amigo e minha resposta:
Citação:
Rosário, (E.mail de 21/05/2012).
Agradeço tudo que você tem enviado mas hoje fiquei mais convicto ainda da sua cultura e capacidade.
Tudo o que está aqui sobre o Boff é simplesmente verdadeiro e acho que ele é de fato "um teólogo falido".
Obrigado por tudo e um abraço,
José Ney
Citação:
Paz plena... (Belo Horizonte, 21/05/2012).
José Ney, um grande e fraternal abraço.
Muito obrigado pelo apoio, pois não é nada fácil falar sobre a Verdade e ainda mais quando temos pela frente pessoas de muito conhecimento como é o ex-frei e ex-teólogo Leonardo Boff.
Quando dei a palestra no Encontro do ENFRADES em Julho de ano passado sobre "Teologia da Libertação". Fui decidido falar sobre o Boff. Quando disse que ele era um teólogo falido, sabia que iria mexer em caixa de maribondos. Mas eu também sei me defender e para isso levei o livro do Boff: "Brasa sob Cinzas" para me defender. No livro está escrito com toda clareza a defesa dele sobre sexo livre.
Agora aceito e até concordo que ele não respondeu às minhas cartas, enquanto ele era frei e até depois de ter recebido a licença dos votos solenes já feitos, pois ele era e é muito importante e eu um desconhecido.
Eu não consigo entender como pessoas inteligentíssimas, como são todos os teólogos que defenderam e ainda defendem a TL, não viram os lobos vestidos com peles de ovelhas do marxismo ateu. Como pode pessoas crentes se unirem com ateus? Açúcar e sal não podem dar uma boa mistura! Água e óleo não misturam! Nem trigo e joio podem sim enganar e não enganam sempre.
Sei que o frei Cristovão, o frei Capeta para muitos, foi fazer uma visita a Cuba e voltou completamente decepcionado com o que viu lá. Algo semelhante aconteceu com o famoso filósofo comunista francês, Jean Paul Sartre, quando fez uma visita a Moscou e voltou decepcionado com os comunistas russos. Os líderes marxistas parecem muito bons antes de assumir o poder, pois logo que assumiram o poder ficaram mais totalitaristas do que todos os governos totalitários, pois ninguém podia pensar diferente deles, que eram imediatamente considerados como traidores do regime.
Paz plena... O amigo, Rosário.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sáb, 28/Jul/2012 11:50 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre os artigos do Leonardo Boff. Quem quiser ler então veja nos endereços citados.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do Leonardo Boff do dia 08/06/2012:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=18883
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (09h32).
Boff. Falar sobre o Rio + 20 para alguém que não está presente porque não recebe auxílio de pessoas já famosas torna-se algo bem difícil. A solução de todos os problemas do Planeta Terra e também da humanidade se resume numa síntese fácil de ser compreendida, mas difícil de ser aplicada, que é: Todos os problemas da humanidade serão rapidamente resolvidos se todos os seres humanos aprenderem a agir com somas e divisões perfeitas. Somas perfeitas são aquelas que buscam a harmonia entre todos os participantes e que sejam ótimas para todos e não só para uns poucos. Divisões perfeitas são aquelas que todos os participantes recebem partes iguais dos resultados das ações realizadas por um grupo, sejam eles lucros ou prejuízos. Agora a vaidade, o orgulho, o egoísmo, desejo terrível do ter e do poder atrapalham tudo. Também aquelas pessoas que julgam que já sabem tudo não querem ser humildes e aprender com aqueles que estão chegando. Temos sempre que falar daquilo que sabemos e testemunhar aquilo que vimos (João 3,11).
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do Leonardo Boff do dia 15/06/2012:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=18952
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (16/06/2012 - 15h19)
O que realmente vai resolver ou solucionar todos os problemas de todos os seres vivos do Planeta Terra é a vivência do AMOR PERFEITO para com todos. Jesus já nos ensinou: Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância (João 10,10) e conhecereis a verdade, e a verdade vós libertará (João 8,32). Agora está escrito também: Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena, pois não falará de sim mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas futuras (João 16, 13). Qual é a Verdade?
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do Leonardo Boff do dia 22/06/2012:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=19026
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (23/06/2012 - 17h47).
Gilberto. A solução para saída humana e amorosa da situação em que a humanidade se encontra está na educação. Agora para ensinar uma boa educação ao povo necessita-se de bons professores, mas veja quanto ganham os professores aqui no Brasil e quanto ganham os membros da gangue, que mora em Brasília. Uns bons professores da Teologia, não entenderam a diferença entre a ideologia do marxismo ateu e a doutrina social da Igreja e misturaram tudo com o nome de Teologia da Libertação, como se Deus fizesse opção pelos pobres. Quem faz parte da Cúpula do Povo? Estes têm o poder de decidir em alguma ou são apenas pessoas, que querem aparecer, pois fazer oposição é a coisa mais fácil que existe, já que não tem responsabilidade de e sobre nada.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do Leonardo Boff do dia 29/06/2012:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=19096
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (28/06/2012 – 21h37).
Boff. A solução para todos os problemas do Planeta Terra está na educação, pois enquanto os seres humanos não aprenderem a viver e conviver bem uns com os outros construindo o Reino de Deus entes nós, sempre haverá disputas entre os países. Agora muitos bons professores desta linha humana abandonaram as cátedras, deixando os alunos sem os seus mestres. Atitudes como estas foram realmente muito prejudiciais ao atual momento, que a humanidade está vivendo. Falar sobre assuntos de 11 mil anos atrás não vai resolver nada.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (29/06/2012 – 14h05).
Gilberto Pinheiro. O Boff apenas publicou o artigo do senhor Arthur Soffiati, então os parabéns deveriam ser para o autor e não para o Boff. Agora a solução de verdade não veio por falta do conhecimento humanista dos dirigentes, pois eles não foram educados para serem altruístas.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 08/Ago/2012 10:17 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Nunca se pode ser omisso e por isso, após ter tido o meu nascimento do alto (João 3,3 e 7) passei a buscar a compreensão e divulgação da Verdade que liberta.
Eis um artigo meu, que foi enviado para o jornal O TEMPO e não foi publicado:
Citação:
2 - TEOLOGIAS
O escritor José Reis Chaves expôs muito bem as suas idéias teológicas e libertadoras no dia 19/08/2002, e que foram muito bem explicadas no dia 25/08/2002. Para quem sabe ler um pingo é letra. Já com relação aos artigos do Pe. José Cândido da Silva de 03/08/2002 e 21/08/2002 fica muito claro que ele é discípulo de Roma e digo que os professores de Teologia foram muito bem preparados para manterem a situação dominante. O Pe. José Cândido não mostrou a Verdade, que liberta, mas apenas a obediência às leis e normas impostas por Roma. Se estes professores não fossem defensores da “teologia exótica” (item 12) dificilmente seriam aprovados para falarem em nome de Roma e das obras básicas de exegese ou de teologia (item 2), que impõe leis e dogmas irracionais.
Tese de doutorado (item 10) para que? O Chaves nunca negou a encarnação do verbo! É necessário pensar no já pensado e mudar muitos paradigmas, que são sustentados por dogmas inexplicáveis, que foram impostos por aqueles que mandam e sabem menos. O Chaves conseguiu uma grande vitória, pois aceitou e passou a defender uma verdade nova: a reencarnação, que é muito antiga no Oriente. Só a partir do século XIX esta verdade começou a entrar abertamente no Ocidente, pois foi eliminado o risco das prisões, torturas e das fogueiras para os esclarecedores da VERDADE.
É necessário que cada membro da Hierarquia Eclesiástica estude e entenda bem os diálogos de Jesus com Nicodemos (Jo 3,1 a 21): “Falamos do que sabemos e damos testemunho do que vimos” e com a samaritana (Jo 4,1 a 42): “Sou eu que falo contigo”. E também o conselho do doutor da Lei, o Gamaliel: “Pois, se seu intento ou sua obra provém dos homens, destruir-se-á por si mesma, se vem de Deus, porém, não podereis destruí-los. E não aconteça que vos encontreis movendo guerra a Deus” (At 5,38 e 39).
Jesus foi julgado como blasfemo porque se identificou como o Filho do Homem, após a pergunta do Sumo Sacerdote Caifás se ele era o Cristo, o Filho de Deus (Mt 26,63 a 65) e a confirmação de Jesus.
O grande ato de louvor e coragem do ex-monge Martinho Lutero foi arrebatar e libertar do poder tirânico de Roma a Bíblia Sagrada e divulgá-la para aqueles que queriam ser cristãos e não católicos romanos. O exemplo da cúpula de Roma, com raríssimas exceções, mostra como o catolicismo romano agiu contrariamente aos ensinamentos de Jesus, pois o catolicismo de religião perseguida passou a ser perseguidora com o apoio de Roma e durante séculos muitos foram queimados vivos só porque divergiram das idéias defendidas em Roma e por seus discípulos prediletos. Atos bem contrários à doutrina do perdão, do servir, do amor e da perfeição ensinada pelo Mestre Jesus de Nazaré, o Cristo. PAZ PLENA para todos na Terra inteira. Rosário Américo de Resende. BH. 26/08/02.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 14/Ago/2012 21:16 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Nunca se pode ser omisso e por isso, após ter tido o meu nascimento do alto (João 3,3 e 7) passei a buscar a compreensão e divulgação da Verdade que liberta.
O primeiro passo para o autoconhecimento é o da libertação de todos os princípios doutrinários, que bitolam a liberdade até de pensar.
Eis um artigo meu, que foi enviado para o jornal O TEMPO:
Citação:
108 - Corpus Christi - Publicado em 07/06/2005.
Parabéns ao cônego José Gerando Vidigal pelo artigo: “A festa do corpo e sangue de Cristo” do dia 26/05/2005. Quero ressaltar o que foi comentado sobre o papa Urbano IV, eleito em 1261, que antes havia conhecido a santa monja Juliana e tinha percebido a luz sobrenatural que a iluminava e a sinceridade de seus apelos.
Para mim, tudo que envolve as religiões e os cultos está baseado em “magia” e cada espírito encarnado possui a sua própria magia ou a sua vontade. O objetivo de cada líder religioso depende do seu grau evolutivo. Os que fundam religiões têm como finalidade de buscar as coisas de César ou de serem os donos da nova religião, mas sempre utilizam falsamente do nome de Deus e ou de Jesus.
Os verdadeiros líderes religiosos, que nos mostram o caminho do amor, da pureza e da busca da casa do Pai nunca fundaram novas religiões, mas procuram aprimorar os sistemas religiosos existentes. Assim foi com o Mestre Jesus, São Francisco de Assis, madre Teresa de Calcutá, irmã Dulce da Bahia, Francisco Cândido Xavier e muitos outros. Estes venceram a própria vaidade e o orgulho de quererem ser os donos de religiões, mas apenas mostraram o caminho do autoaperfeiçoamento e ganharam o prêmio da vida eterna.
Rosário Américo de Resende, ex-professor da UFMG. Belo Horizonte, 06/06/2005.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 14/Ago/2012 22:40 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Nunca se pode ser omisso e por isso, após ter tido o meu nascimento do alto (João 3,3 e 7) passei a buscar a compreensão e divulgação da Verdade que liberta.
O primeiro passo para o autoconhecimento é o da libertação de todos os princípios doutrinários, que bitolam a liberdade até de pensar.
Eis um artigo meu, que foi enviado para o jornal O TEMPO:
Citação:
183 - Teologia do mistério - Publicado em 30/09/2007.
Desde que me entendi por gente sempre ouvi de catequistas e professores de religião só algo em torno de mistério, quando faziam referências a Deus. Aprendi que tudo sobre Deus estava correlacionado com o Mistério da Santíssima Trindade, o Deus uno e trino, tudo se justificando pelo mistério. Outros diziam que não podíamos desvendar os desígnios de Deus e que só Deus sabia o que passava no inconsciente profundo de cada pessoa.
A resposta dizendo que isso é mistério divino resolvia todos os problemas para os instrutores religiosos. E assim criaram para nós um labirinto ou um quebracabeça em torno de Deus e nada mais podia ser esclarecido, além do próprio mistério. No fundo o que sobressaia era a cegueira dos professores de religião que aceitaram doutrinas irracionais e ensinamentos, que nos apresentavam um Deus anticristão e até muito imperfeito, que além de se ofender com os pecados dos homens, Ele não podia nem perdoar, pois condenava para toda a eternidade os seres humanos que morressem em pecado mortal. E assim a pena tornava-se muito maior do que a culpa, pois esta era temporal e aquela eterna.
Rosário Américo de Resende. Belo Horizonte, 15/09/2007.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 14/Ago/2012 22:44 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Nunca se pode ser omisso e por isso, após ter tido o meu nascimento do alto (João 3,3 e 7) passei a buscar a compreensão e divulgação da Verdade que liberta.
Eis um artigo meu, que foi enviado para o jornal O TEMPO e não foi publicado:
Citação:
103 - Trindade.
O mistério do Deus Uno e Trino foi sempre um enigma e um grande quebracabeça para os primeiros teólogos cristãos. O líder da Igreja Católica Apostólica Romana para acabar com as divergências entre os teólogos impôs o dogma do Deus Uno e Trino, que é o Mistério da Santíssima Trindade. A origem do mistério foi a busca da verdade pelos espíritos criados encarnados e ou desencarnados, pois o próprio Mestre Jesus ensinou que tudo o que é ligado ou desligado na terra será também ligado ou desligado no céu.
O mestre Allan Kardec desvendou o mistério do intercâmbio entre encarnados e desencarnados, pois antes de Kardec tudo o que vinha do plano espiritual estava sob o controle absoluto de Deus.
O mistério da Trindade é compreendido pela teoria dos conjuntos da matemática e os teólogos confundiram e ainda confundem Deus com o imenso conjunto cósmico, no qual tudo está contido ou o Espírito Santo, que é a Terceira Pessoa da Trindade com o conjunto dos espíritos criados e desencarnados. O início do quebracabeça foi quando os teólogos cristãos tentaram igualar o plano espiritual ou o Espírito de Deus com a beleza do nascimento dos seres humanos: um homem e uma mulher se unem pelo amor físico entre eles, e, por meio da união sexual, geram um terceiro ser masculino ou feminino da mesma espécie.
Rosário Américo de Resende. BH. 24/04/2010.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 21/Ago/2012 21:35 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal O TEMPO sobre o artigo do Leonardo Boff do dia 10/08/2012. Estou divulgando também alguns artigos de terceiros para que os escrito possam ter melhor compreensão. Tudo pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=19475
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (10/08/2012 – 16h48)
Nestor. O teólogo Leonardo Boff foi o último grande pensador a defensor a cúpula do PT. Lembra que no primeiro ano do Governo do Lula, o presidente (é presidente ou presidento, pois já existe a presidenta?) foi à reunião da CNBB. Por que ele só foi lá uma só vez? É porque máscara caiu muito rápida. O julgamento do mensalão sete anos depois é a prova mais clara da vileza e corrupção do grupo, que está no Governo. O Boff deveria sim voltar a defender a Teologia da Libertação, pois ele agora não tem mais o dever de obedecer à vontade dos dirigentes de Roma. Agora não pode confundir a TL com a ideologia marxista ateia.
Citação:
Nestor Martins Amaral Júnior. São Gotardo. (10/08/2012 - 23h39).
R. A. Resende, o que sobra de perspicácia na sua análise falta na de Marina de Perdões. A pergunta que fiz ao Boff em nada diminui sua inteligência, cultura e a grandeza dos seus artigos. Só que ele foi um dos intelectuais que juntamente com as comunidades eclesiais de base deu respaldo aos sindicalistas que formaram o PT
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (11/08/2012 – 23h37).
Nestor. Quando alguém adquire muito conhecimento e sabe falar ou escrever bem ele transforma sofismas como se fossem grandes teses de sabedoria. Bem que já está escrito: “Falamos do que sabemos e damos testemunho do que vimos” (João 8,32). Quem não consegue separar a ideologia do marxismo ateu dos ensinamentos da Doutrina Social da Igreja e da Teologia fica sim perdido no labirinto mental criado por pensadores sofistas.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (13/08/2012 - 15h36).
Nestor e leitores. Peço desculpas pelo meu lapso acima, pois o versículo citado não é o do João 8,32, que é: Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Já o versículo citado acima é o do João 3,11.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (12/08/2012 – 09h53).
André. O problema do Leonardo Boff com a Teologia da Libertação foi que ele e os outros teólogos defensores da TL não conseguiram separar a Teologia da Doutrina Social da Igreja, que nada tem de Teologia, e do marxismo ateu. Ouvi de um padre analista de que a Teologia não resolve os dramas humanos. Sobre o PT atual, digo que os líderes são os mesmos e eles souberam sim enganar a muita gente como se pessoas éticas, que agiam sem corrupção. Agora a corrupção já existia, mas só era conhecida dos líderes, que agiam secretamente.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (16/08/2012 – 09h45).
Gostaria de ver o teólogo Leonardo Boff escrevendo sobre a Teologia da Libertação com o objetivo de esclarecer a Verdade, que liberta, para todos. Muitos falam de Deus e sobre Deus, mas não sabem quem é Deus. Muitos confundem Deus com a Espiritualidade ou com o Espírito Santo, que é o conjunto de todos os espíritos criados simples e ignorantes e que estão numa eterna busca da Verdade, via sabedoria e perfeição. Muitos confundem Deus com o imenso e único conjunto cósmico e estes criaram um labirinto mental do qual dificilmente irão sair ou irão entender todas as engrenagens ou variáveis da própria criação, que estão nos limites físicos do Cosmo, que é finito, mas parece infinito como Deus, mas só Deus realmente é infinito, pois não teve início e nem terá fim. Muitos falam do e sobre o Espírito Santo, mas não sabem explicar e nem entendem a origem do Mistério da Trindade. Quem condenou a TL como heresia teve uma visão exotérica e até marxista da mesma e não esotérica. A base da TL está nestes versículos do Evangelho de João: “Veio para o que era seu e os seus não o receberam” (Jo 1,11). “És mestre de Israel e ignoras essas coisas? Em verdade, em verdade, te digo: falamos do que sabemos e damos testemunho do que vimos” (Jo 3,10 e 11). “Ele, porém, lhes disse: Tenho para comer um alimento que não conheceis. Meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou e consumar a sua obra” (Jo 4,32 e 34). “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (Jo 8,32). “Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo” (Jo 9,5). “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” (Jo 10,10b). “Dou-vos um mandamento novo: que vos ameis uns aos outros. Como eu vos amei, amai-vos também uns aos outros” (Jo 13,14, 15 e 34). “Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros como eu vos amei. Vós sois meus amigos, se praticais o que vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que seu senhor faz; mas eu vos chamo de amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu vos dei a conhecer. Isto vos mando: amai-vos uns aos outros” (Jo 15, 12, 14, 15 e 17). “Tenho ainda muito que vos dizer, mas não podeis agora suportar. Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena”... (Jo 16,12 e 13a). A TL, que nos dá plena liberdade para pensar e falar, bate de frente com a Teologia Dogmática.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Seg, 27/Ago/2012 14:23 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do Leonardo Boff do dia 17/08/2012, que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=19538
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (17/08/2012 – 13h04).
A cura será encontrada sim, mas por meio da compreensão da Verdade. A Verdade só será descoberta e ensinada por meio dos bons, sábios e humildes teólogos, pois estes não estão atrás do poder e nem aceitam a corrupção de qualquer espécie. A Teologia é o estudo sobre Deus e como Deus é Único (Uno. Dt 6,4), então a Teologia nunca poderia ter recibo sobrenomes. Cada teólogo está ligado ou subordinado a algum grupo religioso e cada grupo religioso pode ser independente ou pertencer a alguma Religião constituída, como a Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR). Dificilmente será encontrado um teólogo realmente livre e que se colocou a disposição para receber revelações da Espiritualidade e até do próprio Espírito de Deus. Explicando melhor digo que os sobrenomes dados à Teologia deveriam ser entendidos como o pensamento teológico deste ou daquele teólogo, como também deste ou daquele agrupamento de pessoas e até também desta ou daquela Religião. Até hoje o melhor sobrenome que encontrei para a Teologia foi o da Libertação e estou lançando mais um sobrenome: Teologia da Verdade (João 8,32 e 16,13), que para muitos teólogos defensores da Teologia da Libertação será uma absurda heresia, pois os defensores da Teologia da Libertação não poderiam ter colocado como base da TL a opção preferencial pelos pobres (OPP). A OPP deve ser sim um dos principais objetivos da Doutrina Social da ICAR, mas sempre com o objetivo de buscar uma harmoniosa e perfeita vivência e convivência entre pobres e ricos para que todos tenham vida e a tenham em abundância (João 10,10). A Teologia da Verdade irá trabalhar em prol da grande harmonia entre todos os seres humanos, para que seja implantado no seio da humanidade o Reino de Deus, como Jesus nos ensinou a pedir na oração do Pai Nosso (Mt 6, 10).
Citação:
Torreal. Goiânia – GO (17/08/2012 0 14h51).
Jornalista Boff: Didática sua coluna. Embora isso não tenha a mínima importância, gostei. Mas estranhei os termos: ..."ambos nos deixaram um legado de corrupções, a ponto de Deus 'ter-se arrependido de ter criado o ser humano na Terra'." Essa aí, de ver Deus arrependido de um de seus atos, deve ser extraordinariamente divertida. Minha total, completa e irreversível insipiência certamente me desculpará, mas, a essas tantas, para onde os santos evangelistas teriam despachado a essencial e sempiterna Onisciência Divina?
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (17/08/2012 - 18h48).
Torreal. No meu texto anterior comentei sobre a Verdade. Entender e explicar como sair da bitolação dos ensinamentos, que estão nos livros sagrados, é o trabalho dos bons, sábios e humildes teólogos. Agora ficar jogando a culpa na serpente, em Eva e do Adão (Gn 3, 12 e 13); em Deus, que castigou os desobedientes e toda a descendência deles (Gn 3, 14 a 24) e até continuar dizendo, que Deus se arrependeu de ter criado o gênero humano (Gn 6,6) é sim uma forma de mostrar que os teólogos ainda não entenderam nada sobre Deus, pois Deus para eles continua sendo um mistério. Jesus nos ensinou que Deus é perfeito (Mt 5,48), bom (Mt 19,17; Mc 10, 18 e Lc 18,19), então os teólogos terão de ensinar a Verdade e não ficarem defendendo as ignorâncias dos escritos dos sábios da antiguidade.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 29/Ago/2012 18:00 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
O início está neste endereço:
viewtopic.php?f=12&t=3813&p=141215#p141215
Continuação:
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 19/08/2012, que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=19563
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (22/08/2012 - 10h25).
Padre Libânio. Os teólogos deveriam falar sobre Deus, mas sem medo de dizer a verdade para todos, mesmo que assim fossem mostrados muitos erros da Igreja no passado. Deus é o Espírito Incriado e o primeiro Criador, que deu o início à criação do nada absoluto. Deus não é o único Criador, pois não guardou o segredo de criar só para Ele, pois isso nunca seria perfeito ou divino, mas um ato bem egoísta. Deus é o Espírito (Jo 4,24) perfeito (Mt 5,48), bom (Mt 19,17; Mc 10,18 e Lc 18,19) e puro (Mt 5,8), que ama imensamente a todos. Deus é Único (Dt 6,4), Uno e não trino, como foi imposto pelo dogma da Santíssima Trindade. Deus não faz acepção de pessoas (Dt 10, 17; At 10,34 e Tg 2, 9). Deus trata a todos, maus e bons, justos e injustos de uma forma igual (Mt 5,45). O mesmo ensinamento está na parábola dos trabalhadores da vinha (Mt 20,1 a 15). Essa parábola demonstra uma grande injustiça conforme os parâmetros humanos, mas Deus com uma infinita bondade, sabedoria e perfeição, trata a todos de uma forma plenamente igual. Toda vez que lia essa parábola ou ouvia explicações sobre a mesma sempre vinha à minha mente esses pensamentos: Onde estavam os trabalhadores, que só chegaram ao local para serem contratados na undécima hora? Estes seres humanos eram preguiçosos ou omissos e só foram para o local da contração na última hora, apenas para terem a desculpa de que não trabalharam porque não foram contratados! Os que trabalharam apenas uma hora receberam igual aos que trabalharam 12 horas e isso nunca foi e nem é justo! É por isso que digo que o termo justo não é adequado para fazer referência a Deus por causa de sua infinita bondade. Também está profetizado no Apocalipse, que no futuro, todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, irão ser tratados da mesma forma (Ap 13,16).
Citação:
R. A. Resende. (Belo Horizonte. (22/08/2012 – 09h31).
Padre Libânio. A Bíblia não pode ser a Palavra de Deus, pois o Deus do Antigo Testamento nos foi e ainda é apresentado com os mais vis erros dos tiranos humanos, fazendo promessas de conquistas de terras de outros (Ex 3,8); destruição dos inimigos (Ex 7 a 12 e 14); condenação ao anátema dos povos da Palestina (Js 5,13 ao cap. 12); vingança contra os descendestes de inimigos do passado (1Sm 15, 1 a 3) e muitos outros relatos vis e mesquinhos. E, para os teólogos cristãos, o Deus do Novo Testamento só perdoou o pecado da desobediência de Adão e Eva depois de ver o sangue de Jesus derramado na cruz (Mt 26,36 a 46 e 27,27 a 50). Essas atitudes não foram e nunca serão atitudes de um ser perfeito, bom e sábio. DEUS é o ETERNO PRESENTE. O verdadeiro libertador de todos os ensinamentos sofistas é o próprio SER, o Eu Sou, que cada um é e que pode ter ou não o auxílio direto do Espírito de Deus, que lhe revela a Verdade no instante adequado para aquele momento planetário ou cósmico. A Verdade só será revelada quando o profeta já estiver preparado. O profeta, após receber e compreender a Verdade revelada, então a transfere aos outros e cada um a absorve conforme as suas condições evolutivas. Sabe-se que a maioria quase absoluta dos líderes religiosos (cito aqui apenas os membros da hierarquia da ICAR) não aceita novas Verdades reveladas em função dos princípios ensinados como dogmas. Todos os dogmas são indiscutíveis, apesar de terem sido criados para por um término sobre discussões sem soluções entre os teólogos ou grupo de teólogos. Ninguém pode esquecer que a omissão foi ensinada como uma forma de pecado, então todos aqueles que silenciam em torno de novas ideias, estão sendo omissos, mesmo que sejam ideias contrárias à sua crença.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (22/08/2012 - 15h35).
Padre Libânio. Quem fala em mistério, referindo-se a Deus, é porque ainda não conhece a Verdade sobre Deus e se satisfaz com o mistério em torno de Deus. Deus não faz opção ou acepção de pessoas e trata a todos de uma forma plenamente igual (Mt 5,45 e 20,1 a 15). Deus, antes de iniciar a criação, planejou tudo, respeitando plenamente a liberdade de todos, até daqueles, que iriam fazer planos contrários ao plano dEle, mas que nunca seriam completamente realizados, pois ninguém pode complicar o plano de Deus. No plano de Deus está incluso, como objetivo primordial, que todos irão ser perfeitos e puros no futuro; isto é: todos irão alcançar a salvação, então não existem as penas eternas. Veja que após o pagamento de toda a dívida o homem e ou o espírito fica livre (Mt 5,26 e 18,34). Deus é onisciente e onipotente, ele dirige tudo no Cosmo, mas respeita plenamente a liberdade e a vontade de todos. Deus tem sabedoria e bondade infinitas. Quando chega o momento exato Deus aproxima e liberta um SER HUMANO de tudo o que o prende e bitola a sua liberdade plena e absoluta, e até de pensar, como é a base da Teologia Dogmática. O SER para se libertar tem que ter tido o nascimento do alto (Jo 3,3 e 7), pois só assim fica em condições de entender a Verdade, que liberta (Jo 8,32). Após ter vivido o nascimento do alto, o ser fica em condições de receber o batismo pelo Espírito e pelo fogo (Mt 3,11 e Atos 1,5) e assim se prepara para receber as revelações do próprio Espírito de Deus. Realmente só Deus sabe a hora certa (Mt 24,36 e Mc 13,32) para agir em função da evolução planetária e ou cósmica. As revelações, depois de analisadas e muito bem compreendidas, serão divulgadas para todos, mas apenas poucos estavam ou estarão em condições de compreender e aceitar as revelações, que foram ou vão sendo recebidas. Foi por isso que Jesus foi condenado à morte como um blasfemo (Mt 26,65 e 66).
(Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 29/Ago/2012 18:05 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 19/08/2012 ,que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=19563
O início está nestes endereços do Portal:
viewtopic.php?f=12&t=3813&p=141215#p141215
viewtopic.php?f=12&t=5328&p=141216#p141216
(Continuação - Final)
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (22/08/2012 – 16h28).
Padre Libânio. Quem começou a defender mistério em torno de Deus foram pessoas com conhecimentos incipientes sobre a bondade e perfeição de Deus e falar em mistério nada explica. Após um mistério ser imposto como dogma, então foi aceito como algo definitivo e por isso os mistérios permaneceram como mistérios por muitos séculos. Os teólogos confundiram o sistema da procriação humana, que é realizada por meio da união sexual de um homem com uma mulher e assim nasce um filho ou uma filha, com a criação de Deus e criaram o dogma do Deus Uno e Trino. Mas, como toda ignorância chega ao fim, esse mistério também teve o seu fim. Deus é apenas a 1ª pessoa do Mistério da Santíssima Trindade criado pelos teólogos católicos ou cristãos no século IV da Era Cristã. Deus é Único (Dt 6,4). Deus se revela sim, mas também existem as revelações de outros espíritos. O problema então fica na condição e na capacidade de diferenciar as revelações por aquele, que as recebe da Espiritualidade. As revelações de Deus acontecem, mas só quando chegam as horas certas e também quando os profetas já estejam adequadamente preparados para aquele momento planetário ou cósmico. Só Deus sabe a hora certa de se revelar (Mt 24,36 e Mc 13,32) e também de revelar as verdade verdadeiras. Quem defende que Deus desejou ou deseja ser cultuado ou adorado, ainda não sabe quem é o próprio Deus. O culto e a adoração a Deus põem em destaque os líderes religiosos como representantes de Deus, mas Deus mesmo não exige e nem deseja ser cultuado ou adorado. O desejo de ser adorado e cultuado é próprio de espíritos criados, que ainda possuem desejos egoístas e tirânicos, e, que ainda não conquistaram a verdadeira humildade advinda da sabedoria, que também dever ser conquistada por todos, que foram criados. Quem falou para o profeta Samuel para destruir o Amalec e o povo dele não foi o Espírito Deus, mas um espírito desejoso de vingança para com os amalecitas (1Sm 15,1 a 3). Quem apareceu para o profeta Isaías (Is 6,1) não foi o Espírito de Deus, mas o espírito do rei Ozias, que tinha acabado de se libertar do corpo de carne.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (23/08/2012 - 12h13).
Padre Libânio. O Senhor deve ter em seus arquivos a carta que lhe escrevi no dia 21/07/1993, pois eu cópia dela em meus arquivos. Vou aqui citar o texto da tal carta, que ficou sem resposta: ‘Quero agradecer-lhe a sua resposta de 10/04/93 à minha carta de 01/01/93. Sobre a tese tratada tudo ficou em suspenso, o Senhor continuou referindo-se só à tese da 1ª carta, que é: DEUS NÃO PERDOA NUNCA. Quando o Senhor se refere “ao aspecto do coração de Deus, que sempre está disposto a acolher-nos sempre que nós nos tenhamos afastado dEle, tenhamos rejeitado-O”, isso encaixa direitinho em minha tese e mostra que Deus não se ofende. Já que Deus não se ofende Ele nada tem que perdoar. O perdão deve existir sim, mas entre aquele que se sentiu ofendido para com o causador da ofensa. O beneficiado é quem perdoa e não aquele que recebe o perdão para com as leis evolutivas. Sou um fã do Evangelho Joanino, para mim O Quarto Evangelho Bíblico é uma obra ímpar da humanidade. Esta carta será escrita em torno do Evangelho Segundo São João. Todos os trechos citados são retirados da Bíblia de Jerusalém, edições Paulinas; como segue: Veio para o que era seu e os seus não o receberam (Jo 1,11). Jesus não foi recebido e nem compreendido pelos contemporâneos dele e ainda hoje, no apagar das luzes do século XX, podemos dizer que a mensagem de vida, amor e libertação de Jesus ainda não foi compreendida e nem vivida por quase toda a cristandade, pois o Deus de muitíssimos cristãos não é cristão, mas é um Deus anticristão’.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (25/08/2012 -20h50).
Padre Libânio. Sei que a Verdade causa medo em muita gente e principalmente em quem tem uma imensa fé em tudo o que aprendeu sobre Religião. Veja nestes trechos bíblicos se existe AMOR, compreensão e perdão, como Jesus nos ensinou a amar até aos nossos inimigos - Moisés disse: “Assim diz Yahweh: à meia-noite passarei pelo meio do Egito. E todo primogênito morrerá na terra do Egito, desde o primogênito de Faraó, que deveria sentar-se em seu trono, até o primogênito da escrava que está à mó, e até mesmo os primogênitos do gado” (Ex 11, 4 e 5). Esta décima praga foi realizada conforme está nos versículos de Êxodo 12, 29 a 34. No livro de Josué, capítulo 5 a 12, está escrito que 31 reis com todo o povo deles foram todos passados ao fio da espada. Estes são atos de AMOR? “E Samuel degolou Agag diante de Iahweh, em Guilgal” (1Sm 15,33). O Rei Agag já era um prisioneiro. “Elias lhes disse: “Prendei os profetas (450) de Baal, que nenhum deles se escape!” E eles os prenderam. Elias fê-los descer para perto da torrente do Quison e lá os degolou” (1Reis 18,40). Isso é AMOR conforme Jesus nos ensinou?

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 23/Set/2012 20:26 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6628
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caros irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do João Batista Libânio do dia 02/09/2012, que pode ser visto neste endereço:
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas ... icao=19699
Citação:
R. A. Resende. Belo horizonte. (04/09/2012 - 13h02).
Padre Libânio. Realmente a nossa sociedade está num beco sem saída. Como encontrar a saída do imenso labirinto teológico, que foi criado nestes dois últimos milênios pelos teólogos cristãos? Será se Deus, que é o bom e perfeito, iria dar um conselho para massacrar cananeus, heteus, amorreus, ferezeus, heveus, jebuseus (Ex 3, 8.)? Como foi realizado pelos israelitas sob o comando de Josué (Js 6 12). Tudo o que existe hoje é muito menos que a nossa Igreja já fez por muitos séculos, basta estudar a história da Igreja do século IV até XIX, então se torna necessária a busca da Verdade para encontrar a solução de todos estes problemas, que cegam a muitos seres humanos.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (02/09/2012 – 22h41).
Padre João Batista Libânio. Por que os teólogos temem a Verdade de verdade? Neste seu artigo foi citado Romanos 5,20, quando superabundou a graça. Por que Deus, o bom e perfeito, condenou a humanidade toda pela desobediência de um só homem (Rm 5,12 a 14)? Onde ficou a bondade e perfeição de Deus? Por que Deus só perdoou o gênero humano depois de ver o sangue de Jesus derramado na cruz (Rm 5,18 a 19)? Os teólogos e líderes cristãos precisam entender que a Verdade de verdade não foi ensinada em torno destes ensinamentos! Quantos já não foram mortos e queimados vivos em nome de Deus no passado? Na atualidade todos aqueles que estão trabalhando em torno da Verdade não recebem apoio dos teólogos, isso é medo da Verdade?
Citação:
André. BH. (04/09/2012 – 13h39).
Como é bom não ter medo de falar besteira!
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (12/09/2012 – 10h34).
André. Seu curto comentário só pode ser sobre o que escrevi acima, que para você é uma besteira! Eu passei a buscar a compreensão da Verdade a partir de 1980, quando fiquei livre dos ensinamentos dogmáticos, que fui recebendo durante a minha vida e principalmente durante os 9 anos, que vivi como seminarista franciscano. Agora está escrito que Jesus nos disse para amar até aos nossos inimigos e orar por aqueles, que nos perseguem (Mt 5,44). Nada disso foi feito pela liderança da Igreja durante o período das Guerras das Cruzadas e nem durante o tenebroso período da inquisição. A liderança da Igreja também, nos períodos citados, se esqueceu de todo o ensinamento sobre o AMOR, que nos foi deixado por Jesus (Jo 15,12 e 17). Se falar a verdade é besteira, então você está correto! Na fase da minha vida em que mais necessitei do auxílio de sacerdotes, nenhum apareceu para me dar orientações.
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (15/09/2012 – 21h10).
André e Barros. Falar a Verdade nunca é um ato de rancor, mas de amor para com aqueles que buscam a Verdade. No livro: LEMBRANÇAS DA MINHA VIDA, do Joseph Ratzinger, o papa Bento XVI cita 24 sobrenomes para a Teologia. No livro: Teologia e Ciências da Religião, de diversos autores, eles citam 25 sobrenomes para a Teologia, sendo apenas 6 deles repetidos. A Teologia é o estudo sobre Deus e como Deus é Único (Uno. Dt 6,4), então a Teologia nunca poderia ter recebido sobrenomes. Até hoje o melhor sobrenome que encontrei para a Teologia foi o da Libertação e estou lançando mais um sobrenome: Teologia da Verdade (João 8,32), que para muitos teólogos defensores da Teologia da Libertação será uma absurda heresia, pois os defensores da Teologia da Libertação não poderiam ter colocado como base da TL a opção preferencial pelos pobres. A OPP deve ser sim um dos principais objetivos da Doutrina Social da ICAR, mas sempre com o objetivo de buscar uma harmoniosa e perfeita vivência e convivência entre pobres e ricos. A Teologia da Verdade irá trabalhar em prol da grande harmonia entre todos os seres humanos, para que seja implantado no seio da humanidade o Reino de Deus, como Jesus nos ensinou a pedir na oração do Pai Nosso (Mt 6, 10).
Citação:
R. A. Resende. Belo Horizonte. (16/09/2012 – 11h11).
André. Com sinceridade digo que não tive decepção com um padre, que foi meu professor por 6 anos e em 3 dos quais ele ainda foi o meu conselheiro espiritual. Esse padre me ajudou muito no processo de encontrar a Verdade, que liberta (Jo 8,32), pois ele não podia entender o que realmente acontecia comigo no início de 1980. Agora fiquei mais admirado ainda as atitudes com fui encontrando pela frente com relação aos diversos padres para os quais ia escrevendo, inclusive bispos, cardeais e até para o Papa João Paulo II no período de 1988 até 2001. A partir do ano de 2002 comecei a divulgar informações sobre a Verdade pelo jornal O TEMPO. No ano de 2009 escrevi, via internet, para mais de duas centenas de membros da CNBB. Agora falar sobre a Verdade não é falta de amor para com ninguém, mas sim um compromisso para com todos aqueles, que já conseguiram libertar-se dos ensinamentos dogmáticos de suas religiões.
(Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 320 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19 ... 22  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB