Portal do Espirito

A sua referencia em Doutrina Espirita na Internet
Bem-vindo: Dom, 16/Dez/2018 16:56
Ler mensagens sem resposta | Pesquisar por tópicos ativos


Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 429 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 25, 26, 27, 28, 29  Próximo
Autor Mensagem
MensagemEnviado: Sex, 18/Nov/2016 16:19 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena.
Viana, um grande abraço.
Você já conheci os livros do Dr. Eben Alexander III, que também viveu uma EQM?
Veja os comentários que fiz enquanto lia o livro 'Mapa do Céu', cujos endereços estão nesse endereço:

viewtopic.php?f=12&t=5114&p=146424#p146424

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 18/Nov/2016 16:21 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Viana, um grande abraço.
Vi o terceiro vídeo.
A experiência do Herivelton é típica dele e os pontos de vista que ele apresenta revela para mim que ele está ainda bem confuso nas ideias, que apresenta.
E para mim ele está num nível evolutivo mediano, pois quase nega o AMOR ao PRÓXIMO como algo essencial para o processo evolutivo de cada um.
O jeito que ele fala sobre o "egoísmo" deixou-me bem confiante em tudo o que já vivi e aprendi em torno do PERDÃO irrestrito para com todas as ofensas e da vivência do AMOR para com todos.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 18/Nov/2016 16:23 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Viana, um grande abraço.
Vi o quarto vídeo.
E cada vez mais vou tomando conhecimento de que cada um tem sim a sua única experiência e eu fico com a minha e deixo o Herivelton Moreira da Costa acreditando plenamente na experiência dele.
Viana veja o que escrevi no livro "Fui ao Céu e Voltei" da Dra. Mry C. Neal, que está nesse endereço:

viewtopic.php?f=12&t=4615&p=146513#p146513

A experiência vivida por ela é sim bem diferente da que viveu o Dr. Eben Alexander III e a experiência vivida pelo Herivelton é completamente diferente das que viveram os dois médicos citados antes.
Como já escrevi digo que passei a viver diversos tipos de experiências místicas ou mediúnicas, após janeiro de 1980 e nenhuma deles se encaixa no que já ouvi dos vídeos do Herivelton.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 18/Nov/2016 16:25 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Viana, um grande abraço.
Vi o quinto vídeo, que está nesse endereço:

https://www.youtube.com/watch?v=_F02SWkpYgk

Deixei uma mensagem para o Herivelton, pois desejo adquirir o livro dele.
O que consigo entender na minha atual condição aqui nessa "encarnação" é que cada um tem sim a sua única e específica caminhada evolutiva cósmica. Cada um é sim um SER ou um ESPÍRITO único em toda a criação.
Uns são sim mais velhos do que os outros e também uns já sabem mais do que os outros.
Eu não concordo com tudo o que foi dito pelo Herivelton, mas respeito a opinião dele, pois ele relata aquilo que viveu e vive.
Já li outros livros de relatos de EQM, como os da Dra. Mary C. Nela no livro 'Fui ao Céu e Voltei' e do Dr. Eben Alexander III em dois livros 'Uma prova do céu' e 'Mapa do Céu'. Nenhum dos relatos são iguais, cada um tem sim suas caracteísticas únicas.
Quando eu desencarnei no ano de 1918 e tinha reencarnado numa família católica e me converti para a Doutrina Espírita quando tinha vinte e poucos anos e logo que desencarnei tive sim curiosidade de saber algo sobre a minha própria caminhada evolutiva cósmica.
Após ter tido tomado conhecimento da minha caminhada nos últimos dois milênios, tomei a decisão de reencarnar, pois decidi trabalhar em prol da Verdade e para executar isso no plano físico eu necessitava saber em vida do meu passado do I século da Era Cristã. Antes de reencarnar fiz essa exigência quando ainda estava no plano espiritual.
Inicialmente tive problemas, pois tanto o grupo no desencarnei como no que encarnei não aceitaram a minha exigência, então tive que ir a um plano mais holístico e só lá que a minha exigência foi aceita.
Em agosto de 1982 recebi a revelação sobre o meu passado, quando vivi no I século da Era Cristã, mas só fiquei sabendo que essa revelação foi fruto da minha exigência para reencarnar por volta do ano de 1998.
E aqui estou trabalhando em prol da Verdade, que liberta e plena (Jo 8,32 e 16,13).
(Vou ter que copiar essa postagem num dos meus tópicos, pois não quero perdê-la).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sáb, 11/Fev/2017 21:05 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.

Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 13/10/2014, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... s-1.931395

Publicado no dia 14/10/2014.
Vou publicar aqui três textos do Evangelho Segundo São João e cada um os analise muito bem para entender bem o que está escrito, que Jesus nos ensinou.
1º texto do capítulo 3, um trecho do diálogo entre Jesus e Nicodemos: “És mestre de Israel e ignoras essas coisas? Em verdade, em verdade, te digo: falamos do que sabemos e damos testemunho do que vimos, porém não acolheis o nosso testemunho. Se não credes quando vos falo das coisas da terra, como ireis crer quando vos falar das coisas do céu” (Jo 3,10 a 12).
2º texto do capítulo 8: “Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (Jo 8,31 e 32).
3º texto retirado do capítulo 16: “Tenho ainda muito que vos dizer, mas não podeis agora suportar. Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena, pois não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coidas futuras. Ele me glorificará porque receberá do que é meu e vos anunciará. Tudo o que o Pai tem é meu. Por isso vos disse: ele receberá do que é meu e vos anunciará” (Jo 16,12 a 15).

Publicado no dia 14/10/2014.
Sobre o texto de Pentecostes (Atos 2), digo que esse texto bíblico sempre mexeu muito comigo, desde o meu tempo do seminário (1957 a 1966). No versículo quarto fica claro que os apóstolos falaram em outras línguas: “E todos ficaram repletos do Espírito santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia se exprimissem” (Atos 2,4).
Agora quando se analisa os versículos 5 até ao 41, pode-se ver uma outra realidade, pois os apóstolos falavam e cada um os ouvia em sua própria língua, veja bem o discurso de Pedro e a grande conversão que aconteceu no final do mesmo: “Aqueles, pois, que acolheram a sua palavra, fizeram-se batizar. E acrescentaram-se a eles, naquele dia, cerca de três mil pessoas” (Atos 2,41). Ouve sim uma tradução simultânea para diversas línguas e todos compreendiam o que era dito pelos discípulos e por Pedro: esse foi sim um prodigioso trabalho efetuado pela Espiritualidade, que era dirigida pelo Espírito de Jesus e o objetivo era o de ensinar aos seres humanos.
No ano de 1980, logo após o meu nascimento do alto (João 3,3 e 7), o meu irmão padre me falou no ano de 1998 que eu tinha dito muitas frases em latim e logo entendi que o objetivo era sim ensinar aos espíritos desencarnados presentes de outros países, que pertenceram à hierarquia da Igreja e todos conheciam o latim, pois essa era o língua oficial da Igreja.

Publicado no dia 14/10/2014.
Como o assunto do Espírito Santo voltou a ser o ponto principal do artigo e dos comentários, então decidi publicar aqui um texto da minha terceira carta escrita em 29/01/2000 para um bispo católico, que foi meu contemporâneo por 7 anos do meu tempo do seminário:
A grande confusão e o labirinto que surgiram para toda a humanidade é que cada ser humano criou para si uma imagem de Deus, e julga que esta sua imagem de Deus é o verdadeiro Deus, por isso temos vários conceitos e ideias sobre Deus completamente errados.
Veja e analise bem esta frase: “O Deus de muitos cristãos é anticristão”. Aqui se encontra a razão de muitos conceitos e ideias, que reduzem Deus a mediocridade de muitos: um Deus que se arrepende, um Deus que vinga, um Deus que tem ira, um Deus tirano e carrasco, um Deus que exigiu a morte do Filho para poder perdoar a humanidade condenada pela culpa de Adão e Eva, um Deus que julga e condena para a eternidade, um Deus que exige uma obediência cega, um Deus que causa medo e terror, um Deus responsável por muitos males e pragas. (Veja bem a carta que enviei para o Frei Patrício, que ainda continua sem resposta).
Em 24/08/1983, recebi a explicação do mistério da Santíssima Trindade, e vou expor aqui o que consegui escrever naquele dia, apesar da grande emoção sentida: “O Pai cria os seus filhos ignorantes. Tudo que o “Pai” criou, cria e criará é puro e santo. Pelas encarnações, que são experiências em corpos de carne, e pelo livre-arbítrio, eles, os filhos e filhas de Deus, evoluem, buscando a sabedoria e a perfeição.
A meta das criaturas materializadas (encarnadas) ou vivendo na matéria, desde o reino mineral até aos homens, representando o “Deus-Filho”, é serem espíritos puros ou anjos.
Os espíritos desencarnados ou almas, libertas dos corpos de carne ou da matéria bruta, representam o “Deus-Espírito-Santo”.
“Deus-Pai” é o Pai de todos os filhos e filhas encarnados, que vivem na matéria, e ou desencarnados, que estão livres da matéria bruta. Igual ao “Pai” ninguém poderá ser, pois o “Pai” não teve princípio e nem terá fim, mas nós fomos criados à sua imagem e semelhança.
No processo de evolução, que é a busca da sabedoria, os filhos e filhas de Deus passam por vidas sucessivas e estas podem ser sofredoras ou alegres, dependendo dos carmas a serem pagos: colhe-se aquilo que se semeia. Quando o processo de desenvolvimento estiver bem evoluído ou adiantado, não é mais necessária a encarnação em corpos de carne, e essa só ocorre em casos de missão e auxílio aos irmãos em evolução: “amor sublime para com todos, e fidelidade plena a Deus”.
O “Pai” dirige tudo, e só Ele sabe o que acontece com cada filho, mas Ele precisa da nossa aceitação e ação, para poder intervir na evolução da sua criação.
O juiz de tudo é: primeiro, o próprio filho, que saberá, se cumpriu bem ou não, a sua missão, pelo remorso ou pela paz interior; segundo, os outros, mas não podemos julgar nossos irmãos. Os filhos (Espíritos), no plano espiritual, estabelecem as metas a serem cumpridas nas próximas vidas, ou aceitam as decisões e tarefas dos mais sábios, quando não podem ainda optar, pois são novos, ou possuem pesados carmas a serem pagos”.
Tem-se aqui a explicação do Mistério da Santíssima Trindade: “Um só Deus, em três pessoas distintas: Deus-Pai, Deus-Filho e Deus-Espírito-Santo”. Então a idéia de Deus aqui se refere ao “Todo”, como está claro na exposição anterior. Deus-Pai, o Espírito Incriado, não é o “Todo”, e nem está no “Todo”, mas é parte deste “Todo”. O que chamo de Deus é apenas o Pai. Em todas as correntes filosóficas sobre Deus existem verdades e sofismas. O mistério foi a saída ou fuga dos estudiosos, Teólogos ou não, pois não queriam se humilhar dizendo que não sabiam como explicar fatos e acontecimentos ainda inexplicáveis por causa da condição evolutiva do próprio Planeta Terra ou do gênero humano.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Seg, 13/Mar/2017 16:22 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Citação:
(Essa postagem foi feito num tópico do Viana, mas transferi para esse tópico, pois quero que fique publicada aqui no Portal).

Viana, um grande e fraternal abraço.
Para compreender o que aconteceu nas páginas da Bíblia e principalmente por intermédio do profeta Moisés é sim necessário estudar muito e compreender bem a Espiritologia.
Muitos Espíritos, que foram líderes de seus povos, após desencarnar começaram sim a proteger os próprios descendentes e foram confundidos como se fossem o único e próprio Espírito Santo de Deus.
Esse foi sim o caso do Jeová ou Iahweh, que sintonizou com o profeta Moisés, pois não foi Deus, mas o Espírito do Patriarca Abraão, que agiu sim para proteger os descendentes dele, que viviam como escravos no Egito.
Esse mesmo Espírito, após ter desencarnado em outra encarnação é lógico, quando viveu como o homem Judas Macabeu, agiu como o Tentador de Jesus, pois o objetivo dele era sim libertar o povo judeu do domínio romano. Ele queria sim repetir o feito realizado por intermédio de Moisés, mas Jesus tinha que aceitá-lo como se ele fosse o próprio Deus.
Como Jesus não estava atrás de um reino terreno, como o Moisés estava, então não houve sintonia perfeita entre o Espírito desencarnado e Jesus. Jesus considerou o Espírito como um tentador.
Veja nos endereços a seguir duas cartas que escrevi sobre esse assunto:
2ª carta João B. Libânio. 01/01/1993.
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=67830#p67830
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=67833#p67833
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=67834#p67834

Nessa carta só fiz referências a informações bíblicas.

9ª - Basílio, 25/12/1995 - 1º encontro Tentador de Jesus e um espírito das trevas:
viewtopic.php?f=12&t=4615&p=112491#p112491

Nessa outra carta eu relatei as minhas experiências vividas.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Seg, 13/Mar/2017 16:26 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos Foristas.
Citação:
(Essa postagem foi feito num tópico do Viana, mas transferi para esse tópico, pois quero que fique publicada aqui no Portal).

Viana, um grande e fraternal abraço.
Veja o que postei hoje no site do jornal O TEMPO:

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 19/12/2016.
Irineu Siqueira Neto. Paz plena.
Você escreveu em 9:02 PM Dec 17, 2016:
Citação:
“Prezados...
Vejamos como os seguidores kardecistas partem para debates semânticos em razão de sua condição desprovida de argumentação Bíblica.
Analisemos apenas dois debatedores, o Rosário e o Frazão, senão o comentário teria dois quilômetros.
O Rosário, como sempre, submete a Palavra de DEUS ao seu entendimento, por mais que este seja oriundo de necromancia onde não é possível saber com precisão a identidade do espirito que fala.”
Irineu, o primeiro e importante passo a ser dado para começar a compreender melhor a Bíblia é sim entender que a Bíblia não é a Palavra de Deus, pois a letra mata e o Espírito vivifica (Rm 2,29 e 7,6; 2Cor 3,6).
Irineu, realmente é muito difícil saber com precisão a identidade do Espírito que fala para um médium ou para um profeta e por isso torna-se necessário ter muito conhecimento sobre o assunto por meio de um profundo estudo da Espiritologia.
Foi por causa desta dificuldade que muitos Espíritos ainda imperfeitos e sedentos de sangue, e ou vingadores foram sim considerados como sendo o único e próprio Espírito de Deus nas páginas da Bíblia. Deus é sim infinitamente Perfeito (Mt 5,48) e plenamente Bom (Mt 19,17; Mc 10,18 e Lc18,19).
Irineu você escreveu:
Citação:
“Tomado por um afã desesperado para provar que o Evangelho de Lucas é falsificado, ele se atém às passagens correspondentes dos outros Evangelhos.
A diferença entre os Evangelhos é sinóptica, ou seja falam a mesma mensagem de prismas diferentes, e o Livro de Lucas é furto de uma apurada investigação:
Lucas 1: “1 Tendo em vista que muitos já se empenharam em elaborar uma narrativa histórica sobre os eventos que se cumpriram entre nós,
2 conforme nos transmitiram os que desde o princípio foram testemunhas oculares dos fatos e servos dedicados à Palavra,
3 eu, pessoalmente, investiguei tudo em minúcias, a partir da origem e decidi escrever-te um relato ordenado, ó excelentíssimo Teófilo.
4 E isso, para que tenhas plena certeza das verdades que a ti foram ministradas. Gabriel anuncia o nascimento de João.”
Irineu, você já deve ter estudado nos atuais sistemas de administração que quando existe a passagem de relatos ou notícias de uma forma verbal tudo vai sendo modificado de uma pessoa para outra e após a notícia passar por algumas pessoas tudo fica realmente bem diferente ou até mesmo completamente diferente.
Eu não tenho dúvidas que isso também aconteceu na minuciosa investigação de Lucas!
O relato do anúncio do nascimento de João Batista está em Lucas 1,11 a 22 e não em Lucas 1,4, conforme está na sua postagem.
Você escreveu:
Citação:
“Pelo princípio kardecista que a priori segue ciência, o livro de Lucas deveria ser o mais confiável”.
Irineu, não consegui entender essa sua tese, pois Lucas foi convertido por Paulo e ambos não conheceram o Jesus humano e por que o Lucas deveria ser mais confiável? Será se foi porque está escrito que ele fez pesquisas orais?
Veja o que já escrevi acima!
Você escreveu:
Citação:
“Embora todos nós saibamos que coerência não faz parte da doutrina do francês.
Daí ele despista falando que não chamou o Evangelho de Lucas de falsificado, e sim de inventado.”
Irineu, desde janeiro de 1980 eu me transformei num perscrutador da Verdade, pois descobri que tinha aprendido muitos princípios doutrinários como verdades indiscutíveis e que eram sim falsos ou errados. Digo que também que foi por causa de perscrutar a Verdade, que muitos Centros Espíritas fecharam as portas para mim, pois eu não substitui os conceitos de católicos e protestantes sobre a Bíblia para a Codificação de Kardec, então por estar na Codificação de Kardec para mim não é uma verdade indiscutível e absoluta.
Realmente não foi só o texto de Lucas 23,39 a 43 que foi inventado ou como você quer dizer “falsificado”, mas muitos outros textos bíblicos do Antigo e do Novo Testamento.
Para mim hoje, todos os livros do Novo Testamento, que foram copiados por alguém que tinha sim o interesse de endeusar o Espírito de Jesus foram sim falsificados nesse aspecto. Digo sim copiados porque ninguém possui os originais e no processo de copiar aconteceram acréscimos e alterações conforme o interesse do copista ou para agradar a quem tinha o poder de mandar.
(Continua).
Rosário. Paz plena. Responder - 1 - 0 - 1 hora atrás

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 19/12/2016.
Irineu Siqueira Neto. Paz plena...
(Continuação).
Você escreveu em 9:02 PM Dec 17, 2016:
Citação:
“Bem, como estamos falando de um Livro Canônico, e se um trecho dele foi inventado, então, logo, é falsificado!”
Irineu, quem por primeiro considerou o livro de Lucas como Canônico foi sim a Igreja Católica e os protestantes seguiram o que fez a Igreja Católica com relação aos livros do Novo Testamento.
Você escreveu:
Citação:
“Seria pela fato de esta passagem da Escritura deixa manifesto que DEUS se ofende com o pecado do homem, desta forma lançando por terra tanto o que defende o Rosário com suas verborrágicas cartas, e também o que disse o Chaves no artigo em questão?””
Irineu, você ainda não tem condições e nem capacidade de compreender as minhas cartas e por isso sempre faz citações delas com intuito depreciativo.
Agora você aceita tudo o que já escrevi em vidas passadas, cujos escritos foram incluídos nas páginas da Bíblia.
Eu só passei a escrever as minhas cartas para deixar tudo muito bem registrado e para não vir outros tentando escrever o que passei a receber de revelações da Espiritualidade e também das experiências que passei a viver, após janeiro de 1980. Sei que, por enquanto, tudo isso para você não vale nada e é sim pura heresia ou blasfêmia.
Irineu sobre o texto de Romanos 5,15 a 19 eu digo que esse texto foi sim um dos absurdos erros doutrinários do apóstolo Paulo.
Agora digo também que ao apóstolo Paulo, que foi o único seguidor de Jesus que foi convertido pelo Espírito de Jesus, então foi sim um acontecimento mediúnico, como está escrito em Atos 9,1 a 18, eu entendo mito bem. Ele era um perseguidor e foi convertido por Jesus, então ele julgou que foi convertido ou salvo de graça, pois não tinha feito nada na vida presente para ser salvo por Jesus, mas ele tinha sim as vidas passadas dele e sobre essas vidas eu não sabia de nada mesmo. O Paulo também foi criado na lei dos sacrifícios de sangue para resgate de pecados, então para o Paulo Deus só perdoava pecados por meio dos sacrifícios de sangue e por isso ele defendeu a doutrina do sacrifício da cruz como o sacrifício perfeito.
Mas não consigo mais entender a cegueira dos cristãos, que continuam defendendo a redenção da humanidade por meio do sangue de Jesus derramado na cruz.
Rosário. Paz plena.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sáb, 20/Mai/2017 23:06 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço. Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 03/11/2014, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... s-1.941484
Publicado no dia 03/11/2014.
1 - Todo ser humano que realmente deseja buscar e compreender a Verdade tem que se libertar dos ensinamentos dogmáticos, que bitolam a liberdade de pensar e que foram ensinados como verdades indiscutíveis, mas foram impostos a ferro e fogo no passado por pessoas, que ainda possuíam um conhecimento muito rudimentar sobre Deus, sobre a Vida, sobre a missão salvífica de Jesus e finalmente sobre a própria Bíblia. Vou postar aqui uma das minhas cartas, que foram escritas para diversas pessoas, pois o meu objetivo é sim esclarecer aqueles que buscam a Verdade e o autoconhecimento com liberdade:
Belo Horizonte, 07 de Abril de 2000. Dom Frei Boaventura Kloppenburg ofm,...
Esse carta já está divulgada aqui no Portal e está nesses endereços:
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=92006#p92006
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=92076#p92076
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=92077#p92077
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=92124#p92124
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=92258#p92258
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=92259#p92259
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=92260#p92260
Publicado no dia 03/11/2014. João Frazão. Uma das maiores dificuldades para muitos estudiosos da Bíblia para compreender e entender a própria Bíblia é a aceitação de um dos grandes erros contidos na Bíblia sobre Deus, pois existem no Antigo Testamento muitos sacrifícios de sangue para conseguir o perdão de Deus para os pecados homens e por isso Saulo ou Paulo considerou que o sangue de Jesus derramado na cruz foi o sacrifício perfeito para resgatar a humanidade do poder do pecado!
Publicado no dia 03/11/2014. Carlos Michalski. Você escreveu: “Antes me responda o que nem você nem o Rosario responderam: por que Jesus NÃO ESCREVEU”...
Realmente Jesus não escreveu nada, mas essa pergunta você teria que fazê-la ao Espírito de Jesus e não a nós aqui.
E você repetiu a pergunta: “Por que "Jesus não escreveu" mas você e seus colegas querem "tirar ensinamento" de passagens que não tem nenhum fundamento ?”
Isso parece até brincadeira de sua parte! O que se sabe hoje é que Jesus não escreveu nada, outros escreveram dizendo que ele disse.
Você continuou escrevendo: “A Biblia "não presta",dizem vocês,porque "Jesus não escreveu" !!!!!!”
Eu nunca disse isso. Veja a introdução, que foi escrita em 29/09/2004, de um trabalho, que já divulguei nesse site do jornal O TEMPO, onde deixo muito claro que os erros são sim de pessoas que não entenderam ainda a Bíblia: “Pedi e vos será dado; buscai e achareis; batei e vos será aberto; pois todo o que pede recebe; o que busca acha e ao que bate se lhe abrirá” (Mt 7,7 e 8.). É meu desejo que quem for ler esta minha 5ª Apostila e ainda não leu as outras quatro anteriores, então pare e vá primeiro ler as outras, pois assim ficará mais fácil o entendimento de tudo o que está sendo divulgado aqui. A Bíblia Sagrada, que é o livro sagrado para judeus e cristãos, é uma fonte inesgotável de ensinamentos e sabedoria. A Bíblia sempre tem razão, pois nela está tudo muito claro. Os erros, que parecem que estão na Bíblia, não são da Bíblia, mas daqueles que não entenderam a Bíblia e disseram, como ainda dizem que a Bíblia é a palavra de Deus. Muitos espertalhões utilizaram e utilizam da Bíblia para enganar e explorar os próprios irmãos. Existem muitos falsos Cristos e falsos profetas que tentarão enganar até aos eleitos (Mt 24,24) e muitos espíritos agiram como ainda agem de uma maneira não correta e nem para o BEM, assumindo ou usurpando o lugar de DEUS. “Aqui é preciso discernimento! Quem é inteligente calcule o número da Besta, pois é um número de homem: seu número é 666!” (Ap 13,18). “Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei minha Igreja, e as portas do Inferno nunca prevalecerão contra ela” (Mt 16,18). Veja que existem muitos falsos profetas que fundam novas igrejas e ainda afirmam que a nova igreja é a verdadeira e é a única Igreja de Jesus. Estes agem de uma forma contrária à própria Bíblia (Mt 24,23 a 25).
Publicado no dia 03/11/2014. Carlos Michalski. Veja mais um texto da introdução citada na postagem anterior, quando citei textos bíblicos de espíritos, que só serão bem compreendidos por meio de um ótimo conhecimento da Espiritologia (palavra que indica o estudo sobre a forma de agir dos espíritos):
Agora se for tomando conhecimento de tudo de uma forma lenta, segura e constante o aprendizado será muito mais útil e melhor absorvido, e não existirá mais nenhum perigo de sofrer fulminantes ataques das “Trevas” ou até mesmo a intensa emoção e vibração pela presença da LUZ. Leia e entenda bem a carta de 05/05/1997, escrita para o Leonardo Boff. Aqui se adapta muito bem este provérbio popular: “Esmola demais, até o santo desconfia”. Veja alguns exemplos destes ataques nas páginas da Bíblia Sagrada: a) “Saulo ergueu-se do chão. Mas, embora tivesse os olhos abertos, não via nada. Conduzindo-o, então, pela mão, fizeram-no entrar em Damasco. Esteve três dias sem ver, e nada comeu nem bebeu” (At 9,8 e 9).
b) “Disse-lhe então Pedro: “Ananias, por que encheu Satanás o teu coração para mentires ao Espírito Santo, retendo parte do preço do terreno?” Ao ouvir estas palavras, Ananias caiu e expirou” (At 5,3 e 5).
c) “Retrucou-lhe Pedro: “Por que vos pusestes de acordo para tentardes o Espírito do Senhor? Eis à porta os pés dos que sepultaram teu marido; eles levarão também a ti”. No mesmo instante ela caiu a seus pés e expirou” (At 5,9 e 10a).
d) “Eis que ficarás mudo e sem poder falar até o dia em que isso acontecer, porquanto não creste em minhas palavras, que se cumprirão no tempo oportuno” (Lc 1,20).
e) “Caríssimo, não acrediteis em qualquer espírito, mas examinai os espíritos para ver se são de Deus, pois muitos falsos profetas vieram ao mundo” (1Jo 4,1).
f) “Quando chegavam à eira de Quidom, Oza estendeu a mão para segurar a Arca, porque os bois faziam-na cair. Então a ira de Deus se inflamou contra Oza e o feriu, por ter colocado a mão na Arca; Oza morreu lá, diante de Deus. Davi ficou desgostoso porque Iahweh fulminou Oza, e deu a este lugar o nome de Farés-Oza, que conserva até hoje” (1Cr 13,9 a 11). O mesmo assunto está escrito em 2Samuel 6, 3 a 8.
g) “Naquele mesmo dia Sara teve de ouvir insultos de uma serva de seu pai. Ela fora dada sete vezes em casamento, e Asmodeu, o pior dos demônios, matara seus maridos um após o outro, antes que se tivessem unido a ela como esposo. A serva lhe dizia: “És tu que matas teus maridos! Já foste dada a sete homens e não foste feliz sequer uma vez!”” (Tb 3,7 e 8.).
h) “Ficaram ambos cheios de espanto e caíram com a face em terra, com grande temor. Quando se reergueram, não o viram mais” (Tb 12,16 e 21a).
i) “Certamente morreremos,” disse Manué à sua mulher, “porque vimos a Deus” (Jz 13,22).
j) “Então caiu o fogo de Iahweh e consumiu o holocausto e a lenha, secando a água que estava no rego” (1Rs 18,38). “Elias respondeu e disse ao chefe dos cinquenta: “Se eu sou um homem de Deus, que desça fogo do céu e te devore a ti e aos teus cinquenta”, e um fogo desceu do céu e o devorou, a ele e aos seus cinquenta” (2Rs 1,10). A mesma cena se repetiu em 2Reis 1,12. A Bíblia sempre teve e tem razão, o problema são aqueles que interpretam a Bíblia a seu bel prazer e até negam o que está escrito na própria Bíblia quando é para o próprio interesse. Peço para que sejam analisados estes dois trechos: “Responderam-lhe: “Era um homem vestido de pêlos e com um cinto de couro ao redor dos rins”. E disse o rei: “É Elias, o tesbita!” (2Rs 1,8) e também: “João usava um roupa de pêlos de camelo e um cinturão de couro em torno dos rins. Seu alimento consistia em gafanhotos e mel silvestre” (Mt 3,4). Veja que a descrição é a mesma e fica claro a existência da grande semelhança entre os dois homens. Eu já não tenho mais dúvida que trata-se de duas encarnações do mesmo espírito. Leia o item 8 da carta de 07/04/2000, escrita para o Bispo Dom Boaventura e tome as suas decisões.
l) “De lá subiu a Betel; ao subir pelo caminho, uns rapazinhos que saíram da cidade zombaram dele, dizendo: “Sobe, careca! Sobe, careca!”. Eliseu virou-se, olhou para eles e os amaldiçoou em nome de Iahweh. Então saíram do bosque duas ursas e despedaçaram quarenta e dois deles” (1Rs 2,23 e 24).
m) “Sodoma e Gomorra: “Quando o sol se erguia sobre a terra e Ló entrou em Segor, Iahweh fez chover sobre Sodoma e Gomorra, enxofre e fogo vindos de Iahweh, e destruiu essas cidades e toda a Planície, com todos os habitantes da cidade e a vegetação do solo” (Gn 19,23 a 25).
n) “Eles, porém, não o receberam pois caminhava para Jerusalém. Em vista disso, os discípulos Tiago e João disseram: “Senhor, queres que ordenemos desça fogo do céu para consumi-los?”. Ele, porém, voltando-se, repreendeu-os” (Lc 9,53 a 55).
Publicado no dia 04/11/2014.
Chaves. Realmente é muito difícil falar sobre assuntos relativos às doutrinas religiosas. Todo ser humano aprendeu e continua aprendendo os primeiros ensinos relacionados à fé religiosa e ou às doutrinas religiosas de uma forma bem infantil, pode-se até dizer que é como a história sobre o Papai Noel, que traz os presentes do Natal (eu aprendi que quem trazia os presentes era o próprio menino de Jesus, mas ele só fazia isso para quem acreditasse nele e para os outros, que não acreditavam nele, então recebiam os presentes do Papai Noel). E como toda criança cresce então ela logo aprende o processo em torno do Papai Noel, mas continua fazendo a mesma enganação para com os seus futuros filhos; o mesmo não acontece com relação aos ensinos religiosos, pois quando as perguntas mais complicadas para as catequistas de cada religião as crianças não recebem as devidas explicações, pois também as catequistas não sabem como responder e nem os pregadores, pois estes ainda são os mais envolvidos pela fé, que cega a todos os crentes. Cada líder religioso de grupos pequenos ou grandes de fiéis muitas vezes está mais preocupado com as entradas dos valores pecuniários dos dízimos e das ofertas do que pela própria Verdade daquilo que ensinam para os seus fiéis. Toda a vez que algum membro de qualquer igreja tenta compreender mais sobre aquilo que lhe foi ensinado, então logo recebe respostas ameaçadoras para tomar cuidado com as blasfêmias e heresias, que podem levar a pessoa para o inferno de onde nem Deus o poderá salvar; isso realmente causa medo em qualquer pessoa. E assim as religiões continuam vendendo o céu sem nunca entregá-lo a nenhum cliente, que pagou altos valores para comprar o céu volta para reclamar do pregador e se voltar em algumas igrejas são logo chamados de demônios e em outras, quem leva o peso da denúncia é a pessoa, que a recebeu, pois essa é chamada de louca ou histérica. Por tudo isso, José Reis Chaves, continua cutucando com vara curta a todos aqueles que precisam entender e divulgar a Verdade com honestidade, sinceridade e hombridade. (Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sáb, 20/Mai/2017 23:34 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 03/11/2014, que está nesse endereço (Continuação):
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... s-1.941484

Publicado no dia 04/11/2014.
Vou divulgar aqui a carta que escrevi sobre a primeira sintonia com o Espírito do Mestre Jesus em 04/08/1992, que está nesse endereço:
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=65927#p65927

Publicado no dia 04/11/2014.
Wlamir. Você escreveu na postagem de 2:26 PM Nov 03, 2014: “Já foi e é um tema bem discutido ( o das adulterações da Biblia com o passar dos tempos) para adequação a dogmas teologicos e a poder da igreja”.
Eu, após tomar conhecimento prático e teórico da Doutrina Espírita, entendi muito bem que os Espíritos nos dirigem (ver perguntas e respostas de números 456 a 557) e passei a compreender muito melhor a Bíblia, pois ficou muito claro para mim que o próprio Espírito de Jesus foi quem converteu o apóstolo Paulo (Atos 9,1 a 18) e o acompanhou pelo resto da vida dele, como também orientou aos outros apóstolos, mas de uma forma menos intensa do que a do Paulo: Paulo foi sim um verdadeiro médium do Espírito de Jesus. Já nos séculos seguintes, quando muitos dos seguidores de Jesus, já como Espíritos desencarnados continuaram agindo próximos aos seguidores de Jesus e as discussões doutrinárias começaram a existir, surgindo muitas heresias, que eram combatidas pela linha ortodoxa. Para colocar um fim nas discussões estéreis e sem fim sobre as tais presenças dos Espíritos desencarnados, chegou-se à conclusão que seria ótimo para aquele momento colocar um fim nas discussões doutrinárias impor o dogma do Deus Uno e Trino, criando assim um único nome para todas aquelas sintonias espirituais que eles sentiam: a terceira pessoa do Mistério da Santíssima Trindade. Finalizando sobre os livros bíblicos, que conhecemos na atualidade, faço apenas essa observação: Os tais originais nunca existiram, pois tudo o que conhecemos hoje foi sim fruto de um intenso e constante trabalho em busca da compreensão e divulgação da Verdade. Cito ainda que nos primeiros tempos bíblicos não havia nada escrito e tudo era sim passado de pai para filho por via oral, mas sempre pela orientação e controle da própria Espiritualidade.

Publicado no dia 04/11/2014.
Carlos Michalski. Com sinceridade não entendi o seu “mas...”! Agora se o seu “mas” é tentar dizer que não concorda com o que eu escrevi, então deveria ao menos fazer uma referência ao que foi escrito. Você tem todo o direito de dizer que blasfemo, que sou enganado por “demônios” e etc. Agora já disse e volto a dizer que só passei a divulgar tudo o que me foi passado pelos Espíritos, inclusive o Espírito de Jesus, que sintonizou perfeitamente comigo pela primeira vez nos dias 25 e 26/11/1983. Ninguém precisa aceitar ou concordar com isso, mas eu apenas divulgo o que vivi, pois passei sim a ter um compromisso para com a Verdade (Jo 16,13) e ninguém precisa acreditar no meu testemunho (Jo 3,11). Lembra que a letra mata e o Espírito vivifica.

Publicado no dia 04/11/2014.
O primeiro passo que cada pessoa deve dar para começar a compreender a Verdade é sim entender que a Bíblia não é a palavra de Deus, mas um conjunto de livros, que foi escrito por diversas pessoas e inspirados por Espíritos semelhantes ao nível evolutivo do autor e que cada compilador ou tradutor, que também tinha sim a orientação ou inspiração de algum Espírito, fez seus acréscimos ou eliminações de interesses dele mesmo ou de algum líder religioso ou cível. Mas também nunca se pode esquecer que a Espiritualidade sempre esteve no leme de todo o processo evolutivo do Planeta Terra. É por tudo isso que digo: “A Bíblia nos mostra o caminho para o nosso aperfeiçoamento (Mt 5,48), quando vivemos com AMOR para com todos”.

Publicado no dia 06/11/2014.
Luciano. Realmente cada líder religioso ligado ao cristianismo, com raríssimas exceções, diz com toda a convicção de que está sendo orientado pelo Espírito Santo, a terceira pessoa da Santíssima Trindade, que foi sim um dogma criado pelo catolicismo no século IV e é seguido por todas as religiões do protestantismo e do pentecostalismo. Agora o pior de tudo foram e ainda são as guerras em nome desse Espírito Santo e ele não faz nada para ensinar a todos que Jesus realmente veio nos ensinar a perdoar sempre e a amar a todos como ele nos amou.

Publicado no dia 06/11/2014.
Autorredenção ou Heterorredenção? Uns acreditam na salvação pela graça, então Deus faz acepção de pessoas, pois dá a graça para uns e para outros não. Existem outros que acreditam na fé em Jesus como o único Salvador e estes julgam que Deus só perdoou a humanidade porque alguns homens pregaram Jesus numa cruz. Eu já discordo destes todos, pois, para mim, a missão redentora de Jesus não está baseada no sangue derramado na cruz, após um vil e traiçoeiro julgamento. Essa posição só é compreendida, quando é tomada pelos fanáticos e cegos crentes. São Paulo é um dos grandes defensores da heterorredenção, mas ele tinha que ensinar como ensinou, pois foi o primeiro grande perseguidor religioso dos cristãos. São Paulo deve ter vivido terríveis dramas de consciência por causa de suas passadas perseguições aos companheiros de fé, e por isso jogou toda a “culpa do pecado” em Adão e o “crédito da redenção” em Jesus. O julgamento e a condenação à morte de cruz do grande missionário Jesus de Nazaré foi por causa do ciúme, inveja, despeito e orgulho ferido dos líderes religiosos, que não souberam compreender, entender, amar e perdoar. A missão redentora de Jesus está em seus ensinamentos de vida, de perdão, de amor, do servir e de libertação. Como cada ser humano fez e faz uma “imagem e um conceito de Deus” igual a ele mesmo, temos então muitas idéias falsas e até mesquinhas sobre Deus. Por isso é que dois autores bíblicos escreveram sobre o “drama do Getsêmani”, como se fosse da vontade e até exigência de Deus. Isso é fruto de pensamentos imperfeitos ou bitolados, pois chegaram a pensar que Deus só perdoaria o gênero humano, se os próprios homens matassem o seu único Filho. É quase a mesma idéia de um pai, que tem dois filhos e que teve um deles assassinado, e esse pai só perdoaria ao assassino, se ele matasse o seu outro filho, que estava vivo. Que imensa irracionalidade e ignorância mesmo! Que falta de compreensão e sabedoria de todos os que se intitularam e se intitulam, na terra, de representantes de Deus, o perfeito! Mas isso aconteceu, porque os primeiros cristãos não tinham como explicar por que “DEUS” permitiu ou deixou que Jesus morresse na cruz. Então passaram a defender que foi a vontade ou até uma exigência de Deus, já que o homem não tinha como pedir perdão de sua imensa culpa, que foi a desobediência do ignorante e ingênuo casal Adão e Eva. Nos Evangelhos, vemos o ensino da autorredenção, como se segue: Parábola dos Talentos (Mt 25,14 a 30): ganham aqueles que trabalharam; isso é merecimento, após o trabalho e a dedicação. Parábola das Minas (Lc 19,11 a 27): será colocado sobre muito aquele, que foi fiel no pouco. São necessários o esforço próprio e a fidelidade. Julgamento Final (Mt 25,31 a 46): são convidados para entrarem e tomarem posse do Reino dos Céus aqueles que visitaram, vestiram, alimentaram, ajudaram e deram de beber; isto é prêmio, conquista e autorredenção. Parábola das Virgens (Mt 25,1 a 13): entraram para as bodas as virgens que possuíam azeite em suas lâmpadas; isto é merecimento e obra própria. Parábola do Bom Samaritano (Lc 10,30 a 37): quem amou o próximo foi o samaritano, e Jesus disse: “Vai, e também tu faze o mesmo”. Isto é autorredenção. Os Servos Vigilantes (Lc 12,35 a 40): é necessário vigiar e orar; isso é autorredenção. O Fariseu e o Publicano (Lc 18,9 a 14): é necessário humilhar-se, e não ser orgulhoso, vaidoso e prepotente. Isso é algo, que representa esforço próprio. “Disse, então, Jesus: “Nem eu te condeno. Vai, e de agora em diante não peques mais”” (Jo 8,11): é necessário não pecar mais e buscar o aperfeiçoamento. Amai-vos uns aos outros como eu vos amei (Jo 15,12): é necessário por em prática o mandamento do amor. “Isto vos mando: amai-vos uns aos outros” (Jo 15,17): Jesus ensinou o caminho da autorredenção. A Eficácia da Oração (Mt 7,7 a 11 e Lc 11,9 a 13): é necessário pedir, buscar, bater e isso é ação, é autorredenção. Perdão das Ofensas (Mt 18,22): perdoar sempre. “Jesus respondeu-lhe: “Não te digo até sete, mas até setenta e sete vezes””: é necessário perdoar; isto é esforço próprio. Parábola do Devedor Implacável (Mt 18,23 a 35): é necessário perdoar, e só perdoa quem foi ofendido. Quem se ofende ainda não é perfeito, mas está se aperfeiçoando. E perdoa-nos as nossas dívidas, como também nós perdoamos aos nossos devedores (Mt 6,12): é necessário perdoar. Só não aceita a autorredenção quem não quer ver e entender, ou tem outros compromissos, que não são com a plenitude da VERDADE, ou mesmo tem a consciência pesada... E só vê a possibilidade da salvação no sacrifício e no sangue de Jesus, já realizado pela heterorredenção. E quem pensa
assim tem que aplaudir e agradecer muito mesmo aos responsáveis por todo o drama vivido por Jesus e por todos os crimes cometidos contra ele, culminando com a morte de Jesus na cruz. (Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 21/Mai/2017 10:02 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 03/11/2014, que está nesse endereço (Continuação e final):
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... s-1.941484

Publicado no dia 06/11/2014.
Carlos Michalski e João Frazão. A minha forma de falar sobre 1 Coríntios 12, após o meu nascimento do alto (João 3,3 e 7), ficou até muito explicativa, pois o Paulo não entendeu como age o Espírito Santo de Deus e nem como agem todos os Espíritos, o Paulo não conheceu a ciência da Espiritologia. Ninguém precisa aceitar a minha forma de ensinar nessa minha atual encarnação, mas só podemos falar sobre aquilo que sabemos e testemunhar o que vimos (João 3,11). Veja o que escrevi sobre Paulo, após ler o livro ‘Teologia da Libertação – Perspectivas’, do teólogo Gustavo Gutiérrez: Neste livro e em todos os livros sobre estudos bíblicos e teológicos existem muitas citações das epístolas de Paulo de Tarso, que antes era conhecido pelo nome de Saulo (Atos 7,58), quando ele comandou o apedrejamento de Estevão e (Atos 9), quando ele foi convertido pelo Espírito de Jesus e que passou a ser chamado de Paulo (Atos 13,9). Ele, o Paulo, foi educado na lei de Moisés, na qual constavam os rituais de sacrifícios de sangue (Lv 1 a 10; 1Sm 1,21; 1Rs 8,62 e 63; Lc 2,23 e etc.) e Paulo passou a considerar a morte de Jesus na cruz como o sacrifício perfeito para redimir o gênero humano do poder do pecado. Para Paulo de Tarso todos os homens morreram em Adão e receberam a vida em Cristo (1Cor 15,21 e 22); Jesus entregou-se por nós a Deus como sacrifício (Ef 5,2); Cristo morreu por nossos pecados (1Cor 15,3) como um sacrifício único pelos pecados (Hb 10,12). A função do sacerdote para o Paulo era a de oferecer dons e sacrifícios pelos pecados (Hb 5,1). Como se vê Paulo, que foi educado na lei do sacrifício, aceitou e ensinou que a morte de Jesus foi sim um sacrifício perfeito. Por meio das epístolas de Paulo foi iniciada a construção do labirinto mental e teológico sobre a missão salvífica de Jesus, como também sobre Deus, a Vida e a Verdade. A conversão do perseguidor, Saulo ou Paulo, dos seguidores de Jesus para o grupo dos discípulos de Jesus foi sim por intermédio de uma intervenção do Espírito de Jesus (Atos 9,1 a 18) e Paulo ficou cego e sem comer e beber por 3 dias (Atos 9,9). Para alguém compreender bem o Paulo, que foi o único seguidor de Jesus, que foi convertido por Jesus em Espírito, precisa sim viver ou ter vivido algo semelhante ao que foi vivido por Paulo. Eu passei a compreender muito bem a experiência vivida por Paulo e o repentino processo de conversão dele porque vivi também experiências semelhantes, mas que duraram mais tempo (Janeiro de 1980 a 20 de Novembro de 1984) porque nenhum membro da hierarquia da Igreja me compreendeu ou me deu auxílio. Mas eu recebi o auxílio da Espiritualidade, inclusive dos Espíritos de Jesus e de Deus.

Publicado no dia 06/11/2014.
Carlos Michalski e João Frazão. Depois que passei a viver experiências místicas ou mediúnicas passei a compreender muito mais a própria Bíblia. João foi realmente um médium do Espírito de Jesus e quando ele escreveu, ele estava sim sintonizado perfeitamente com o Espírito de Jesus, mas Jesus nunca cassou a liberdade dele. Falar e compreender sobre o Evangelho de João 14, após ter conhecido a Doutrina Espírita na prática e na teoria, ficou muito fácil. Vou divulgar aqui um texto da carta, que escrevi em 15/11/1991 para o bispo Dom Benedito de Ulhoa Vieira, mas faço essa observação para o bispo eu falei que o médium era Jesus, mas aqui já expus com clareza, pois o médium foi sim o apóstolo João:
'Toda essa carta está nesse endereço':
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=91778#p91778

Publicado no dia 08/11/2014.
João Frazão. Até ao ano de 1980, quando eu ainda estava preso aos ensinamentos dogmáticos, eu não conseguia entender muitos trechos bíblicos e também não encontrava ninguém que me desse alguma explicação racional e teológica sobre os mesmos. Após a minha libertação dos princípios dogmáticos consegui entendê-los muito bem e por isso comecei a fazer muitas indagações por cartas aos teólogos. E aqui vou divulgar o início e mais dois textos de uma carta escrita para um padre, que ficou sem resposta: Belo Horizonte, 05 de Fevereiro de 1996. Padre X, paz e amor, são os votos do amigo e companheiro em Cristo Jesus.
'Toda essa carta está nesse endereço':
viewtopic.php?f=12&t=3813&p=85209#p85209

Publicado no dia 09/11/2014.
Doutor Chimbinha. Digo que até hoje não encontrei nenhum teólogo que fala sobre DEUS, que é o objetivo único da Teologia. Todos os teólogos estudam a história da Teologia e das religiões, então eles não são teólogos, mas historiadores das Religiões e da Teologia. Desde 1986, comecei a fazer o estudo correlacionado com a Teologia para falar sobre Deus, mas não encontrei nenhum teólogo que mantivesse diálogo comigo, todos eles silenciaram, apenas os que são cegados pela fé ficam tentando enganar e provar a enganação, que aprenderam e os primeiros enganados são eles mesmos.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 17/Ago/2017 23:02 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 12/01/2015, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... o-1.972575

Bento XVI – Santíssima Trindade.
viewtopic.php?f=12&t=5819&p=142931#p142931

Bento XVI – Paulo de Tarso.
viewtopic.php?f=12&t=4946&p=142924#p142924

Publicado no dia 13/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu na postagem de 11:04 AM Jan 12, 2015: “Genesis,um livro frequentemente escarnecido,tem um belo simbolismo e um mistério oculto,misterio que é,para muitos uma armadilha para o espirito do homem,sempre exigindo que a Biblia fale de Física Quantica ou orbitais spdf.O homem que escarnece de Genesis tem 'algo" que o condena perante Deus,...assumir que Deus quer dizer algo,algo que exige mais do que ciência,exige reverência.Há muitas coisas em Genesis para testar a "disposição espiritual" do homem,não seu "conhecimento",...entendes Nestor..?!” Isso realmente prova tudo o que muita gente defende sobre a criação, que foi iniciada por Deus e depois o processo da evolução do conhecimento individual e coletivo de todos os “espíritos criados” simples e ignorantes. Os que evoluem são os espíritos criados e não o Espírito Santo de Deus, agora também evolui o conhecimento e o entendimento dos seres humanos sobre Deus. No Antigo Testamento existe o conceito de um Deus guerreiro e sedento de sacrifícios de sangue em muitos textos do mesmo, já no Novo Testamento Jesus nos ensinou a compreender a Deus como um Pai perfeito (Mt 5,48) e bom (Mt 19,17). Agora os seguidores de Jesus não conseguiram compreender a missão de Jesus, que veio nos ensinar (processo evolutivo do conhecimento e entendimento) o perdão e o amor, e passaram a justificar a morte de Jesus na cruz como um sacrifício perfeito para a redenção do gênero humano. E assim pouco tempo depois os cristãos esqueceram-se do perdão e do amor e passaram a impor a ferro e fogo o batismo cristão a todos os povos que foram conquistando em sangrentas batalhas... Chegando ao cúmulo de oferecer os povos vencidos a escolha entre o batismo cristão ou a morte pela espada... Mas veja também quantos povos foram passados ao fio da espada pelos israelitas sob o comando de Josué (Js 1 a 12) e foram 31 reis e seus povos (Js 12,24). Outro grave erro de todos os seguidores da Bíblia foi o de aceitá-la como sendo a Palavra de Deus.

Publicado no dia 14/01/2015.
Diego Romualdo. Um abraço. Na sua postagem de 1:33 PM Jan 12, 2015 você escreveu: “Olá Luciano. Tem um assunto interessante que gostaria de compartilhar com vocês. Embora se guardem as particularidades científicas, descobriu-se que todos os seres humanos hoje existentes possuem o mesmo DNA mitocondrial, que só é transferido ao filho pela mãe. Será que essa teoria é consistente com a narrativa bíblica de Eva (a mãe de toda a humanidade)?” Faço aqui apenas essa pergunta: Com quem Caim se casou? Conforme o relato bíblico Caim se casou (Gn 4,17), mas até aquele momento Adão e Eva só tinham dois filhos: Caim e Abel. Após o casamento de Caim foi que Adão e Eva tiveram o 3º filho: Set (Gn 4,25). E Adão e Eva só tiveram filhas depois do nascimento de Set (Gn 5,4). Então fica a pergunta: Com quem se casou Caim (Gn 4,17)?

Publicado no dia 14/01/2015.
Carlos Michalski. Você escreveu em sua postagem de 10:43 PM Jan 12, 2015 o seguinte: “Nestor.O que Deus criou ou soprou em "nossas narinas" foi espirito(ruach) concordo,Sabemos algo sôbre "espirito"? Seria o Espirito de Deus da mesma composição do nosso "espirito"?” Então faço essa pergunta: Qual relato da criação é o verdadeiro: de Gênesis 1,27, quando Deus criou o homem e a mulher ao mesmo tempo ou o de Gênesis 2,7 e 22, quando Deus primeiro criou o homem e depois a mulher da costela retirada de Adão?

Publicado no dia 14/01/2015.
Diego Romualdo. Um abraço. Na sua postagem de 1:25 PM Jan 13, 2015 você escreveu: “Será que Jesus entendia o Pai como um Deus mau e sanguinário ou como um Deus justo? Será que Jesus desprezou as Escrituras ou entendeu-as como divinamente inspiradas e dignas de confiança? Não eram elas que atestavam ser Jesus o filho de Deus (João 5.39)? Abraços”. Deus nunca foi mau e nem sanguinário. O que realmente existe é sim uma imensa ignorância sobre a Espiritologia, pois muitos Espíritos desencarnados atuaram nos relatos bíblicos do Antigo Testamento e foram considerados como sendo o próprio Espírito Santo de Deus. O Espírito que se aproximou de Moisés foi sim o Espírito do Patriarca Abraão, que orientou para eliminar todos os povos que habitavam na Palestina (Vide o que fez Josué 1 a 12, que passou pelo fio da espada 31 reis e seus povos (Jz 12,24), desde o mais velho até ao recém-nascido) na conquista da Palestina e não o Espírito Santo de Deus, que é perfeito (Mt 5,48) e bom (Mt 19,17) e nem faz acepção de pessoas. Quem apareceu para o profeta Isaías e o orientou foi sim o Espírito do rei Ozias e não o Espírito Santo de Deus (Is 6). Agora na época de Jesus pouco se sabia sobre a Verdade e por isso o próprio Jesus anunciou a vinda do Espírito da Verdade (Jo 16,13), pois ele sabia que nem os apóstolos estavam em condições de compreender e entender a Verdade, que liberta (Jo 8,32).

Publicado no dia 14/01/2015.
Diego Romualdo. Um abraço. Na sua postagem de 1:25 PM Jan 13, 2015 você escreveu: “Por outro lado, o Jesus que a humanidade conhece é aquele que a Bíblia oferece. E o Jesus que a Bíblia oferece reconhece o Antigo Testamento e os profetas como sendo Palavra de Deus (Lc 4.16-22)”. Interessante, pois no texto citado Jesus só fala em passagem da Escritura, mas não fala que é a Palavra de Deus. E noutro texto de Mateus 19,8 Jesus fala que o divórcio foi uma lei de Moisés: “Ele disse: “Moisés, por causa da dureza dos vossos corações, vos permitiu repudiar vossas mulheres, mas desde o princípio não era assim””. Para mim fica claro que a Escritura não era e não é a Palavra de Deus.

Publicado no dia 14/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 5:15 PM Jan 13, 2015: “Rosário Americo,pelas pragas do Egito,com todo o respeito,você quer dizer,ousa dizer que o Deus do AT está disvinculado do Jesus do NT..?!!!?” O que realmente existe é o processo evolutivo do conhecimento individual e coletivo sobre tudo e principalmente sobre o Espírito Santo de Deus, que não é o Deus Espírito como sendo a 3ª Pessoa da Trindade imposta como dogma pelos cristãos ou católicos no século IV da Era Cristã. Digo ainda que Jesus teve sim a sintonia perfeita com o Espírito Santo de Deus, mas o mesmo não aconteceu com o profeta Moisés, pois quem se aproximou do profeta Moisés na sarça ardente (Ex 3) foi o Espírito do Patriarca Abraão, que desceu para proteger e libertar dos descendentes dele da escravidão no Egito e não o Espírito Santo de Deus.

Publicado no dia 14/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 5:15 PM Jan 13, 2015: “VOCÊ ESTÁ QUEBRANDO A MATRIZ JUDAICO CRISTÃ DO CRISTIANISMO ? Me perdoe,isso é teologia espirita para espiritas e principiantes no "kindergarten"”. Eu já não aceito que você fala que é uma teologia espírita, pois este é um ponto de vista meu e não da Doutrina Espírita. Vou citar aqui o início da minha segunda carta para o teólogo João Batista Libânio: Belo Horizonte, 01 de Janeiro de 1993. Caro amigo e companheiro em Cristo Jesus, nosso Mestre. Padre João Batista Libânio, a busca da Verdade libertadora e sua divulgação é uma responsabilidade de todos nós: os filhos(as) de Deus. Quem encontra a Verdade torna-se livre, compreensível, humilde e está repleto de amor, paz, bondade e sabedoria: é um mestre pronto a ajudar a todos e a ensinar a todos aqueles que querem aprender consciente e livremente. Fiquei muito contente mesmo em receber sua resposta, mesmo que não tenha exposto suas opiniões sobre minhas colocações, mas a sua atenção muito me confortou. Quero deixar claro que dentro da minha tese: “Deus Não Perdoa Nunca”, a qual defendi em minha carta anterior, não existe “pecado” (= ofensa contra Deus) e por isso não existe também a possibilidade de “ruptura de nossa relação com Deus”. Também quero dizer que quando o “doador se ofende com a rejeição de um presente”, isso só é possível quando o doador não é perfeito e estamos ainda com plena visão humana e bem imperfeita. Padre Libânio, você me entendeu quando expus que aprendemos falsos conceitos e pseudas ideias sobre Deus (“o lado frágil e errado da afirmação”), mas quando você defendeu “um lado verdadeiro”, ainda continuou dentro de conceitos humanos bem imperfeitos, tentando aplicá-los a “Deus-Pai-Mãe”. Para mim não existe o pecado contra Deus, como me foi ensinado e o “perfeito doador” nunca se ofende com qualquer rejeição de presentes. Realmente sabemos mais o que Deus não é do que o que Ele é. Existe sim muita ofensa e muita ruptura entre nós: os filhos(as) de Deus. Vou agora expor outra tese minha, que é uma bomba, que é: “O TENTADOR DE JESUS É O MESMO ESPÍRITO, QUE MOISÉS CONSIDEROU COMO DEUS: IAHWEH”. (Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Editado pela última vez por Rosário em Qui, 26/Out/2017 21:08, em um total de 1 vez.

Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 26/Out/2017 19:34 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 12/01/2015, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... o-1.972575

Publicado no dia 14/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 5:15 PM Jan 13, 2015: “O pior Seminario Teologico me apredejaria se eu afirmasse tal coisa...!!!! Então,meu amigo,você quebra uma Matriz forjada para fazer uma nota de 100 dólares para fazer notas de 70 e de 30 dólares...!? O espirito de Augustus Strong vai ficar "tiririca" com você. Então você também é sectário do conceito "Deus assassino e mal" do VT com seus "Profetas maltrapilhos malacessorados" e do "Jesus bonzinho e tolerante do Sermão do Monte ? !!! Rosario Americo, que ninguém nos ouça,mas a coluna do José Reis é Apologetica e Corporativista,todos nós sabemos disso,não conta pra ninguém.!...a princípio,nada de mal. Mesmo assim,coisas como a que você relatou,me perdoe,são constrangedoras ! Sinto muito meu amigo,tenho formação Teologica,nada talvez comparada com a sua mas...."non sense"..! Um abraço Carlos Michalski PS:Diego Romualdo...me socorre...em nome de Jesus Cristo..!”
Sinto muito, mas não sei quem é Augustus Strong. Não existe o Deus assassino e mal do VT, pois quem realmente agiu lá não foi o Espírito Santo de Deus, mas muitos Espíritos, que agiram como falsos deuses e foram como ainda são considerados por muitos como se fossem o próprio Espírito Santo de Deus. Você pode sim falar que o bem entender, mas digo que todos os teólogos que existem não são teólogos, mas estudiosos da história da Teologia e das Religiões.

Publicado no dia 14/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 5:41 PM Jan 13, 2015: “Rosario Americo.Quando você afirma que o Deus do AT nada tem a ver com o moço,o gentil homem Jesus,você mistura propositalmente história de povos com doutrina judaico cristã,para confeccionar um postulado espirita de Superior Amor e Justiça.É absurdo, mas seduz muita gente !”
Carlos, o que realmente complicou tudo foi a cegueira da fé de muitos que aceitaram como ainda aceitam os ensinamentos dos líderes religiosos do passado como se eles fossem os representantes de Deus entre nós e por causa disso tinham que ensinar que tudo o que eles falavam e ensinavam vinha diretamente de Deus e assim as Escrituras Sagradas para judeus e cristãos foram aceitas como sendo a Palavra de Deus entre nós.

Publicado no dia 14/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 5:41 PM Jan 13, 2015: “Você afirma.." Outro grave erro de todos os seguidores da Bíblia foi o de aceitá-la como sendo a Palavra de Deus " Realmente você está brincando com a Divindade que presume,presume apenas, tão bem representar,uma Divindade "maldita" do VT e uma Humanidade Superior de Jesus. Rosario Americo,o Cristianismo está aí para quem quizer pegar ou largar”.
Veja que não corrijo nem os erros ortográficos para você entender que estou citando o que realmente escreveu. Se a Bíblia fosse a Palavra de Deus então não poderia existir passagens contrárias às próprias leis que estão escritas na Bíblia e aqui cita apenas a lei: “Os pais não serão mortos em lugar dos filhos, nem os filhos em lugar dos pais. Cada um será executado por seu próprio crime” (Dt 24,16). Agora quando o Rei Davi cometeu o adultério com Betsabeia (2Sm 11,1 a 5) e ainda tentou enganar ao marido traído (2Sm 11,6 a 13) e como não conseguiu deu ordens para que o Urias fosse traído e assim morresse em combate (2Sm 11,14 a 24). Agora veja que o Rei Davi foi perdoado (2Sm 12,13 e 14) e a criança morreu (2Sm 12,15 a 19). Deus também usa de vistas grossas quando quem peca são os Reis ou as pessoas importantes e as leis não são seguidas? Quem faz isso são Espíritos ainda bem imperfeitos!

Publicado no dia 14/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 5:41 PM Jan 13, 2015: “A suposição espirita de DAR,CONCEDER ou NEGAR credibilidade às Escrituras é algo grave,muito grave.Eu vivo as Escrituras e SEI o que estou fazendo. Uma coisa muito interessante acontece na "tiologia" espirita. As Escrituras não prestam...pronto...!....mas,por que espiritas como Kardec buscaram nas Escrituras respaldo para sua doutrina íntima ? por que aparecendo uma "nesguinha" de reencarnação(presuposto) as Escrituras brilham como o Sol e resplandecem como o ouro...! É interessante,talvez o Carlos esteja sendo coerente demais ! Será ? Um abraço Carlos Michalski”.
Você tem todo o direito de não aceitar a reencarnação, pois eu também era um ferrenho defensor da vida única, mas antes de aceitar a verdade da reencarnação eu não conseguia entender quase nada sobre a VIDA em geral e a minha em particular, pois toda vez que perguntava algo para meus professores ouvia sempre essa resposta: “Quem somos nós para desvendar os desígnios de Deus”. E outros ainda diziam: “É preciso ter fé que Deus vai dar solução para tudo!” Logo após eu ter aceito a verdade da reencarnação minhas portas internas foram abertas e eu comecei a receber revelações da Espiritualidade e isso aconteceu em Janeiro de 1980. Eu só conheci a Doutrina Espírita por volta de Março de 1981 e tudo se encaixou na minha vida, pois a Verdade É e o Espírito da Verdade já está entre nós e isso foi profetizado por Jesus (Jo 16,13).

Rosário Américo de Resende (Publicado no dia 14/01/2015).
Wlamir. Apenas para esclarecer mais ainda: no relato que você citou foram mortos uns 3.000 homens (Êxodo 32, 28). Obrigado pelo auxílio.

Publicado no dia 14/01/2015.
Carlos Michalski. Você fez essa pergunta: “Ao Luciano ou ao Rosario Americo.De onde provém o espirito ou espiritos que promovem o desenvolvimento moral e espiritual nas Instituições espiritas? Voces negam o Espirito Santo,portanto tem de haver "alguém" que o faça !”
O “Deus Espírito Santo” como sendo a Terceira Pessoa do Mistério da Trindade, após eu ter recebido uma revelação explicativa do Mistério do Deus Uno e Trino em Agosto de 1983, passou a ser para mim todos os Espíritos desencarnados, então quem evoluem são sim os Espíritos criados simples e ignorantes e quando algum Espírito se torna mais sábio e se transforma em um agente do Bem e assim ensina trabalha para o desenvolvimento moral de todos. Agora o tal “Espírito Santo” foi um só, então como iríamos ficar pois o Espírito Santo que intui o bispo Edir Macedo defendo o aborto, já o Espírito Santo que intui o papa é contrário ao aborto. Um terá que estar errado! Ou você julga que são os dois? Pois o Espírito Santo que lhe intui não deve gostar nem do bispo Macedo e nem do papa!

Publicado no dia 14/01/2015.
Carlos Michalski. Você escreveu: “Rosario,nao tente agora usar como pretexto Genesis.Os primeiros relatos de Genesis,tem,evidentemente,duas fontes diferentes.Isso invalida Genesis ? Eu respeito Genesis porque sei qual o proposito de Deus.Não brinque com Genesis como Fco Candido Xavier também fez.Tal ato não é sábio....é soberbo..! Um abraço Carlos Michalski”
Bom cada um pensa como quiser e age conforme os próprios entendimentos. Eu, quando faço as perguntas, já tenho as respostas e explicações, mas não vou divulgá-las aqui, mas eu sigo as orientações que recebo da Espiritualidade e Deus também pertence à Espiritualidade (Jo 4,24) e Ele veio em meu auxílio no dia 12/04/1984 de uma forma consciente para mim. Sei que você e muitos outros não aceitam isso, mas digo que tenho responsabilidade sobre tudo o que faço e devo fazer, mesmo que ninguém aceita. No futuro sei que serei compreendido e muitos irão estudar o que já divulguei só que talvez eu não esteja mais aqui, como hoje fazem com todos os livros da Bíblia. Se você realmente soubesse o propósito de Deus iria entender o que estou fazendo... No início de ano de 1984 eu tive que afastar do Centro Espírita Oriente porque o orientador que conversou comigo não entendeu a mensagem de PAZ, que passei a divulgar com orientação da Espiritualidade e fechou as portas para mim. (Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Editado pela última vez por Rosário em Qui, 26/Out/2017 21:07, em um total de 2 vezes.

Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 26/Out/2017 19:45 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 12/01/2015, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... o-1.972575

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:18 PM Jan 14, 2015: “Rosario Americo,me perdoe mas vc respondeu ao Diego Romualdo uma coisa bastante absurda.Você afirmou que..." Quem apareceu para o profeta Isaías e o orientou foi sim o Espírito do rei Ozias e não o Espírito Santo de Deus (Is 6). Agora na época de Jesus pouco se sabia sobre a Verdade e por isso o próprio Jesus anunciou a vinda do Espírito da Verdade (Jo 16,13), pois ele sabia que nem os apóstolos estavam em condições de compreender e entender a Verdade, que liberta (Jo 8,32). Rosario,de onde ou de quem vc aprendeu tal absurdo? Você leu o Livro do Profeta Isaías e a visão que ele descreve.A "espiritualidade" te revelou ? Vc pensa estar lidando com néscios e está descaracterizando a coluna com tais alegações absurdas ! Inventologia pura,me perdoe..!”
Eu tenho plena certeza de que não estou lidando com néscios, mas estou lidando com pessoas cegadas pelo mistério da fé, que nada explica. Quem me revelou o que divulgo é sim a Espiritualidade. Recebi e recebo de revelações da Espiritualidade e o Espírito Santo de Deus também faz parte da Espiritualidade, pois Deus é Espírito (Jo 4,24). Eu estou fazendo o que está escrito no Evangelho de João: “Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena, pois não falará de si mesmo, mas dirá tudo que tiver ouvido e vos anunciará as coisas futuras. Ele me glorificará porque receberá do que é meu e vos anunciará. Tudo o que o Pai tem é meu. Por isso vos disse: ele receberá do que é meu e vos anunciará” (Jo 16,13 a 15). Agora você não precisa acreditar em nada do que divulgo.

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:18 PM Jan 14, 2015: “Quando vc afirma que os Apostolos não sabiam do Espirito da Verdade,você se esquece da afirmativa de Jesus em João 14:17 que afirmou...."o Espirito da Verdade que o mundo não pode(ainda) receber,porque não o vê nem o conhece;VÓS CONHECEIS PORQUE ELE HABITA CONVOSCO E ESTARÁ EM VÓS”.
Não mude o que eu escrevi; veja que escrevi: “Agora na época de Jesus pouco se sabia sobre a Verdade e por isso o próprio Jesus anunciou a vinda do Espírito da Verdade (Jo 16,13), pois ele sabia que nem os apóstolos estavam em condições de compreender e entender a Verdade, que liberta (Jo 8,32)”. Eu escrevi que Jesus sabia que nem os apóstolos estavam em condições de entender a Verdade... E você já alterou o que eu escrevi para ““Quando vc afirma que os Apostolos não sabiam do Espirito da Verdade”. A Verdade é uma coisa e o Espírita da Verdade é outra bem diferente. Veja Carlos, se algo que foi escrito quase no mesmo momento já é compreendido diferente, como fica o que foi escrito e reescrito, modificado com acréscimos e retiradas há milênios. É por causa de tudo isso que a Verdade ainda não pode ser compreendida por muita gente, que vive sob o mistério da fé.

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:18 PM Jan 14, 2015: “Jesus já havia concedido o Espirito Santo aos seus discípulos,concedendo a cada um,Poder,Legitimidade e Discernimento para o "IDE" de Jesus e posterior propagação do Evangelho da Salvação. A tua afirmativa equivale a chamar Jesus Cristo de um péssimo didata,pois Jesus teria escolhido a época errada e o lugar errado !”
Você continua tentando modificar o que estou divulgando. Eu nunca disse que Jesus foi um péssimo didata... Se você está entendendo isso, então procure entender melhor, pois fica até chato escrever o que estou escrevendo aqui agora.

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:18 PM Jan 14, 2015: “Seria,segundo a tua teologia,Jesus um precipitado e despreparado ? Afinal,Jesus veio na PLENITUDE DOS TEMPOS....mas o Rosario Americo...discorda.Me perdoe mas vc não tem Teologia nenhuma para oferecer e só escarneces dos participantes”.
Não ponha palavras distorcidas sobre o que divulgo. Você tem todo o direito de não aceitar nada do que escrevo, mas distorcer o que escrevo mostra uma falta de ética de sua parte. Jesus veio sim ensinar a humanidade a entender melhor uns aos outros, todo o ensinamento de Jesus foi baseado no PERDÃO e no AMOR e foi por isso que ele foi condenado pelos líderes do Sinédrio Judeu (Mt 26,57 a 68), pois queriam sim ficar livre dele.

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:18 PM Jan 14, 2015: “Quando falas de João 16:13,queres sutilmente propor uma "outra Verdade",mas a Verdade não é senão a Obra Salvadora de Jesus,da qual o Espirito Santo,que no texto vc assume ser o Espirito da Verdade,é co-participante da Salvação e Redenção,pois Convence o homem do pecado,Desperta para um Novo Nascimento (to be born from above),uma Regeneração e uma Reconciliação com Deus Pai. O pior e mais absurdo da tua afirmativa é duvidar do gerenciamento de Deus Pai e Deus Filho na Obra de Resgate na Plenitude do Tempo...! Meu amigo,pare com esse negocio de ...a "espiritualidade revelou'...deixe isso para crianças.Sou franco,não se ofenda ! Um abraço Carlos Michalski”.
Você pode sim falar o que bem entender, mas aqui vou só divulgar um texto do que já escrevi para o papa João Paulo II, em 02/09/1989, mesmo sabendo que você não aceita nada: Os mais bonitos e importantes fenômenos espirituais, que aconteceram comigo, foram: 1º) Nos dias 5 a 10/01/1980, quando senti a presença do “Espírito Santo” ao meu lado. 2º) Em agosto de 1982, dentro da Igreja de Santa Teresa, em Belo Horizonte, pois quando entrei na Igreja para assistir a Santa Missa fui envolvido por vibrações e sentimentos indescritíveis de uma beleza e alegria infinitas.... (uma parte foi omitida). 3º) Em 25 e 26/11/1983, quando Jesus sintonizou comigo pela primeira vez... O sentimento foi indescritível... Era viver de corpo e alma no céu ao lado de DEUS... na presença de DEUS. 4º) No dia 11/04/1984, quando veio me visitar pela primeira vez a mãe de Jesus, Maria de Nazaré e conversamos muito...Fiquei sabendo de verdades e muitas coisas discutíveis para a Teologia Católica e Cristã. 5º) No dia 12/04/1984, ali pelas 15,30 horas, quando também sintonizou comigo o próprio DEUS-PAI... Era o infinito tornando-se finito ou o finito tornando-se infinito... Era o impossível sendo possível. 6º) No dia 20/11/1984, DEUS-PAI tornou-se DEUS-PAI-MÃE, outra emoção indescritível, pois o mistério da VIDA tornava-se limpo e claro... Isto é: sem nenhum mistério mais...
(Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Editado pela última vez por Rosário em Qui, 26/Out/2017 21:06, em um total de 1 vez.

Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 26/Out/2017 20:07 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 12/01/2015, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... o-1.972575

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:33 PM Jan 14, 2015: “Rosario,vc afirmou que ..."No início de ano de 1984 eu tive que afastar do Centro Espírita Oriente porque o orientador que conversou comigo não entendeu a mensagem de PAZ, que passei a divulgar com orientação da Espiritualidade e fechou as portas para mim " Rosario,eu duvido que um Centro Espirita rejeitasse vc por uma "mensagem de Paz"”.
Bom, Carlos, que relatei a verdade sobre o que aconteceu, agora, você tem todo o direito de duvidar. Mas, até lhe agradeço da sua dúvida pois assim posso explicar mais um pouco o que aconteceu. Como já deixei claro nas minhas postagens, eu conheci a Doutrina Espírita por volta de Março de 1981 tanto na parte prática como na teoria. Minha primeira esposa teve câncer e no final de 1983, ela me pediu para ficar em casa e não sair a noite para frequentar as reuniões mediúnicas no Centro Oriente, o que fiz. Como ela desencarnou (morreu) no dia 28/01/1984, então voltei ao Centro Oriente para continuar os meus conhecimentos práticos da Doutrina Espírita, pois os teóricos eu poderia fazê-los em casa. Agora quando o orientador me perguntou sobre as orientações, que eu estava recebendo da Espiritualidade, eu respondi para ele: “Estou recebendo orientação para trabalhar para a paz religiosa”. E ai ele me deu até uma bronca, falando-me assim: “Pode tirar isso da sua cabeça, pois nem Jesus conseguiu isso e você acha que vai conseguir?” Eu respondi para ele: “Bom, isso é outro problema, mas quero ter a minha consciência tranquila que tentei”. Mas ele não me aceitou mais lá. Essa é sim a verdade, mas que você duvida!

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:33 PM Jan 14, 2015: “Creio que você teve a oportunidade de uma Conversão e o "dirigente" percebeu isso.Mas afirmo tambem que vc não recebeu nenhuma revelação de Deus ou mesmo conversão e continuou a escrever o que escreve,contra o Espirito Santo,contra as Escrituras e contra tudo aquilo de importante na Obra Salvadora.Você continua sob a influência de "DAIMONES",POIS TODA A CONTEXTUALIDADE dos teus escritos declaram isso.Me perdoe,mas conheço o espiritismo e o Cristianismo e sei discernir muito bem o "espirito do engano" do Espirito de Deus.Não se ofenda,não escarneço,mas em se tratando da Vontade de Deus,não deixo barato.Que vc entenda..! Carlos Michalski””.
Tudo o que você escreve em nada me assusta, pois Jesus também foi considerado que agia sob o poder de Belzebu (Mt 12,22 a 24). E não vou discutir sobre o seu conhecimento sobre o espiritismo, pois cada sabe o que realmente aprendeu e como aprendeu.

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:53 PM Jan 14, 2015: “Rosario Americo,você afirma que o Espirito Santo passou a ser um "conglomerado de espiritos do Bem.O que você digitou foi...."O “Deus Espírito Santo” como sendo a Terceira Pessoa do Mistério da Trindade, após eu ter recebido uma revelação explicativa do Mistério do Deus Uno e Trino em Agosto de 1983, passou a ser para mim todos os Espíritos desencarnados, então quem evoluem são sim os Espíritos criados simples e ignorantes e quando algum Espírito se torna mais sábio e se transforma em um agente do Bem e assim ensina trabalha para o desenvolvimento moral de todos.”
Carlos, você continua alterando o sentido do que escrevi. Veja: eu não escrevi “conglomerado de espíritos do Bem”, mas escrevi: “Todos os Espíritos desencarnados”. Isso altera todo o sentido, pois no seu comentário não estão incluídos “todos”, mas apenas uma parte dos Espíritos desencarnados.

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:53 PM Jan 14, 2015: “Rosario,verifica quanta INCOERÊNCIA. Os "espiritos evoluidos do Bem" parece que são bem inconstantes e sem nenhum gerenciamento.Teriam "eles" a direção de Deus ?...NUNCA..!”
O Espírito Santo de Deus está sim na direção de todo o processo evolutivo da criação e é isso que sempre defendo. Agora parece que você já até dá ordens para Deus, pois você escreveu o NUNCA... Como se Deus obedecesse à sua vontade.

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:53 PM Jan 14, 2015: “Não existem os tais espiritos e se existissem eu os poria pra correr...!”
Você pode sim botar para correr os Espíritos de pouco conhecimento, mas já de muito conhecimento e realmente bons não vão perder tempo de ir tentar à sua presença, pois eles sabem que não adianta nada em lhe falar sobre a própria Verdade.

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 7:53 PM Jan 14, 2015: “Como se pode assumir que uma leva de "espiritos do Bem" ensinem nas Igrejas Protestantes um Jesus SOBERANO mas nos Centros espiritas um JESUS MESTRE.(e nunca Senhor)..! Outra "Leva" de "espiritos do Bem" ensina na Igreja Cristã que a Redenção é pelos MÉRITOS DO CRISTO e nos Centros espiritas a salvação é pelos "MÉRITOS HUMANOS" Outra "leva" ensina Amor às Escrituras no Cristianismo e desdém à palavra de Deus no espiritismo..! NÃO PRECISO CITAR OUTROS EXEMPLOS..! Assim,Rosario Americo,os tais "espiritos santos" se existissem,seriam um conglomerado de espiritos de confusão e incoerencia...! Rosario,tente outro argumento..! Carlos Michalski”.
Realmente nas Igrejas Protestantes vão os Espíritos desencarnados do próprio meio e continuam ensinando o que ensinavam enquanto estavam habitando corpos de carne. E muitos desses Espíritos ainda são chamados de Jesus ou até de Deus. Realmente existem muita confusão e incoerência no meio do Protestantismo e das Igrejas Evangélicas, pois quantas agremiações religiosas já existem na atualidade? E todas se dizem cristãs!

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 8:18 PM Jan 14, 2015: “Rosario,vc escreve bem mas tenha cuidado.Eu tambem vacilo.Você afirma...."Eu só conheci a Doutrina Espírita por volta de Março de 1981 e tudo se encaixou na minha vida, pois a Verdade É e o Espírito da Verdade (já está entre nós) e isso foi profetizado por Jesus (Jo 16,13). Rosário ,o ESPIRITO DA VERDADE é o ESPIRITO SANTO DE DEUS,PESSOA ÚNICA E DIVINAMENTE SUBLIME E SUPERLATIVA conforme afirma Jesus no Evangelho de João 14:26...”
Realmente essa é uma grande Verdade, pois o Espírito Santo de Deus é uma pessoa única e só Ele tem a Verdade... Agora veja o que já postei aqui hoje com relação a carta que escrevi para o papa e já se foram mais de 25 anos... Sei que os líderes religiosos dificilmente aceitam novas revelações sobre o que eles aprenderam como verdades indiscutíveis, que foram impostas a ferro e fogo no passado. Entenda quem puder entender, pois falo sobre aquilo que sei e dou testemunho do que já vivi e vivo (Jo 3,11).

Publicado no dia 15/01/2015.
Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu em sua postagem de 8:18 PM Jan 14, 2015: "mas o Consolador o Espirito Santo"... Em João 15:26..."Quando vier porem o Consolador,que eu vos enviarei da parte do Pai,O ESPIRITO DA VERDADE,que Dele procede,esse dará testemunho de mim. Rosario,é você mesmo que usando o singular (entre parenteses que coloquei)assume "O ESPIRITO SANTO" ao qual queres dar a conotação absurda de..."espiritos santos' o que Jesus e o Apostolo Paulo desmentem. Carlos Michalski”.
Eu estou dando o testemunho de Jesus, que sintonizou comigo no final de 1983 (Veja a parte da carta, que escrevi para o papa João Paulo II). Agora aceito que você não aceite nada sobre o que divulgo. Carlos, tenho de lhe agradecer muito mesmo, pois quanto mais você me rebate, mais vou divulgando tudo o que já aprendi e isso os teólogos católicos não fizeram, pois todos partiram para a fortaleza inexpugnável do silêncio. (Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Editado pela última vez por Rosário em Qui, 26/Out/2017 21:05, em um total de 1 vez.

Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 26/Out/2017 20:49 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6557
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 12/01/2015, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... o-1.972575
Divulguei a primeira carta para o frei Patrício, que está nesses endereços:
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=85154#p85154
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=85155#p85155
Citação:
Carlos Michalski. (Publicado no dia 15/01/2015).
Rosário Americo,você afirma em 5:30 PM Jan 14, 2015,o rigor da lei,os pecados de homens e quer que o pecado de Daví invalide a Justiça de Deus ?! Rosario Americo,você sabe, só quer ocultar,que a Biblia narra OS PECADOS DOS HOMENS E SUA NATUREZA PECAMINOSA. Respondendo à sua pergunta,Deus não faz acepção de pessoas e os que são mais conhecedores de Sua Soberana Vontade são justamente os que se mostram mais culposos !! Rosario Americo,a Biblia é verdadeira porque relata a Justiça de Deus,cuja projeção Maior é Jesus Cristo e também a natureza pecaminosa do homem...sim,muitas vezes o homem pecador é relatado na Biblia pois as Escrituras não são um Tratado de Humanismo-Iluminismo ! Carlos Michalski
Publicado no dia 16/01/2015. Carlos Michalski. Um abraço. O que quis demonstrar com a minha postagem de 5:41 PM Jan 13, 2015 é que a Bíblia não é divina, pois a Lei é clara em Deuteronômio: “Os pais não serão mortos em lugar dos filhos, nem os filhos em lugar dos pais. Cada um será executado por seu próprio crime” (Dt 24,16). Mas quando o Rei Davi cometeu o adultério e ainda deu ordens para que o Urias fosse traído e morto em combate, então o duplo crime do Rei Davi foi repreendido pelo profeta Natã (2Sm 12,1 a 9). Agora quem morreu foi o filho e não o pai e Lei não foi cumprida, então Deus fez vistas grossas para com a própria lei para proteger Davi da morte. Isso nunca foi uma justiça perfeita, mas bem imperfeita, pois quando os maiorais pecam então a Lei já não vale... Isso nunca foi algo divino!
Citação:
Diego Romualdo. (Publicado no dia 15/01/2015). 2:09 PM Jan 15, 2015 Olá Rosário. Simplesmente fiquei boquiaberto com suas afirmações. Espírito de Abraão, do Rei Osias? Difícil, hein!? Vou abordar só o caso de Abraão: Em Gên 15.13-15, Deus avisa a Abrão em sonhos sobre o futuro de seus descendentes como escravos por 400 anos em terra alheia. Deus também garante que Abrão iria "em paz para os seus pais". Também o próprio Deus garantiu que julgaria a nação que escravizasse os descendentes de Abrão. E é só ler o livro de Êxodo pra ver que Deus sempre se identifica como aquele que jurou aos patriarcas Abraão, Isaque e Jacó e que tirou o povo do Egito (Ex 6.8.). Sua teoria é interessante. Só precisa de base bíblica. Abraços!!
Publicado no dia 16/01/2015. Diego Romualdo. Um abraço. Você em sua postagem de 2:09 PM Jan 15, 2015: “Olá Rosário. Simplesmente fiquei boquiaberto com suas afirmações. Espírito de Abraão, do Rei Osias? Difícil, hein!? Vou abordar só o caso de Abraão: Em Gên 15.13-15, Deus avisa a Abrão em sonhos sobre o futuro de seus descendentes como escravos por 400 anos em terra alheia”. Realmente é para ficar boquiaberto com tudo o que passei a receber de revelações após Janeiro de 1980. Eu tentei procurar pessoas em condições para manter diálogos livres e abertos comigo, mas isso não foi possível, então a partir do final de 1988 decidi começar a escrever sobre quase tudo o que já tinha acontecido comigo, principalmente as revelações explicativas sobre várias passagens bíblicas. Agora aceitar que foi Deus que pediu para Abraão sacrificar Isaac (Gn 22,1 a 2), mas que voltou atrás (Gn 22,11 a 14), pois o objetivo era só testar a fé de Abraão, é uma forma bem inadequada de considerar a Deus, que é plenamente perfeito (Mt 5,48) e bom (Mt 19,17). Veja o que escrevi para um judeu em 01/08/1993: ‘No meu atual modo de pensar vejo nesse acontecimento: “O Sacrifício de Abraão (ou Isaac)” (Gn 22,1 a 14) uma luta ou disputa entre anjos de guarda e quando existe luta vence o mais forte e mais sábio. Temos aqui uma “fenomenal disputa entre anjos de guarda”, pois cada um é o responsável pelo sucesso ou pela vitória de seu protegido e nessa luta cada um utiliza-se de seus conhecimentos ou de suas armas. O anjo de guarda de Ismael, que foi expulso com a mãe Agar por Abraão por causa do ciúme de Sara (Gn 21,8 a 21), tomou a decisão de eliminar a Isaac pelas próprias mãos de Abraão e, se conseguisse êxito no seu intento, Abraão chamaria Ismael de volta. Para executar o seu plano não hesitou em aproximar de Abraão como se fosse o próprio Deus (fato que muitos ainda acreditam piamente) e fez o pedido do sacrifício, cuja a oferta ou vítima seria o próprio Isaac (Gn 22,1 e 2). Abraão com sua atitude, até infantil, e em sua cega obediência foi enganado e ludibriado. Mas como o Deus verdadeiro deu e dá plena liberdade a todos, por sua vez o anjo de guarda de Isaac também agiu e efetuou a defesa de Isaac, protegendo-o, como também arranjou um cordeiro para ser imolado em lugar do filho de Abraão. Abraão foi ingênuo em obedecer cegamente ao primeiro pedido e os “teólogos e exegetas bíblicos tentam nos explicar tudo defendendo a atitude de Abraão como um ato de obediência e temor a Deus”. (Hoje isso é crime, magia negra e caso de polícia). “Deus-Pai-Mãe-Amor-Criador” nunca exige de nós obediência cega e nunca nos causa temor, já que Ele próprio nos deu plena liberdade e tem Amor e Vida em plenitude’.
Publicado no dia 16/01/2015. Diego Romualdo. Um abraço. Você em sua postagem de 2:09 PM Jan 15, 2015: “Também o próprio Deus garantiu que julgaria a nação que escravizasse os descendentes de Abrão. E é só ler o livro de Êxodo pra ver que Deus sempre se identifica como aquele que jurou aos patriarcas Abraão, Isaque e Jacó e que tirou o povo do Egito (Ex 6.8.).” Realmente isso está escrito e tem muito mais ainda em outros trechos, como: Gn 12,7 - Promessas para entregar à posteridade de Abraão as terras onde ele estava. Gn 13, 14 a 17 - Ratificação das promessas feitas em Gn 12,7. Gn 15 - Continuação das promessas de posse futura das terras, onde outros povos já habitavam. Isso não foi um ato perfeito, pois indicava “guerras e massacres futuros”. Gn 17, 1 a 22 - Continua a ratificação das promessas aos descendentes de Abraão das terras, que eram habitadas por outros povos. Isso não foi obra de Deus, o bom, o perfeito e plenamente sábio. Gn 22, 15 a 18 - Nova confirmação das promessas feitas ao patriarca Abraão. Gn 24, 6 e 7 - Abraão comenta sobre as promessas feitas a ele por um “Espírito”, que o Abraão julga ser o próprio Espírito de Deus. Gn 26, 2 a 6. As mesmas promessas são feitas ao patriarca Isaac. Gn 28, 13 a 15. Agora as promessas são feitas ao patriarca Jacó. Ex 3, 7 a 17. Um poderoso espírito, que Moisés julgou ser o próprio Espírito de Deus, apareceu ao profeta Moisés e começou a dar as orientações para futuros massacres de muitos povos. Ex 6, 2 a 8. O espírito, que muitos pensam ser o próprio Deus, recorda e reafirma a aliança e promessas, que foram feitas com os patriarcas. Números 33, 50 a 56. Continuação das promessas feitas aos patriarcas e ao próprio Moisés, incluindo a confirmação dos futuros massacres de muitos povos. Dt 7, 1 a 6. Moisés orienta como o povo israelita deverá agir quando for introduzido na terra da Palestina: todas as nações deverão ser sacrificadas por meio de anátemas totais. Dt 20, 10 a 20. Orientações para as conquistas, massacres e anátemas futuros.
Publicado no dia 16/01/2015. Diego Romualdo. Um abraço. Você em sua postagem de 2:09 PM Jan 15, 2015: “Sua teoria é interessante. Só precisa de base bíblica. Abraços!!” As cartas que escrevi para o teólogo João Batista Libânio são todas com base bíblica e veja o início da resposta do teólogo: ‘Belo Horizonte, 10 de Abril de 1993. Prezado Sr. Rosário: Hoje é Sábado Santo. Nesta noite a Igreja celebra o mistério fulgurante da Ressurreição. Que a alegria e esperança do Ressuscitado lhe encham a vida. Recebi sua carta. A sua carta revela grande manuseio e conhecimento da Escritura. Hoje ela é um mundo de pesquisas e descobertas. Assim para cada passagem podemos recorrer a especialistas’. Diego na sua postagem de 8:49 PM Jan 11, 2015 você escreveu que iria postar o seu e.mail e não o fez, mas eu postei o meu na postagem de 12:10 AM Jan 12, 2015 para que fosse possível lhe enviar todas as cartas escritas para o teólogo João Batista Libânio e outras, mas ainda não foi possível, pois não tenho o seu e.mail. O meu objetivo, desde Janeiro de 1980 foi e é sim a Verdade.
Citação:
Carlos Michalski. (Publicado no dia 15/01/2015). Rosário Americo,você afirma em 5:30 PM Jan 14, 2015,o rigor da lei,os pecados de homens e quer que o pecado de Daví invalide a Justiça de Deus ?! Rosario Americo,você sabe, só quer ocultar,que a Biblia narra OS PECADOS DOS HOMENS E SUA NATUREZA PECAMINOSA. Respondendo à sua pergunta,Deus não faz acepção de pessoas e os que são mais conhecedores de Sua Soberana Vontade são justamente os que se mostram mais culposos !! Rosario Americo,a Biblia é verdadeira porque relata a Justiça de Deus,cuja projeção Maior é Jesus Cristo e também a natureza pecaminosa do homem...sim,muitas vezes o homem pecador é relatado na Biblia pois as Escrituras não são um Tratado de Humanismo-Iluminismo ! Carlos Michalski
Publicado no dia 16/01/2015. Carlos Michalski. Um abraço. O que quis demonstrar com a minha postagem de 5:41 PM Jan 13, 2015 é que a Bíblia não é divina, pois a Lei é clara em Deuteronômio: “Os pais não serão mortos em lugar dos filhos, nem os filhos em lugar dos pais. Cada um será executado por seu próprio crime” (Dt 24,16). Mas quando o Rei Davi cometeu o adultério e ainda deu ordens para que o Urias fosse traído e morto em combate, então o duplo crime do Rei Davi foi repreendido pelo profeta Natã (2Sm 12,1 a 9). Agora quem morreu foi o filho e não o pai e Lei não foi cumprida, então Deus fez vistas grossas para com a própria lei para proteger Davi da morte. Isso nunca foi uma justiça perfeita, mas bem imperfeita, pois quando os maiorais pecam então a Lei já não vale... Isso nunca foi algo divino!
Publicado no dia 16/01/2015. Carlos Michalski. Um abraço. Você escreveu: "Deus é Espirito,Infinito,Eterno e Imutável,em Sabedoria e Poder,Santidade e Justiça,Bondade e Verdade. O ESPIRITO SANTO,só no singular (!), está presente nas Escrituras como UMA PESSOA ESPIRITUAL SUPERLATIVA,que é proveniente da Vontade de Deus Pai e Deus Filho,à Comunidade Cristã,como selo e Penhor da Identidade Cristã e da Promessa de Vida Espiritual e Vida Eterna prometidas por Jesus”. Se isso fosse realmente verdadeiro, então esse Deus seria o Ser mais complicador de tudo, pois numa hora Ele dá uma lei para “NÃO MATAR” (Ex 20,13 e Dt 5,17), noutra Ele ajuda a “MATAR” (Ex 17,8 a 16) e ainda em outras Ele manda “MATAR” (1Sm 15,1 a 3). Agora como existe uma total ignorância sobre a forma de agir dos Espíritos e do Espírito Santo de Deus, então qualquer Espírito criado, que se aproximou de alguém do povo de Israel e o ajudou contra os inimigos foi sim considerado como sendo o próprio Deus. É precisa que cada um estude primeiro a Espiritologia na teoria e na prática, para depois começar a estudar a Teologia, pois Deus por ser Infinito, Eterno e Imutável em Sabedoria e Poder, Santidade e Bondade, como também na Verdade, não pode agir de maneira diferente como citei acima. (Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 429 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 25, 26, 27, 28, 29  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 12 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB