Portal do Espirito

A sua referencia em Doutrina Espirita na Internet
Bem-vindo: Sáb, 23/Fev/2019 20:17
Ler mensagens sem resposta | Pesquisar por tópicos ativos


Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 13 mensagens ] 
Autor Mensagem
 Título: Espírito e Alma
MensagemEnviado: Seg, 29/Fev/2016 23:26 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Irmãos foristas, um grande abraço.
Decidi abrir mais essa tópico para desenvolver ideias, entendimentos e esclarecimentos sobre ALMA e ou ESPÍRITO.

Vou iniciar divulgando uma das minhas palestras:
Palestra - 15/10/2011 – A alma após a morte. (OLE 149 a 165). Cap. III do Livro II.
Introdução - II do OLE.
Três ideias sobre a alma:
a) Alma é o princípio da vida material orgânica; ela não tem existência própria e cessa com a vida; é materialismo puro. A alma é um efeito e não uma causa.
b) Alma é o princípio da inteligência, uma porção do agente universal e uma variedade do panteísmo.
c) Alma é um ser moral, distinto, independente da matéria e que conserva sua individualidade depois da morte. A alma é a causa e não o efeito, esta é a doutrina dos espiritualistas.
Introdução - VI do OLE:
A alma é um Espírito encarnado, do qual o corpo não é senão um envoltório.
O homem tem duas naturezas: pelo corpo, participa da natureza dos animais, dos quais tem o instinto; pela alma, participa da natureza dos Espíritos.
Todos os Espíritos criados simples e ignorantes progridem, passando por diferentes graus ou níveis na hierarquia espírita. Deixando o corpo, alma reentra no mundo dos Espíritos.

OLE 149. Em que se torna a alma no instante da morte?
R. Volta a ser Espírito, quer dizer, retorna ao mundo dos Espíritos, que deixou momentaneamente.
OLE 150. A alma depois da morte conserva a sua individualidade?
R. Sim, não a perde jamais. Que seria ela se não a conservasse?
A alma, que é um Espírito em evolução, está sempre progredindo no conhecimento, na busca da perfeição e sempre, quando reencarna traz tudo o que já aprendeu e viveu num arquivo muito bem guardado no seu inconsciente profundo.
OLE 151. Que pensa da opinião que, após a morte, a alma retorna ao todo universal?
R. O conjunto dos Espíritos não forma um todo. Não é um mundo. Quando estás numa assembleia, és parte integrante dessa assembleia e, todavia, tens sempre a tua individualidade.
OLE 152. A prova da individualidade da alma, que é um Espírito, após a morte física do corpo está nas comunicações, que são recebidas do plano espiritual por determinados espíritos.
Se as almas estivessem fundidas num todo comum, então todas as informações advindas do plano espiritual teriam que serem totalmente iguais.
OLE 153. Vida eterna (semieterna, porque teve início) é do espírito, enquanto ele habita um corpo, continua sendo o mesmo espírito em evolução. Mesmo, que temporariamente, ele não se lembra de seus conhecimentos do passado, tudo está arquivo no seu inconsciente, de onde retira suas atitudes e reações anímicas, mas também vai arquivando mais conhecimentos e experiências da vida presente.
OLE 154. A separação da lama e do corpo é dolorosa?
R. Não, o corpo sofre frequentemente, mais durante a vida que no momento da morte (da libertação); neste a alma não toma parte. Os sofrimentos que experimenta, algumas vezes, no momento da morte, são um prazer para o Espírito, que vê chegar o fim do seu exílio.
OLE 155. Como se opera a separação da alma e do corpo?
R. Rompidos os laços que a retinham, ela se liberta.
OLE 156 a 160. No momento da desencarnação tudo irá depender do nível de evolução do espírito em sua caminhada cósmica e daquilo que ele aprendeu na vida atual.
Algumas vezes, na agonia, a alma já deixou o corpo e não há mais que a vida orgânica. O corpo é uma máquina que o coração movimenta.
Existem espíritos que se sentem felizes e até ajudam no processo de libertação final, outros têm medo, em função do que fez na vida e temem os castigos, pois sabe que não pode mais enganar a ninguém.
O reencontro com os velhos e antigos companheiros dá muita alegria ao que está desencarnando.
OLE 163. A alma, deixando o corpo, tem imediata consciência de si mesma?
R. Consciência imediata, não é bem o termo. Ela passa algum tempo em estado de perturbação.
OLE 164. O tempo e a intensidade do estado de perturbação irão depender do nível evolutivo de cada um.
OLE 165. O conhecimento do Espiritismo irá ter uma grande influência no momento da desencarnação, uma vez que o Espírito já compreendia antecipadamente a sua situação. Agora a prática do bem e a pureza de consciência são os que exercem maior influência de felicidade no momento final da libertação física do corpo, pois estará de consciência tranquila, que cumpria bem a sua missão.
Belo Horizonte, 15/10/2011. Rosário Américo de Resende.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Compartilhar no Facebook
Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 19/Jun/2016 22:11 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Irmãos foristas, um grande abraço.
É realmente complexo e muito difícil falar sobre o início da Criação do Universo!
Como os astrônomos e estudiosos do Cosmos ensinam que o Universo está em expansão, então, à medida que pensamos para trás ou para o passado, temos que aceitar que o Universo vai se tornando cada vez menor... Até que chega ao início de toda a Criação.
No início DEUS criou o TEMPO, o ESPAÇO, a MATÉRIA e ESPÍRITOS.
Fica a pergunta: O que foi criado primeiro a MATÉRIA ou ESPÍRITOS?
A resposta da pergunta 80 do OLE diz que a criação dos Espíritos é permanente, já a resposta da pergunta 115 diz que os Espíritos são criados simples e ignorantes.
Veja a pergunta de número 81 e resposta da mesma em O Livro dos Espíritos:
81 - Os Espíritos se formam espontaneamente ou procedem uns dos outros?
Resposta: Deus os cria, como a todas as outras criaturas, pela sua vontade; mas, ainda uma vez, a origem deles é mistério.

Na pergunta 21 do OLE diz que só Deus o sabe, se a matéria existe desde sempre ou foi criada por Ele em determinado momento.
Uma coisa é certa de não foi Deus que criou a matéria, então ela não é obra de Deus, então que a matéria foi sim criada num determinado momento. E assim chega-se a conclusão de antes existia o NADA ABSOLUTO.
No dia 12/01/1980, quando foi levado à Clínica Pinel como um "doente mental" ou "um louco mesmo", mas eu estava sim iniciando a minha vida mediúnica e posso dizer que estava sim mediunizado, quando lá entrei, mas fiquei plenamente consciente só quando fui colocado entre os internos da Pinel... Antes, quando a ambulância parou, eu fiquei inconsciente até quando um foi fechado atrás de mim.
Quando me vi num local estranho e desconhecido, eu pensei que iria encontrar o NADA ABSOLUTO e ajoelhei-me no chão, depois pus as mãos espalmadas no chão e coloquei a minha cabeça sobre elas e disse baixado: "Agora vou sim encontrar o NADA ABSOLUTO" e fiquei a espera de tudo acabar em NADA, mas nada aconteceu e então comecei a querer saber em qual lugar eu estava.

Viver essa experiência e tudo o que aconteceu dentro da Clínica Pinel foi sim muito importante para o meu aprendizado e o mesmo foi sim muito rápido.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 16/Nov/2016 19:11 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Irmãos foristas, um grande abraço.
Por meio da Doutrina Católica sempre aprendi que o sobreviveria ao corpo físico era sim a ALMA.
Fomos ensinados a rezar pelas almas do purgatório para que elas pudessem ser levadas para o Céu.
Quantas missas eu já pedi para serem rezadas em intenção de alma de parentes.

Só aprendi a falar em Espírito quando conheci a Doutrina Espírita no início do ano de 1981.
Então passei a gostar muito da definição do Kardec:
Alma é um Espírito encarnado e
Espírito é uma alma ou Espírito desencarnado.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sáb, 11/Fev/2017 21:57 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Irmãos foristas, um grande abraço.

Conforme a Pequena Enciclopédia Bíblica, a Bíblia cita mais de 500 vezes a palavra "nephesh" (heb), que foi traduzida por alma no Antigo Testamento e psyche (grego) mais de 30 vezes no Nova Testamento.
E alma é sim um Espírito encarnado, mas a Igreja Católica Apostólica Romana quase não fala em "Espírito" mas só em "alma": "Salvar a alma"... "Rezar pelas almas do purgatório".
A Doutrina Espírita por sua vez usa mais a palavra Espírito do que alma: Espírito encarnado e ou Espírito desencarnado.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 25/Abr/2017 12:05 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Para entender bem o que significa o Espírito, é sim preciso estudar o autoconhecimento e a Espiritologia:

Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 13/10/2014, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... s-1.931395

Publicado no dia 17/10/2014.
Carlos Michalski. Nos comentários sobre o artigo do Chaves do dia 06/10/2104, no dia 12/10/2014, você escreveu isso sobre a minha pessoa: ““Quando voce disse que o Espirito Santo não ensinou nada novo (!)”.Onde e quando foi que eu escrevi isso? Eu sempre digo que a revelação continua sendo feita! Então quero ver onde eu escrevi que o Espírito Santo não ensinou nada de novo? Tenho absoluta certeza de que eu não escrevi isso! O Deus Espírito Santo como sendo a terceira pessoa do mistério da Santíssima Trindade é sim para mim o conjunto de todos os Espíritos criados e que estão no plano astral ou espiritual. Mas como você disse que eu escrevi que o Espírito Santo não ensinou nada de novo, então quero ver isso, mas o que eu realmente escrevi e não o que você disse escreveu que eu disse!

Carlos Michalski. (Publicado no dia 17/10/2014).
Rosario,não preciso responder,porque depois que você afirma que o Espirito Santo é um Conglomerado de "espiritos Santos" ,me perdoe,mas é Heresia demais.não posso suportar isso ! PS: não vou me ufanar buscando onde vc escreveu ou não....já "gorou' !! Carlos Michalski

Publicado no dia 18/10/2014.
Carlos Michalski. Você não querer responder é um direito seu, mas quando alguém cita alguma coisa dizendo que o outro escreveu e eu tenho certeza de que não escrevi o que você comentou sobre mim: isso não é correto e nem honesto. É muito fácil dizer que o outro falou ou escreveu, mas, se você não mostrar onde foi escrito, então fica compreensível para mim que não foi verdade o que você escreveu. Falar que eu divulgo Heresia, isso não me faz nenhum medo mais, pois já sei quem sou e sei quem é o meu guia ou mentor espiritual, mas também aceito, que ninguém concorde comigo. Digo de novo que na carta de 29/01/2000 escrita para um bispo católico eu divulguei a “revelação, que recebi da Espiritualidade no dia 24/08/1983” e por meio dessa revelação eu comecei a entender como encontrar a saída do labirinto mental e teológico, que foi criado pelos seguidores de Jesus nos primeiros séculos da Era Cristã. O dogma da Santíssima Trindade foi criado no século IV da Era Cristã.

Publicado no dia 18/10/2014.
Carlos Michalski. Você não precisa aceitar nada do que eu divulgo. A missão de Jesus é sim importantíssima para toda a humanidade, mas não por causa do sangue derramado na cruz, pois sangue não redime ninguém ou não lava sangue. A missão de Jesus foi nos ensinar o caminho para o nosso aperfeiçoamento por meio da vivência do verdadeiro perdão e do amor: “Dou-vos um mandamento novo: que vos ameis uns aos outros. Como eu vos amei, amai-vos também uns aos outros. Nisto reconhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns pelos outros” (Jo 13,34 e 35). Veja as perguntas que escrevi para o meu irmão padre na carta, que foi escrita em 28/06/1992: Quanto às perguntas que faço em meus trabalhos e cartas é para que eu atinja o meu objetivo, pois assim faço com que os outros também pensam na procura de esclarecimentos se quiserem me responder, e, juntos encontraremos uma Verdade clara e pura, que passará pelo crivo da razão e da lógica. Já tenho minhas respostas para todas as minhas perguntas, o que quero é ter mais clareza e confiança ainda. Também quero registrar tudo e deixar para os outros o caminho que encontrei para encontrar comigo mesmo, com a vida, com a Verdade e com DEUS: aquele “tesouro” oculto dentro de nós, que é o “Reino de Deus”. Entre as perguntas que fazia a mim mesmo e a outros, sem obter repostas simples, claras, lógicas e convincentes, cito essas seguintes: 1ª - Será que os monges budistas e os seguidores de religiões não cristãs alcançarão a salvação? Já que não foram ou serão batizados, nem receberam ou irão receber a Jesus como Salvador. (Esta interrogação vinha a minha mente muitas vezes lá no seminário em Santos Dumont, São João del Rei e Betim). 2ª - Se o Céu é um lugar de alegria máxima, então como poderá uma mãe ter alegria máxima no Céu se um ou mais de seus filhos estiverem condenados no Inferno Eterno? (Esta pergunta até lhe fiz uma vez, quando o levava para conversar com a Teresinha do tio Tobias, antes do casamento dela com o Pedro, por volta de 1978). 3ª - Se no Céu nós esquecemos completamente a vida que tivemos aqui na terra, então para que serviu a passagem pela terra e qual a razão de muitos sofrimentos? 4ª - Por que apresentaram e apresentam para nós um Deus severo, justiceiro e que terá ira no dia do Juízo Final em contraste com o Deus-Amor, Perdão, Bom, Perfeito, Pai e Mãe? 5ª - Por que Deus aceitou (e até exigiu) o sofrimento e a morte na cruz de Jesus para que a humanidade fosse perdoada do pecado de Adão e Eva? E apesar de tudo isso muitos continuam sofrendo e padecendo muito! Será que Deus age como agem os homens perversos, tiranos e não bons? 6ª - Por que Deus e os anjos pararam de ajudar e de proteger ao povo eleito como faziam na história da Bíblia Sagrada? Ou isso não estava certo e por isso foi dado um fim nesse erro? 7ª - Por que a necessidade física do batismo com água para apagar o pecado original e como será esse sinal indelével nos que foram batizados? E o Batismo com o fogo? 8ª - Como ficarão as crianças do limbo no dia do Juízo Final, já que não foram batizadas e nem pecaram? Não ouço falar mais do limbo atualmente, por quê? Era um erro teológico? 9ª - Por que as divergências religiosas e as disputas de religião? Só a Católica é que está certa? E os atos criminosos de sua alta cúpula na história? Os papas são infalíveis?

Publicado no dia 18/10/2014.
Carlos Michalski. Você escreveu: “Rosario Americo,me perdoe.Você faz uma exegese "home made" de espiritas para espíritas”. O meu objetivo é a Verdade e como prova disso são as diversas cartas, que já escrevi para vários membros da hierarquia da Igreja e algumas delas já foram divulgadas aqui neste site do jornal O TEMPO.

Publicado no dia 18/10/2014.
Carlos Michalski. Você escreveu: “Se você não fizer uma avaliação contextual,faz continuar numa exegese viciosa.Rosario Américo,mas cai por terra a "Jerico"(presuposta) da reencarnação,desde que submetida a uma exegese correta,não tendenciosa.Jesus NUNCA afirmou nada sobre "reencarnação",o que seria o escarnecer de Sua Soberana Missão. Carlos Michalski”. O que vai cair por terra é sim a cegueira em torno da fé, que cega o crente e não deixa que o mesmo encontre e compreenda a Verdade. Eu só consegui compreender melhor a Bíblia, após aceitar a verdade da reencarnação e logo a seguir tive o meu nascimento do alto (Jo 3,3 e 7). Tudo o que se encontra nos textos do Novo Testamento foram trabalhos realizados pelos seguidores de Jesus nos quatro primeiros séculos da Era Cristã e por pessoas que queriam endeusar a Jesus, e, aqueles que tinham ideias ou conceitos contrários foram sim eliminados pelos líderes da ortodoxia católica romana.

Publicado no dia 18/10/2014.
Carlos Michalski. Você escreveu: “Rosario,para você crer na reencarnação,renuncie então de falar de Jesus o Cristo,porque você estará forjando um Jesus que jamais existiu.Ao crer na reencarnação,voce "detona" a Obra Salvadora de Jesus”. O Espírito de Jesus sintonizou comigo pela primeira vez nos dias 25 e 26 de Novembro de 1983 e foi ele, que iniciou a me ensinar e a esclarecer muitas coisas sobre a Bíblia e sobre a Vida Humana em geral. A obra salvífica de Jesus está baseada nos ensinamentos que ele nos trouxe e não no sangue derramado na cruz, que foi uma consequência dos ensinamentos de Jesus, que não foram aceitos pela liderança religiosa do Sinédrio Judeu. O sacrifício de Jesus na cruz como fato heterorredentor do gênero humano foi sim um dos maiores erros dos primeiros seguidores de Jesus.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 15/Ago/2017 21:47 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Alguns pensadores tentam separar "alma" do "Espírito", mas como ensina a Doutrina Católica que é necessário salvar as almas... Também ensina que os seres humanos devem rezar pelas almas que estão no purgatório... Isso prova que para a Doutrina Católica que as almas são sim os Espíritos.
Já conforme a Doutrina Espírita as "almas" são sim os Espíritos encarnados e depois que desencarnam são sim chamados de Espíritos desencarnados.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 03/Nov/2017 21:13 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Irmãos foristas, um grande abraço.

Cada um precisa entender que todos os Espíritos foram sim criados simples e ignorantes...
A alma é sim um Espírito encarnado.
Durante uma encarnação o Espírito pode sim estar pagando débitos de vidas anteriores, mas o maior objetivo de uma encarnação é sim a evolução do Espírito rumo à plenitude de sua perfeição, pois está escrito:
"Portanto, deveis ser perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito" (Mt 5,48).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 02/Fev/2018 20:19 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 29/01/2018, que está nesse endereço:

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... -1.1567836

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 02/02/2018.
D Werneck. Paz plena.
Você escreveu no rodapé da minha postagem de 9:12 PM Feb 01, 2018:
Citação:
“Rosário, este sempre foi o nosso ponto de desavença, enquanto você acredita que DEUS cria espiritos inferiores, eu acredito que DEUS só cria Perfeição. Não vemos pela mesma ótica. Por ver em DEUS a PERFEIÇÃO, eu entendo que estou mais próximo da VERDADE do que você,”
Irmão, eu fui criado conforme a crença de vida única e só aceitei a verdade da reencarnação no dia 05/01/1980 porque esse era o único meio de compreender a PERFEIÇÃO de DEUS em relação a tantos dramas e maldades vividos pelos seres humanos.
DEUS, que é plenamente Perfeito e Bom, nada tem a ver com as crueldades executadas pelos seres humanos, pois DEUS dirige todo o processo da evolução planetária e cósmica, mas DEUS sempre respeitou plenamente a liberdade de todos. Irmão, entender como fazer a direção de toda a criação e respeitar a liberdade de todos é sim algo bem difícil para na nossa pequenez perante a PERFEIÇÃO de DEUS.
Todos os dramas e maldades existentes no seio da humanidade são sim frutos da ignorância dos Espíritos criados, estejam eles encarnados ou desencarnados. Muitos Espírito criados e desencarnados assumiram o lugar de DEUS e fizeram muitas crueldades com muitos povos (veja o livro de Josué capítulos 1 a 12 e também veja o que fez a Igreja Católica Apostólica Romana durante o negro período da inquisição, isso nunca foi obra ou orientação de DEUS, mas de Espíritos ainda raivosos e desejosos de vingança).
Você escreveu:
Citação:
“mesmo que tenha recebido informações privilegiadas, dos espíritos, que no meu entender, são almas criadas pelo espírito e não o Espirito Divino Criador.”
Irmão, que espírito é esse que cria a alma?
Você já deixa bem claro que não é o Espírito Divino Criador!
Você escreveu:
Citação:
“A alma é como um programa de computador, um jogo, onde você passa de fases e tem ao longo várias opções a percorrer. Só isso. Cada um de nós que aqui vem, não é para pagar pecados anteriores, mas para que o seu entorno possa evoluir, como um todo. Isso é AMOR, LUZ, CAMINHO, VERDADE.”
Irmão, o que é essa “alma”?
O que é que tem de evoluir em nosso entorno?
Rosário. Paz plena.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 06/Abr/2018 23:06 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Irmãos foristas, um grande abraço.

Nos primeiros 90 dias do ano de 2018 a média diária de acessos aos tópicos que controlo aqui no Portal foram de 2.250.
O total de acessos nesses 90 dias foi de 202.530.
Gostaria que quem está fazendo esses acessos também colocasse alguma observação ou mesmo perguntas, pois assim torna-se possível explicar com mais clareza o assunto tratado.
Mesmo assim agradeço a todos, que estão consultando o que estou fazendo, pois fica claro para mim que algumas pessoas estão se interessante pela minha forma de divulgar a minha Verdade.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 13/Jul/2018 22:29 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Irmãos foristas, um grande abraço.

Como sempre faço, à medida que vou lendo algum livro, vou também escrevendo no meu exemplar. Veja o que escrevi no livro “Psicologia e religião”, 11/1 do Carl Gustav Jung.

1 - Escrito nas páginas 1; 3; 6; 7; 8; 17.
Arquétipo: Ver pág. 1 do livro ‘9/1: Os arquétipos e o inconsciente coletivo1.
Números, numerologia: Pág. 70; 71.
(“A partir dessas investigações Jung sentiu-se obrigado a reconhecer, como “conteúdos arquetípicos da alma humana””. Contra capa 1). “Conteúdos arquetípicos da alma humana”, as representações primordiais coletivas que estão na base das diversas formas de religião, só existem essas representações primordiais coletavas porque antes existiram muitas representações primordiais individuais. O individual sempre vem antes do coletivo: estudar a Espiritologia. (26/04/2018).
(“Mesmo sem nunca falar expressamente de “Deus” como o propósito de demonstrá-lo, ou no sentido que lhe atribuem as diversas religiões, Jung, nesse estudo, admite na estrutura profunda da mente humana uma potencialidade nata que exerce uma função transcendente e impulsiona o ser humano a procurar a Deus e com Ele se relacionar através da religião”. Contra capa 1). Ninguém pode “procurar a Deus”, mas quando chega a hora certa é Deus que vem ao encontro de algum profeta ou médium, que já está preparado e em condições de recebe-lo (ver cartas para o papa João Paulo II; a 8ª para o frei Basílio e a 4ª para o bispo Dom Célio). (26/04/2018).
(“A importância desse assunto, analisado pelo enfoque psicológico, adquire maior interesse por ser tratado por C. G. Jung, pioneiro insuperado nas pesquisas da Psicologia Profunda”. Contra capa 1). Psicologia Profunda: Estudar o autoconhecimento e a Espiritologia. (26/04/2018).
Pág. 6. Anima: ver pág. 426 (índice do livro ‘9/1: Os arquétipos e o inconsciente coletivo1.
Fé: Ver pág. Do livro ‘9/1:.’ Pág. 6 do livro ‘11/2: Interpretação psicológica do Dogma da Trindade.
Trindade: Ver pág. 3 do livro ‘11/2...’ Ver pág. 94 e 95.
Inconsciente: Ver pág. 1 do livro ‘9/1...’
(“O maior mérito de Jung é o de haver reconhecido, como conteúdos arquétipos da alma humana, as representações primordiais coletivas que estão na base das diversas formas de religião”. Pág. 7). Só existem as representações primordiais coletivas porque existiram antes muitas individuais. O coletivo só existe porque existem muitos indivíduos. (26/04/218).
(“O homem moderno sente, cada vez mais, falta de apoio nas confissões religiosa tradicionais. Reina atualmente uma grande incerteza no tocante a assuntos religiosos”. Pá. 7). Isso só acontece por causa dos princípios dogmáticos das religiões sofistas e os líderes das religiões, principalmente as religiões cristãs, que não aceitam que nenhum dos dogmas de seu grupo religioso seja falso. (26/04/2018).
(“No trabalho sobre o “Dogma da Trindade”, mostra-nos determinadas semelhanças da teologia régia do Egito”. Pág. 7). O nome mais correto deveria ser Espiritologia e não Teologia. (26/4/2018).
(“Na resposta a Jó se ocupa, comovido e apaixonado, ao mesmo tempo, da imagem ambivalente de Deus, cuja metamorfose na alma humana pode uma interpretação psicológica”. Pág. 7). Imagem ambivalente de Deus: visão imperfeita de Deus.
(“Numa entrevista dada à televisão inglesa, ao lhe perguntarem se acreditava em Deus, Jung respondeu: “I do not believe, I knolw””. Pág. 8.). Ver pág. 9 do livro ‘11/2: Interpretação psicológica do Dogma da Trindade’. Eu também não acredito em Deus, pois eu sei que Deus existe. (27/4/2018).
(“Parece que o propósito do fundador das Terry Lectures é o de proporcionar, tanto aos representantes das Ciências Naturais, quanto aos da Filosofia e de outros campos do saber humano, a oportunidade de trazer sua contribuição para o esclarecimento do eterno problema da religião”. “Visto que a religião constitui, sem dúvida alguma, uma das expressões mais antigas e universais da alma humana, subentende-se que todo o tipo de psicologia que se ocupa da estrutura psicológica da personalidade humana deve pelo menos constatar que a religião além de ser um fenômeno sociológico ou histórico, é também um assunto importante para grande número de indivíduos”. “Creio, de fato, que não há experiência possível sem uma consideração reflexiva, porque a “experiência” constitui um processo de assimilação, sem o qual não há compreensão alguma”. “Na medida em que o fenômeno religiosos apresenta um aspecto psicológico muito importante, trato o temo dentro de uma perspectiva exclusivamente empírica: limito-me, portanto a observar os fenômenos e me abstenho de qualquer abordagem metafísico ou filosófica”. Pág. 17). O processo religioso de cada ser humano tem sim a ver com experiências vividas por um certo indivíduo com o plano espiritual, que passou a ter seguidores e ou discípulos sem terem vivido experiências idênticas, mas que o seguiram baseado em seus ensinamentos e com fé em tudo o que lhes foi ensinado.
A maior dificuldade para estudar, compreender e entender as experiências místicas ou mediúnicas vividas por uma pessoa é que os fatos ou experiências mais importantes acontecem uma única fez, então torna-se necessário cofiar em quem viveu as experiências. O que se torna muito importante para as “religiões” e se transforma no grande dilema para as “Ciências” em geral, pois tais experiências vividas não podem ou não conseguem serem repetidas e por isso não são aceitas pelos estudiosos das Ciências em geral.
Existem muitos desses casos nas páginas da Bíblia e até os teólogos ou dirigentes religiosos não os conseguem entender, quando buscam a compreensão e explicação desses casos.
Eu vivi várias experiências místicas e ou mediúnicas que aconteceram uma única vez... E todas essas experiências vividas por mim foram muito importantes para o meu aprendizado e para que eu pudesse ter plena certeza e confiança em todo o processo que vivi nessa minha vida, pois se não tivesse adquirido tais conhecimentos eu não teria coragem de fazer o que passei a fazer após o ano de 1988... Veja o que já escrevi para centenas de pessoas, inclusive umas duas ou três centenas de membros da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).
Digo também que nenhum espírita entendeu o que passei a entender após a minha experiência mística e ou mediúnica vivida em agosto de 1982. (27/04/2018).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Seg, 17/Set/2018 23:08 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Como sempre faço, à medida que vou lendo algum livro, vou também escrevendo no meu exemplar. Veja o que escrevi no livro “Psicologia e religião”, 11/1 do Carl Gustav Jung.

14 - Escrito nas páginas 106 a 110.
(“Na realidade, a psique é mãe, sujeito e possibilidade da própria consciência”. Pág. 106). Mente Humana = Psique = Consciência: consciente + Inconsciente individual. (19/05/2018).
(“Até há pouco tempo, o empirismo psicológico costumava explicar o “inconsciente” – o próprio termo indica – como a mera ausência de consciência, do mesmo modo que a sombra é a ausência da luz”. Pág. 106). Inconsciente: ver pág. 6.
(“O pressuposto da existência de deuses ou demônios, invisíveis é, na minha opinião, uma formulação do inconsciente, psicologicamente muito mais adequada, embora se trate de uma projeção antropomórfica”. Pág. 106). Deuses: ver pág. 104.
(“Se o processo histórico da “des-animação” do mundo, ou, o que é a mesma coisa, a retirada das projeções continuar avançando, como até agora, então, tudo quanto se acha fora, quer seja de caráter divino ou demoníaco, deve retornar à alma, ao interior do homem desconhecido, de onde aparentemente saiu”. Pág. 107). Discordo, pois com essa atitudes a Verdade nunca será entendida e nem explicada. A alma pertence ao inconsciente individual e tudo o que se acha fora, seja divino ou demoníaco, pertence ao inconsciente coletivo. É preciso saber discernir entre o que é do inconsciente individual do que é do inconsciente coletivo (ver pág. 6). (20/05/2018).
(“Nietzsche não era ateu, mas o seu Deus havia morrido”. Pág. 107). Sempre ouvi falar que Nietzsche era ateu e aqui o autor fala que ele não era ateu. (20/05/2018).
(“Deus é a posição efetivamente mais forte da psique, quando, no sentido da palavra de Paulo, Deus é o “ventre” (Fl 1,3 a 19).” Pág. 108). Li o texto de Fl 1,3 a 19 não vi nada que possa dizer ou entender que “Deus é o ventre”.
(“Isto significa que o fator efetivamente mais poderoso e decisivo da psique individual provoca, forçosamente, fé ou medo, submissão ou entrega, que um deus poderia exigir do homem”. Pág. 108). Fé: ver pág. 6. Medo: é a primeira arma que derrota o Ser Humano. Lembro-me muito bem quando falei para um psiquiatra em fevereiro de 1980 assim: “Doutor, eu fiquei livre de umas cadeias invisíveis e estou livre na rua”. E ele me falou: “Você não pode ficar livre assim, você tem que colocar outras cadeias sobre você!”. Outro psiquiatra me falou assim por volta de maio de 1980, quando falei para ele: “Doutor, eu não consigo trabalhar tomando esses remédios e para toma-los o senhor tem que me colocar de licença médica perante o INSS!” E ele me respondeu: “Mas eu não posso fazer isso, então você fica sem tomar os remédios, mas quando você senti que a crise está vindo toma os remédios, pois você não consegue passar pela crise”. Veja que esse psiquiatra tentou me causar medo e eu enfrentei as crises e descobri todo o segredo em torno delas ou a causa delas. (20/05/2018).
(“Cabe à liberdade do homem decidir se “Deus” é um “espírito” ou um fenômeno da natureza, como o vício dos morfinômenos, e com isto fica definido também se “Deus” significa poder benéfico ou destruidor”. “Por mais indubitáveis e compreensíveis que pareçam tais ocorrências ou decisão psíquicas, elas nos levam mesmo assim à conclusão errônea e não psicológica de que fica a critério do homem criar ou não seu Deus”. Pág. 108). Visão imperfeita de Deus. Deus é um espírito (Jo 4,24) e também possui um poder benéfico, mas respeito plenamente a liberdade de todos. Ver os princípios 7 e 9 da Doutrina Rosareana. (20/05/2018).
(“A soma destes fastos naturais funciona exatamente à maneira do Olimpo povoado de deuses, que querem ser propiciados, servidos, temidos e venerados não só pelo próprio indivíduo no seu variado panteon, como também por todos aqueles que o rodeiam”. Pág. 108). Deuses: ver pág. 104.
(“Sempre existiram “domínios” e “poderes”, e não os compete criá-los, nem precisamos fazê-lo. A única tarefa que nos cabe é escolher o “senhor” a quem desejamos servir, para que esse serviço nos proteja contra o domínio dos “outros”, que não escolhemos. “Deus” não é criado, mas escolhido”. Pág. 109). O autor trabalhou e auxiliou muito na busca e compreensão da Verdade, mas não conseguiu libertar-se da cadeia em que foi aprisionado ou encontrar a saída do labirinto mental, que foi sendo criado há séculos e milênios pelos pensadores e perscrutadores da verdade do passado, em torno da Verdade, da Vida e de Deus. (20/05/2018).
(“Nossa escolha caracteriza e define “Deus”. Mas nossa escolha é obra humana e, por isso mesmo, a definição que propõe é finita e imperfeita (assim como a ideia de perfeição não implica a perfeição). A definição é uma imagem que não eleva a realidade desconhecida, indicada por essa imagem à esfera da compreensibilidade. De outro modo, seria lícito dizer que se criou um deus”. Pág. 109). Ver pág. 108: Doutrina Rosareana.
Princípio 7: “DEUS existe e é o ETERNO PRESENTE, pois para DEUS não existe passado e nem futuro, mas só o presente. DEUS é plenamente BOM, SÁBIO, PERFEITO e HUMILDE.
DEUS não deseja ser adorado, mas AMADO. DEUS ama infinitamente a todos e não faz acepção de espíritos encarnados e desencarnados.
DEUS iniciou a criação do NADA ABSOLUTO. Ele é o primeiro criador, mas não o único, pois Ele não guardou o segredo de SER CRIADOR só para Ele, então todo ser criado também pode se transformar em criador do NADA ABSOLUTO.
DEUS dirige todo o processo da evolução cósmica, mas Ele sempre respeita plenamente a liberdade de todos os outros, até daqueles que agem contra a vontade dos outros, inclusive a dEle mesmo.
Todo criador é responsável por suas criaturas até que elas alcancem a maioridade como espíritos e possam agir e se defender por conta própria”.
Princípio 9: “Cada ser humano, que é um espírito criado, cria para si ideias ou imagens sobre Deus e pensa que suas ideias ou suas imagens sobre Deus representam ou são o verdadeiro e próprio Espírito de Deus, que deu o início à Criação, então saiba ouvir e entender aos outros, analise bem seus pontos de vista”.
(“O interregno é cheio de perigos, pois os fatos naturais farão valer os seus direitos sob a forma de diversos “ismos”, dos quais nada resulta senão a anarquia e da destruição; e isto porque, em consequência da inflação, a hybris humano escolhe o eu, em sua miserabilidade visível, para senhor do universo. Tal é o caso de Nietzsche, prenúncio incompreendido de uma época”. Pág. 109). Estudar a Espiritologia e o autoconhecimento. (20/05/2018).
(“O eu humano individual é demasiado pequeno e seu cérebro demasiado débil para assimilar todas as projeções retiradas do mundo. Numa eventualidade dessas, o eu e o cérebro romper-se-iam em pedações (que os psiquiatras chama de esquizofrenia). Ao dizer: “Deus está morto”, Nietzsche enunciou uma verdade válida para a maior parte da Europa”. Pág. 110). O “Eu” é muito mais importante daquilo que pensam os psiquiatras, que temem àquele que taxam de esquizofrênico. Um psiquiatra concordou comigo, em agosto de 1983, que os remédios psicofármacos, que são receitados por eles, são sim cadeias químicas e ainda me falou assim, após a minha pergunta: “Por que vocês fazem isso com a gente?” Ele respondeu: “É para tirar vocês combate, pois nós não compreendemos a vocês e vocês venceriam a gente”. Esse psiquiatra tinha toda razão, pois ele aceitou a minha ideia e fiquei sem remédios a partir de outubro de 1983 e derrotei os psiquiatras, que m diagnosticaram como doente para o resto da minha vida. Os médicos estudaram para tratar do corpo físico e quase nada sabem sobre a mente humana, que é sim um Espirito reencarnado em sua semieterna caminhada evolutiva cósmica. (20/05/2108).
(“Ninguém soube tirar a conclusão do que Nietzsche anunciara. Não se ouve nela algo de semelhante à antiga frase: “O grande Pã está morto”, que marcava o fim dos deuses da natureza?” Pág. 110). Deuses: ver pag. 104.
(“Mas o homem comum também vive inconscientemente as formas arquetípicas; no entanto, devido a ignorância generalizada em matéria de psicologia, não as reconhece”. Pág. 110). Arquétipo: Ver pág. 1. Nesse item 146, pag. 110, o autor repete a tese sofista do arquétipo por 10 vezes. Mistério histórico e mistério permanente: Mistério nunca explica nada e só é usado por quem desconhece a Verdade... E muitos ainda dizem: “Eis o mistério da fé”. (20/05/2018).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 07/Dez/2018 21:28 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 23/02/2015:

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... 9-1.998109

Publicado no dia 27/02/2015. 4:24 PM Feb 27, 2015
Carlos Michalski. Na sua postagem de 6:43 PM Feb 25, 2015 você escreveu:
Citação:
“Na questão de Numero 150 no Livro do Espíritos é feita uma pergunta e a resposta é interessante ! A alma após a morte conserva a sua individualidade ? Resposta:Sim,jamais a perde.Que seria ela se não a conservasse ? Assim,nós temos mais uma prova que João Batista não era a reencarnação de Elias,pois quem deveria aparecer na visão do Monte Tabor seriam,Moisés,João Batista e Jesus.Não que isso seja apenas mais um argumento contra a reencarnação,mas para confirmar a confusão de Elias ser João Batista por não considerarem os personagens de Mateus 17:11,12 vinculados a Isaías 40:3...Malaquias 3:1...Malaquias 4:5.....Lucas 1:17”.

Carlos, todo Espírito Cósmico, que somos, temos muitas encarnações aqui no Planeta Terra e também na imensa Criação Cósmica. Cada Espírito Cósmico precisa descobrir a própria identidade cósmica e cada vida terrena é uma mini-individualidade de sua identidade cósmica e ele pode sim aparecer ou manifestar na dimensão que ele desejar, desde que saiba quem ele realmente é. Eu só passei a me conhecer bem e a entender aos outros melhor, quando recebi a primeira revelação de uma vida passado do meu Espírito, que foi durante uma celebração de missa dominical em Agosto de 1982 e assim comecei a me autoconhecer. Foi em função dessa revelação, que entendi que tinha sim uma missão a cumprir nessa encarnação com relação à Verdade, que liberta (Jo 8,32) e plena (Jo 16,13) e é por isso também que digo:
“O Espírito da Verdade já está no seio da humanidade e quem for inteligente irá entendê-lo muito bem” (Ap 13,18) e compreender o segredo oculto sobre o número “666”, pois o famoso número “666” é do bem e não contra o bem.
Responder - 18 - 2 - Denunciar - 4:24 PM Feb 27, 2015

A Doutrina Espírita chama de "alma" um Espírito encarnado.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 20/Fev/2019 21:43 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6577
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Todos nós somos Espíritos encarnados e quando um Espírito está encarnado o Allan Kardec julgou melhor chamá-lo de ALMA.

Eis parte dos diálogos postados no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 16/03/2015:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... -1.1009578

Carlos Michalski. 11:01 PM Mar 16, 2015
Meu amigo Nestor aplicando tecnicas Sofismáticas de contestação ! Afirma Nestor:..."O verbo se encarnou e habitou entre nós". Trata-se de Jesus, na concepção do cristianismo. Portanto, um espírito pré-existente que se encarnou. Ora, se isso é plenamente aceito pelas religiões cristãs para o caso de Jesus, por que não o seria para outros espíritos pré-existentes? Dois pesos e duas medidas?... Além disso, em havendo centenas de milhares de mundos fora da terra, Jesus seria o único espírito credenciado para se encarnar em cada um deles e redimi-los, passando por tudo quanto passou aqui na terra?... Um sofrimento sem fim?... Nestor,o Espirito de Jesus,o Verbo,é Eterno.Preexistente é o almoço que vem antes do jantar ! Jesus é Gerado de Deus e não Criado,isso é Heresia.Nenhum espirito humano vive DESDE a Eternidade,nem mesmo os exercitos celestiais de Anjos.O espirito(pneumati)do homem é o "sopro" de vida (ruach) no momento da concepção ou em estagio muito precoce da gestação. Um abraço Carlos Michalski

Nestor Martins Amaral Júnior. 7:23 PM Mar 17, 2015
Eu também não consigo entender como é possível atribuir a Deus palavras não raro contraditórias, incongruentes e desconexas em ralação à própria natureza criada por Ele. Alguns crentes chegaram ao desplante de divulgar uma notícia, atribuída à NASA, de que mediante análise regressiva (via supercomputador), teriam obtido um calendário dos tempos de Josué, no qual faltava um dia. O dia em que o sol parou para favorecer Josué, naquela fatídica batalha. Veja até onde pode chegar o fanatismo...

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 17/03/2015.
Nestor. Todo fanatismo é um muito perigoso, seja de fundo religioso, político, nacionalidade e até de torcedor de futebol. Pode-se dizer: ‘É algo utilizado pelas trevas para que tudo continue na obscuridade e ninguém consiga entender a Verdade’. Mas a Verdade realmente liberta (Jo 8,32) o ser de tudo aquilo que esconde o caminho para o encontro da Verdade Plena (Jo 16,13) e para a colheita dos frutos da árvore da vida (Gn 3,24) e assim poder alimentar a todos os famintos da Vida sobre a própria Verdade.

Publicado no dia 18/03/2015.
Carlos Michalski. Na sua postagem de 7:26 PM Mar 17, 2015 você escreveu:
Citação:
“Wlamir,como você "exige" explicação sôbre fatos que você não entende!? Deus mandou Moisés matar os idólatras e você não concorda,certo? Você está sendo otimista,pois,pelo que sei,uns 3000 homens foram mortos.Você então, acha mais honra no Bezerro de Ouro do que em Deus ? (Exodo 32:25) Sim,Wlamir,só 3000 mortos.Quantos hoje em êxtase adoram a Besta de forma velada ? Quantos,Wlamir,você acha que Deus vai varrer da face da Terra pela adoração à Besta e agredirem a Deus ? Só 3000 ? Se dependesse de você,o Bezerro seria adorado,Deus escarnecido e os idólatras poupados.Sinceramente,muitos mais morrerão por muito menos.Você quer que eu conceda uma resposta comprometedora,não é mesmo ? Você é ardiloso por ser espirita e o Carlos é um tolo por ser Cristão! Sei..! Wlamir,na minha opinião,se Deus pedisse a minha ajuda não seriam só 3000.Deixa como estar e se acostume com a Verdade de Deus ! Satisfeito ? Carlos Michalski”
Tudo o que está escrito no capitulo 32 do Êxodo é realmente uma dor de cabeça para todo o teólogo, que busca uma compreensão da Verdade e a saída é essa que você deu no final: “Deixa como estar e se acostume com a Verdade de Deus ! Satisfeito ?” Mas essa saída não explica nada apenas mostra o beco sem saída sobre intervenções de “Espíritos” no mundo corporal, que foram e ainda são consideradas como intervenções divinas. Eu só entendi esse capítulo e todo o Êxodo, principalmente o que está escrito em Êxodo 3,7 a 12, quando recebi a revelação de que o “Espírito”, que sintonizou com o profeta Moisés e passou a dirigi-lo e orientá-lo, não foi o próprio e único Espírito Santo de Deus, mas o “Espírito” do patriarca Abraão. Quem me fez essa revelação foi o próprio Espírito do Patriarca Abraão no ano de 1984 e só escrevi sobre esse assunto na segunda carta, que escrevi em 01/01/1993 para o teólogo João Batista Libânio e na nona carta, que escrevi em 25/12/1995 para o meu irmão padre. Já disse e volto a dizer que passei a escrever em cartas as minhas vivências místicas ou mediúnicas para diversas pessoas, pois assim fui orientado pela Espiritualidade para deixar tudo muito bem registrado e até divulgado, que inicialmente foi de uma forma bem secreta, pois havia um prazo de 20 anos, que tinha de ser respeitado e que tinha iniciado em Janeiro de 1980. É por tudo o que já aprendi e vivi, que digo que todos os teólogos na realidade não são teólogos, pois eles estudam a história da Teologia e das Religiões, mas sobre Deus mesmo eles não explicam nada, mas só falam em fé e mistério.

Nestor Martins Amaral Júnior
Carlos, não seria temerário fazer certos tipos de afirmações como: "anticristã", "antibíblica", já que a fonte utilizada por Chaves é a mesma? Não seria uma questão de interpretação? Ele é tão estudioso quanto você. Quem estaria contra o que? Ele ou você? Acho que, no máximo, você poderia dizer que interpreta de forma diferente da dele, mas nunca lançar-lhe o anátema. A verdade, só o tempo nos dirá. E bota tempo nisso. Abraços, Nestor.

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 19/03/2015. 11:38 AM Mar 19, 2015
Nestor. A Verdade já está sendo explicada e divulgada e só não a entende aquele que é fanatizado pela fé cega. Agora digo sim que a Bíblia está correta, pois os erros estão sim no processo de cada um em entender e interpretar a Bíblia. Até Janeiro de 1980 eu aceitava cegamente que a Bíblia era a Palavra de Deus e por isso não tinha como entender a própria Verdade, pois a Bíblia mostra as ideias e conceitos que os autores bíblicos tinham sobre Deus, que é sim o único Espírito Incriado, mas muitos autores bíblicos julgavam e defendiam que qualquer Espírito amigo, que se aproximava deles era sim o Espírito Santo de Deus e isso complicou tudo... Mas, finalmente, chegou o tempo da explicação e compreensão da Verdade, que liberta (Jo 8,32) e plena (Jo 16,13).

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 19/03/2015. PM Mar 19, 2015
Armando. Um abraço. Parece que o Sr. Carlos Michalski nunca leu Mateus 5,21 e 22: “Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; aquele que matar terá de responder no tribunal. Eu, porém, vos digo: todo aquele que se encolerizar contra seu irmão, terá de responder no tribunal; aquele que chamar ao seu irmão ‘Cretino!’ estar sujeito ao julgamento do Sinédrio; aquele que lhe chamar ‘Louco’ terá de responder na Geena de fogo”.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 13 mensagens ] 

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 8 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB