Portal do Espirito

A sua referencia em Doutrina Espirita na Internet
Bem-vindo: Seg, 30/Mar/2020 03:47
Ler mensagens sem resposta | Pesquisar por tópicos ativos


Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 310 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 17, 18, 19, 20, 21
Autor Mensagem
MensagemEnviado: Sex, 07/Dez/2018 21:48 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6663
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 23/02/2015:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... 9-1.998109

Nestor Martins Amaral Júnior 2:25 PM Feb 27, 2015. Publicado no dia 27/02/2015.
Rosário, cada vez mais eu enxergo em você um pensador sensato e avançado no tempo. De fato, a história mostra a busca constante da verdade pelo homem. De um lado há os que a procuram com humildade e de outro os que pensam já tê-la, podendo ditá-la para os demais, não raro mediante o uso da força, do tipo: alguém disse isso, assim e assim (versículo tal, parágrafo tal – quanta falta de raciocínio, criatividade e imaginação)... E assim acabam recriando a “Babilônia”. Para os mais afoitos, Deus é inexplicável, portanto um mistério, e é assim que devemos entendê-lo e aceitá-lo. Ora, isso impede a possibilidade futura do surgimento de alguém capaz de desvendar o dito mistério. Mas, por mais brilhante que esse alguém for não poderá avançar, uma vez que essa porta já foi fechada lá atrás. Isso, no mínimo, não seria uma pretensão absurda, na contramão do conhecimento?... Dogmas, dogmas, dogmas... Quem os teria criado? Deus, certamente não foi. Nem católico Ele é. Abraços, Nestor.
Responder - 16 - 3 - 2:25 PM Feb 27, 2015

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 01/03/2015.
Nestor. Obrigado pela compreensão... Realmente é muito difícil entender e falar sobre a Verdade enquanto não se liberta dos princípios dogmáticos que bitolam toda a liberdade até de pensar. Até Janeiro de 1980 eu julgava que se fosse ler um livro de outra religião eu estava pecando e sendo infiel à minha fé na Igreja. Quando aceitei a verdade da reencarnação não fui compreendido por um dos meus professores do seminário, pois ele, após ler os meus primeiros escritos reveladores, me falou assim por telefone e pessoalmente no dia 11/01/1980: “Li tudo o que você escreveu e não tem nada de novo. Tudo se refere aos problemas da atualidade. Você precisa é de psiquiatra e não de padre!” Fiquei meio sem graça, pois julgava que iria receber auxílio dele, pois ele me conhecia muito bem, mas isso também foi ótimo já que fiquei livre das orientações dele e fui perscrutar a Verdade de verdade.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 07/Dez/2018 21:54 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6663
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 23/02/2015:

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... 9-1.998109

Publicado no dia 01/03/2015. 4:12 PM Mar 01, 2015
Carlos Michalski. Você tem todo o direito de escrever:
Citação:
“Gravíssimo êrros Rosario Americo.Para alguém que se intitula teólogo,um grave e imperdoável êrro.Todos os teologos,todos os Evangelistas,todos os sacerdotes católicos ou protestantes,Seminaristas e Biblistas,sabem e atestam que a Obra do Cristo tem indissociáveis Atos Soberanos e tambem atos Magistrais”.
Estamos sim entrando na Era da Verdade e a Verdade assusta a todos aqueles que ainda estão aprisionados na cegueira da fé. A Verdade é como uma espada que fulmina todo tipo de enganação, que vem sendo ensinado por líderes religiosos da humanidade desde os tempos antigos.
Vou postar aqui a carta introdutória de uma apostila com 44 cartas, que enviei para os 8 cardeais brasileiros em Março de 2001. Eu citei trechos da carta que já tinha enviado para o papa João Paulo II para ver se algum dos cardeais me pedisse cópia da mesma carta, mas todos ficaram em absoluto silêncio. Se eu não soubesse o que sei, nunca iria ter coragem de fazer o que faço e quem me dá todo esse direito é sim o Espírito Santo de Deus, mas isso para você é puro ERRO.

Eis cópia da carta (coloquei o nome de cada cardeal na apostila enviada para ele):
Desejo-lhe muita paz, muita luz e muita liberdade para poder pensar livremente, pensando assim no já pensado e encontrar a VERDADE VERDADEIRA. A VERDADE ABSOLUTA nos é apresentada sob o segredo do mistério e o medo do inexplorável ou mesmo do infinito inatingível. É muito sério o que tenho para dizer, Dom Cardeal, e o Senhor é um digno representante da hierarquia católica apostólica romana. Nem cheguei a fazer a profissão simples, pois o noviço Frei Aloísio Resende ofm saiu do Convento de Santa Maria dos Anjos em 1966, Betim, MG, às vésperas da profissão simples. Estou enviando-lhe todo este meu trabalho, como também o estou remetendo para os outros 7 Cardeais brasileiros, porque não posso e nem aceito ser omisso. Esta minha atitude é porque o assunto é realmente muito sério e não quero forçar a presença de algum intérprete ou tradutor, que não mereça a minha confiança e não seja plenamente fiel a quem me ajuda. Se eu o enviasse aos “outros” cardeais, que não são brasileiros, obrigaria que terceiros tomassem conhecimento de tudo o que estou apresentando. Na minha carta de 02/09/1989, que enviei para a Sua Santidade, o Papa João Paulo II, escrevi assim, quando sintonizei pela 1ª vez com Deus-Pai-Mãe e com Jesus de Nazaré:
a) “5º) No dia 12/04/1984, ali pelas 15,30 horas quando também sintonizou comigo o próprio DEUS-PAI... Era o infinito tornando-se finito ou o finito tornando-se infinito... Era o impossível sendo possível”.
b) “6º) No dia 20/11/1984, DEUS-PAI tornou-se DEUS-PAI-MÃE, outra emoção indescritível, pois o mistério da VIDA tornava-se limpo e claro... Isto é: sem nenhum mistério mais”.
c) “3º) Em 25 e 26/11/1983, quando Jesus sintonizou comigo pela primeira vez... O sentimento foi indescritível... Era viver de corpo e alma no céu ao lado de Deus... na presença de Deus”.
O “Espírito Santo”, que fez do meu corpo uma morada para Ele, orientou-me para tomar esta iniciativa, pois não podemos ser omissos e temos que trabalhar já que o Pai trabalha. Jesus já nos ensinou e orientou:
“Meu Pai trabalha até agora e eu também trabalho” (Jo 5,17).
Pela sequência das cartas (44), todo o objetivo do meu trabalho e a minha identidade cósmica vão sendo revelados. O meu preço é a PAZ PLENA na terra inteira. Espero contar com a sua ajuda e compreensão. O mesmo espera de sua Eminência o “Espírito Incriado”, que é Deus-Pai-Mãe e que nos respeita com plenitude, pois se assim não o fosse Ele não seria DEUS. Um grande abraço de quem queria seguir “o próprio passado”, sem ter tido uma ótima compreensão do presente e o que não permitiria o cumprimento do planejamento para o futuro, que era o encontro da VERDADE e é a sua divulgação. Rosário A. de Resende.

Publicado no dia 01/03/2015. 11:47 PM Mar 01, 2015
Carlos Michalski. Você me fez essa pergunta:
Citação:
“Embora sabendo a resposta,eu te pergunto Rosario Americo;você não entende nada do Cristo,ou você o teme ou você o detesta ?!”
Muitas das verdades, que passei a divulgar, após Janeiro de 1980, me foram reveladas pelo próprio Espírito de Jesus, que sintonizou perfeitamente comigo pela primeira vez nos dias 25 e 26/11/1983. Agora você não precisa aceitar nada do que divulgo, como não aceita mesmo; mas isso, para mim, não tem nenhum problema, pois Jesus também não foi aceito pela liderança religiosa, quando ele esteve aqui entre nós. Pense bem que tudo o que você estuda hoje nas páginas da Bíblia foi um trabalho semelhante ao que faz hoje por meio de revelações da Espiritualidade e existem Espíritos de todos os níveis evolutivos fazendo suas intervenções no plano físico e cada um tem sim seus objetivos particulares e grupais. É preciso estudar e entender bem da Espiritologia para depois começar a estudar a Teologia. Você não aceita as minhas cartas, mas se esquece de que todas as epístolas do Novo Testamento foram sim cartas enviadas para grupos de pessoas ou até mesmo para pessoas individuais. Eu passei a escrever as tais cartas porque tinha que registrar tudo para ser estudado no futuro e só para os cardeais eu enviei 44 cartas, que já tinha enviado para outras pessoas antes e quem me orientou a fazer essa remessa foi sim o próprio Espírito Santo de Deus. Agora você tem todo direito de não aceitar nada disso, mas eu tenho a responsabilidade de fazer a divulgação, mesmo sabendo que irei ser tratado como herético ou falso, mas o meu objetivo é sim a VERDADE, que liberta (Jo 8,32) e plena (Jo 16,13).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 20/Fev/2019 21:19 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6663
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Tudo o que passei a divulgar após janeiro de 1980, teve como base o que aprendi por meio de revelações e análises fazendo comparações entre elas e tudo o que já sabia.
Eis parte do que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 16/03/2015:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... -1.1009578
Publicado no dia 16/03/2015. 5:54 PM Mar 16, 2015
1 - Chaves. Parabéns por mais esse artigo. Realmente todo ser humano que busca uma compreensão da Vida não poderá compreendê-la senão perscrutar também a Verdade e por meio da Verdade a fé cega é eliminada. Vou postar aqui a minha 2ª carta que escrevi para o meu irmão padre em 28/06/1992, pois essa carta foi baseada no meu novo entendimento da Vida por meio da minha aceitação da reencarnação no dia 05/01/1980 (eliminei os textos familiares):
Essa carta está nesses endereços do Portal:
2ª carta para o Basílio – 28/06//1992)
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=95992#p95992
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=95993#p95993
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=95994#p95994
Carlos Michalski. 7:25 PM Mar 16, 2015
Outra afirmativa conveniente `a visão espirita afirma:...."Esses teólogos e intérpretes da Bíblia contrários às vidas sucessivas, a única doutrina que, hoje, tem o respaldo de vários segmentos da ciência, fazem realmente verdadeiros malabarismos exegéticos e alegóricos para mudarem os significados dos textos bíblicos favoráveis à reencarnação. Mas acredite nesses malabaristas da teologia quem quiser! Respaldo da Ciência para a reencarnação não existe, o que existe é o fato da maioria dos homens de Ciência quererem acreditar em terapias de Regressão,fato controverso,pois muitos afirmam que da mente humana sob hipnose afloram o que o individuo sempre desejou ou conhece.Outro fato é que crer na "erudição" das especulações e repudiar as Escrituras,parece "mais elegante" e menos "religioso" ou menos..."crente"! Vivo no meio de homens de Ciência e a maioria repele ou se envergonha de lidar com fatos Bíblicos.Rejeitar as Escrituras parece mais...sóbrio e contextual.Pura vaidade! Quem faz malabarismos exegèticos,não são os Cristãos ou os Teólogos Cristãos,mas os Anti cristãos,que buscam em exegeses absurdas um presuposto respaldo que contradiga a Obra Salvadora e Redentora de Cristo e contemple homens e "entidades" das trevas.Muita gente tem "espiritualidade" mas não tem "vida espiritual" porque sentem vergonha da Cruz de Cristo.Sim,vergonha e ódio ! Carlos
Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 17/03/2015. 10:06 PM Mar 17, 2015
Quem quiser estudar sobre Terapia de Vidas Passadas, que é uma prova científica da reencarnação, é bom ler os livros do psiquiatra norte-americano Brian L. Weiss e é bom que se diga: ele não é espírita. Vou divulgar aqui o item 12 da carta que escrevi em 07/04/2000 para o bispo Dom Frei Boaventura Kloppenburg ofm: Item 12 - Brian L. Weiss. Sobre suas referências feitas ao psiquiatra norte-americano Brian L. Weiss (pág. 118 de “Reencarnação”), parece que vem de alguém, que não leu as obras dele. Você escreveu: “E sobre as atuais façanhas oportunistas do médico norte-americano Brian L. Weiss”, esta redação só pôde ou pode vir de quem ouviu falar, mas nada sabe do próprio assunto. O Dr. Brian é um médico e famoso psiquiatra, que expôs em seus livros suas experiências práticas de consultório: “Contra fatos não há argumentos”. É interessante observar, ainda, que ele era um médico estudioso e pesquisador de cérebro, um cientista mesmo, era materialista, e depois se tornou espiritualista e adepto das vidas sucessivas. Ele chegou a se convencer da reencarnação pela lógica do raciocínio e pela liberdade no ato de pensar, encontrando a verdade libertadora, como está exposto em seus livros. Ele pôs em jogo todo o seu prestígio, já adquirido e conquistado com muito esforço. Isso não se pode apenas negar, e como foi negado por um mestre, como o Senhor o é. Tudo isso é surpreendente e muito estranho mesmo! Dizer que a terapia de vidas passadas é desprezada pelos psiquiatras, e que a regressão não foi aceita pelo Conselho Federal de Psicologia, não prova nada, pois muitos psiquiatras e psicólogos são materialistas, não acreditando, pois, nem em Deus. Já ouvi as seguintes frases de alguns destes profissionais da mente: “Até Jesus tinha problemas mentais, é por isso que ele fazia milagres”. “Nós não nos interessamos por religião. Nós somos como a FIFA, qualquer país, que for o campeão mundial de futebol, está ótimo”. “A Psicologia acaba com os traumas religiosos”. “O Frei X, se salvou porque estudou psicologia, e, o Frei Y, se complicou, porque foi estudar religião. Religião não resolve os dramas da vida. O Frei Y está esquizofrênico”. (Esta veio de um analista Padre, o que é mais lamentável ainda). O Senhor já ouviu falar sobre a Sociedade Brasileira de Terapia de Vida Passada, que é formada por um grupo de médicos e psicólogos? A SBTVP tem sede em Capinas, SP. Seus dirigentes são catedráticos da UNICAMP, com centenas de adeptos ou admiradores em todo o Brasil. Existe também o INTVPA, Instituto Nacional de Terapia de Vida Passada, com sede no Rio de Janeiro, RJ. Na Europa e USA a TVP está bem na frente do que no Brasil, contando com renomados psiquiatras e psicólogos, como Netherton Morris (USA), Thorwald Dethlefsen (da Universidade de Munique), Joel L. Witton (da Universidade de Toronto). O interessante é ver a mudança ocorrida com o já famoso Dr. Brian. O Dr. Psiquiatra Brian L. W. não tomou a decisão de negar apenas por negar, mas foi atrás da VERDADE e a encontrou. Veja os 4 livros dele, já publicados no Brasil e todos foram “best seller”. Hoje já existem muitos profissionais da mente, que utilizam da “Terapia de Vidas Passadas”. Só não a aceitam aqueles, que a negam por ignorância, preconceito, conveniência religiosa ou própria mesmo, já que para estes tudo depende do negar, sem saber o que negam, mas negam.
Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 17/03/2015. 10:07 PM Mar 17, 2015
Decidi também divulgar aqui o item 13 da mesma carta: Item 13 - O Argumento Psicológico. Com relação a este capítulo do seu livro, quero fazer algumas observações, e nestas não se pode esquecer-se do “inconsciente”. O Senhor, Dom Frei Boaventura, já entende o “inconsciente”, e sabe explicar claramente o que ele é? Como ele age? O inconsciente é “algo”, que deu e dá muita dor de cabeça para quem tenta decifrá-lo, sem ter a capacidade para isso. Essa capacidade só é adquirida com um profundo e claro conhecimento e domínio da matemática, que nos ajuda a ter um raciocínio claro, conciso e exato. Existem muitos nomes técnicos para se referir ao “inconsciente”, como: subconsciente, superconsciente, superego, Eu Superior, eu inferior, ego, id e até mesmo inconsciente. Para mim tudo é fruto de quem não compreendeu, mas quis mostrar que entendeu, já que se apresentava como o “mestre” do assunto. O próprio hipnotismo é explicado pelo conhecimento profundo da mente, que é um somatório do consciente com o inconsciente individual e coletivo. O inconsciente coletivo é o maior conjunto cósmico possível. Temos que aprender a identificar os efeitos ou ações e reações originadas no “inconsciente individual” e separá-los dos que vêm do “inconsciente coletivo”. Para fazer essa diferenciação utilizo de um método, que denominei de “Terapia do Espelho”, que está baseada nos ensinamentos evangélicos, como: “porque a boca fala daquilo de que está cheio o coração” (Lc 6,45) e “Mas o que sai da boca procede do coração e é isto que torna o homem impuro” (Mt 15,18). Qualquer analista materialista não conseguirá separar o joio do trigo ou o que se origina no “inconsciente individual” do que vêm do “inconsciente coletivo”, pois, por princípio, o materialista nega a existência de Deus e do mundo espiritual. Para esse profissional da mente humana tudo vem da mente ou pertence unicamente a ela. No imenso conjunto cósmico do “inconsciente coletivo” está incluído tudo, seja material ou espiritual. O grande teólogo e parapsicólogo Padre Oscar Gonzalez Quevedo escreveu os livros: “A Face Oculta da Mente” e “As Forças Físicas da Mente”, este em dois volumes. Para quem quiser aprender algo sobre a “mente consciente” esses livros são ótimos e fantásticos mesmos, são uma obra prima; mas se quiser aprender alguma coisa sobre “mente inconsciente”, então não perca tempo em lê-los, pois para esse aspecto não valem nada mesmo. O autor não explica nada sobre “o inconsciente”, e então nada sabe ou só deseja enganar, só lança mais confusão e sofisma sobre este assunto. O objetivo dele é chamar outros de enganadores, e dizer que tudo, o que fazem, é com fraude. Ele estudou mágica para provar e enganar a ele mesmo, que os outros enganam. O maior enganador e enganado é ele mesmo, pois ele, quando não pode mostrar os fatos, faz mágica. Tive um diálogo com o meu ex-Padre mestre, e falávamos desses assuntos. Ele tentou me explicar, mostrar e convencer-me de que a parapsicologia explicava tudo pela paranormalidade, e que nada havia de sobrenaturalidade para os casos, que eu estava falando com ele. Aí respondi para ele que, para mim, sobrenaturalidade e paranormalidade são sinônimos. Sobrenaturalidade ou sobrenatural são conceitos criados por padres, para falar de Deus e das manifestações da presença de Deus em nosso meio. Então é algo sobre o natural ou além do natural. Paranormalidade ou paranormal são palavras ou conceitos criados por técnicos para exprimirem aquilo, que está além do normal ou da normalidade. No fundo é a mesma coisa ou idéia, só que aqui foi eliminada qualquer possibilidade da manifestação da presença de Deus ou da Divindade, mas não deixa de ser sobre o natural. Após a minha defesa, o meu ex-Padre mestre silenciou-se, refugiando-se na inexpugnável fortaleza do silêncio, onde todas as portas e entradas são fechadas com chaves de ouro, muitos segredos e selos. O Senhor já leu o livro “O Código da Bíblia”? Com referência ao que foi escrito na página 121, fiquei decepcionado com os dois nomes citados: o Dr. Antônio da Silva Mello e o Senhor Schopenhauer. Li e reli algumas vezes para entender bem o que eles disseram sobre a matemática, os números e os cálculos, como está escrito: “Em relação aos prodígios de cálculo, é preciso considerar que o mecanismo de tais operações deve ser extremamente simples, pois as próprias máquinas de calcular podem realizá-los sem qualquer raciocínio” (Silva Mello) e “Já Schopenhauer havia afirmado que a atividade mental mais baixa era aritmética, pois é a única que pode ser executada por meio de máquinas”. Fiquei chocado com a grande falta de entendimento e sabedoria dos mestres, incluindo o Senhor, que os elogiou. Comparo isso aqui com o Nicodemos, que foi conversar com Jesus à noite e por que à noite? Para tudo ficar às ocultas? (João capítulo 3). Não sei por que o Senhor citou estes trechos? Mas se o fez, é porque concorda com os autores. Para mim, qualquer pensador, filósofo, estudioso, cientista ou teólogo, ficará perdido no labirinto mental, que foi e é criado pela sua própria mente, e não encontrará a VERDADE, que a tudo explica e de tudo liberta também, se não for um profundo matemático e um dominador dos segredos das ciências exatas. Consegui unir os estudos filosóficos e teológicos com a matemática, que, para mim, é a mãe de todas as ciências, e, que nos dá uma capacidade de pensamentos e raciocínios exatos. Pitágoras, Platão e o Livro da Sabedoria da Bíblia dizem acertadamente que, ao criar o mundo, Deus usou de números. Einstein disse: “Do mundo dos fatos não se vai ao mundo dos valores (matemáticos)”. Os computadores hoje fazem cálculos, que jamais o homem poderá fazer com tamanha certeza e rapidez. Além do mais, Schopenhauer era um ardoroso defensor da reencarnação (veja o livro “A Reencarnação Segundo a Bíblia e a Ciência”, de José Reis Chaves, Editora Martin Claret, SP). As máquinas e os computadores, que podem fazer cálculos, foram criados pelas mentes humanas que tiveram o domínio absoluto dos mesmos. Tudo isso prova e comprova a evolução da capacidade mental do ser humano, já que tudo que existe foi pensado antes por alguma mente, chegando até à mente de Deus, que iniciou a criação. Já existem computadores que venceram o campeão mundial de xadrez. Isso não diminuiu o valor ou a capacidade do campeão, mas mostra a evolução do próprio ser humano, já que construiu uma máquina quase perfeita. Neste caso a máquina quase pensa, já que decide o que fazer utilizando-se dos cálculos exatos, que não permitem erros ou mesmo sofismas. Se uma máquina, que não pensa, faz isso com tanta precisão e exatidão, o que poderá então fazer uma “mente”, que descobriu e dominou todos os segredos da matemática?

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 08/Mai/2019 22:11 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6663
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 06/04/2015:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... -1.1020065
Publicado no dia 08/04/2015.
Carlos Michalski. Nossa compreensão sobre a Bíblia é completamente diferente. Você ainda a compreende como eu a compreendia antes de 1980. Veja um texto da introdução da minha 5ª apostila, que comecei a divulgar a partir de 29/09/2004: Agora se for tomando conhecimento de tudo de uma forma lenta, segura e constante o aprendizado será muito mais útil e melhor absorvido, e não existirá mais nenhum perigo de sofrer fulminantes ataques das “Trevas” ou até mesmo a intensa emoção e vibração pela presença da LUZ. Leia e entenda bem a carta de 05/05/1997, escrita para o Leonardo Boff. Aqui se adapta muito bem este provérbio popular: “Esmola demais, até o santo desconfia”.
Veja alguns exemplos destes ataques nas páginas da Bíblia Sagrada:
a) “Saulo ergueu-se do chão. Mas, embora tivesse os olhos abertos, não via nada. Conduzindo-o, então, pela mão, fizeram-no entrar em Damasco. Esteve três dias sem ver, e nada comeu nem bebeu” (At 9,8 e 9).
b) “Disse-lhe então Pedro: “Ananias, por que encheu Satanás o teu coração para mentires ao Espírito Santo, retendo parte do preço do terreno?” Ao ouvir estas palavras, Ananias caiu e expirou” (At 5,3 e 5).
c) “Retrucou-lhe Pedro: “Por que vos pusestes de acordo para tentardes o Espírito do Senhor? Eis à porta os pés dos que sepultaram teu marido; eles levarão também a ti”. No mesmo instante ela caiu a seus pés e expirou” (At 5,9 e 10a).
d) “Eis que ficarás mudo e sem poder falar até o dia em que isso acontecer, porquanto não creste em minhas palavras, que se cumprirão no tempo oportuno” (Lc 1,20).
e) “Caríssimo, não acrediteis em qualquer espírito, mas examinai os espíritos para ver se são de Deus, pois muitos falsos profetas vieram ao mundo” (1Jo 4,1).
f) “Quando chegavam à eira de Quidom, Oza estendeu a mão para segurar a Arca, porque os bois faziam-na cair. Então a ira de Deus se inflamou contra Oza e o feriu, por ter colocado a mão na Arca; Oza morreu lá, diante de Deus. Davi ficou desgostoso porque Iahweh fulminou Oza, e deu a este lugar o nome de Farés-Oza, que conserva até hoje” (1Cr 13,9 a 11). O mesmo assunto está escrito em 2Samuel 6, 3 a 8.
g) “Naquele mesmo dia Sara teve de ouvir insultos de uma serva de seu pai. Ela fora dada sete vezes em casamento, e Asmodeu, o pior dos demônios, matara seus maridos um após o outro, antes que se tivessem unido a ela como esposo. A serva lhe dizia: “És tu que matas teus maridos! Já foste dada a sete homens e não foste feliz sequer uma vez!”” (Tb 3,7 e 8.).
h) “Ficaram ambos cheios de espanto e caíram com a face em terra, com grande temor. Quando se reergueram, não o viram mais” (Tb 12,16 e 21a).
i) “Certamente morreremos,” disse Manué à sua mulher, “porque vimos a Deus” (Jz 13,22).
j) “Então caiu o fogo de Iahweh e consumiu o holocausto e a lenha, secando a água que estava no rego” (1Rs 18,38). “Elias respondeu e disse ao chefe dos cinquenta: “Se eu sou um homem de Deus, que desça fogo do céu e te devore a ti e aos teus cinquenta”, e um fogo desceu do céu e o devorou, a ele e aos seus cinquenta” (2Rs 1,10). A mesma cena se repetiu em 2Reis 1,12.
A Bíblia sempre teve e tem razão, o problema são aqueles que interpretam a Bíblia a seu bel prazer e até negam o que está escrito na própria Bíblia quando é para o próprio interesse. Peço para que sejam analisados estes dois trechos: “Responderam-lhe: “Era um homem vestido de pêlos e com um cinto de couro ao redor dos rins”. E disse o rei: “É Elias, o tesbita!” (2Rs 1,8) e também: “João usava um roupa de pêlos de camelo e um cinturão de couro em torno dos rins. Seu alimento consistia em gafanhotos e mel silvestre” (Mt 3,4). Veja que a descrição é a mesma e fica claro a existência da grande semelhança entre os dois homens. Eu já não tenho mais dúvida que trata-se de duas encarnações do mesmo espírito. Leia o item 8 da carta de 07/04/2000, escrita para o Bispo Dom Boaventura e tome as suas decisões.
l) “De lá subiu a Betel; ao subir pelo caminho, uns rapazinhos que saíram da cidade zombaram dele, dizendo: “Sobe, careca! Sobe, careca!”. Eliseu virou-se, olhou para eles e os amaldiçoou em nome de Iahweh. Então saíram do bosque duas ursas e despedaçaram quarenta e dois deles” (1Rs 2,23 e 24).
m) “Sodoma e Gomorra: “Quando o sol se erguia sobre a terra e Ló entrou em Segor, Iahweh fez chover sobre Sodoma e Gomorra, enxofre e fogo vindos de Iahweh, e destruiu essas cidades e toda a Planície, com todos os habitantes da cidade e a vegetação do solo” (Gn 19,23 a 25).
n) “Eles, porém, não o receberam pois caminhava para Jerusalém. Em vista disso, os discípulos Tiago e João disseram: “Senhor, queres que ordenemos desça fogo do céu para consumi-los?”. Ele, porém, voltando-se, repreendeu-os” (Lc 9,53 a 55).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Editado pela última vez por Rosário em Qua, 08/Mai/2019 22:18, em um total de 1 vez.

Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 08/Mai/2019 22:12 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6663
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 06/04/2015:

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... -1.1020065

Publicado no dia 08/04/2015.
Carlos Michalski. Logo após ter tido o meu nascimento do alto (Jo 3,3 e 7) e ter recebido a revelação que também desci do alto (Jo 3,13), então fiquei em condições de estudar e compreender melhor a Bíblia por meio do estudo da Espiritologia, pois muitos Espíritos recém-desencarnados fizeram suas intervenções no plano físico e foram considerados como sendo o único e próprio Espírito Santo de Deus e essas considerações continuam sendo aceitas como verdadeiras por muitas pessoas. Vou postar aqui outro texto da introdução da minha 5ª apostila, que comecei a divulgar a partir de 29/09/2004 - Como Deus respeita plenamente à vontade, a liberdade e a decisão de seus profetas, então, quando estes passam a utilizar do poder recebido para praticarem atos não perfeitos e não bons para todos, Deus, que é plenamente fiel, afasta e assim outros espíritos desencarnados com sentimentos semelhantes aos do profeta se aproximam e atuam de uma forma não de acordo com a PERFEIÇÃO. Estes espíritos para quem possui pouco discernimento assumem o lugar de Deus e aqueles que ainda possuem pouca sabedoria julgam que o próprio Deus é o responsável pelos atos contrários ao BEM, que existem na Bíblia Sagrada. Por falta de discernimento e sabedoria de muitos os falsos Cristos agiram e ainda agem envolvendo e enganando aos seres humanos, que facilmente caíram e caem nas tentações do TER, da cobiça do PODER e do desejo de só serem servidos. Alguns exemplos de atos e atitudes contrários ao BEM e à PAZ PLENA na Bíblia e defendidos ou apresentados por muitos como se fossem divinos ou da vontade Deus:
1º) Noé: “Iahweh arrependeu-se de ter feito o homem sobre a terra, e afligiu-se o seu coração. E disse Iahweh: “Farei desaparecer da superfície do solo os homens que criei e com os homens, os animais, os répteis e as aves do céu, porque me arrependo de os ter feito”” (Gn 6,6 e 7). O “Perfeito ou o Eterno” não se arrepende, não vinga e não destrói! Ele é Perfeito.
2º) Abraão: “Mas Iahweh feriu Faraó com grandes pragas, e também a sua casa, por causa de Sarai, a mulher de Abrão. Deus disse: “Toma teu filho, teu único, que amas, Isaac, e vai à terra de Moriá, e lá o oferecerás em holocausto sobre uma montanha que eu te indicarei”” (Gn 12,17 e 22,2). O “Perfeito ou o Eterno” não envia pragas e nem exige nada, pois Ele nos respeita plenamente. Deus, o Perfeito, é e Ele, em seu plano criador, já preparou tudo para que todos sejam plenamente perfeitos e sábios, mesmo que para isso seja necessário que se passe trilhões e trilhões de anos.
3º) Ló: “Quanto aos homens que estavam na entrada da casa, eles os feriram de cegueira, do menor até o maior, de modo que não conseguiram encontrar a entrada” (Gn 19,11). O “Perfeito ou o Eterno” não vinga, não causa cegueira e não nos obriga a nada. Toda liberdade e vontade individual são respeitadas pelo Perfeito ou o Eterno, que é DEUS e é plenamente fiel.
4º) Isaac: “Iahweh lhe apareceu naquela noite e disse: “Eu sou o Deus de teu pai Abraão. Nada temas, pois estou contigo. Eu te abençoarei, multiplicarei tua posteridade em consideração a meu servo Abraão”” (Gn 26,24). O “Perfeito ou o Eterno” não age assim: proteger e abençoar ao filho por causa do pai, esta não é uma atitude divina, pois cada um receberá conforme os seus méritos. Também está escrito: “Nesses dias já não se dirá: Os pais comeram uvas verdes e os dentes dos filhos se embotaram. Mas cada um morrerá por sua própria falta. Todo homem que tenha comido uvas verdes terá seus dentes embotados” (Jr 31,29 e 30).
5º) Jacó: “Mas eis que de noite ele tomou sua filha Lia e a conduziu a Jacó; e este uniu-se a ela! Chegou a manhã, e eis que era Lia! Jacó disse a Labão: “Que me fizeste? Não foi por Raquel que eu servi em tua casa? Por que me enganaste?”. Jacó se irou contra Raquel e disse: “Acaso estou eu no lugar de Deus que te recusou a maternidade?”” (Gn 29,23 e 25; 30,2). O “Perfeito ou o Eterno” não poderia permitir tamanha traição de Labão e imbecilidade de Jacó! Também o Eterno não poderia agir como agiu com Raquel, a esposa amada por Jacó. Para entender tudo isso muito bem é preciso muito discernimento e muita sabedoria mesmo! Muitos espíritos agiram e ainda agem por conta própria e os “pseudos e fanáticos estudiosos” dizem que tudo vem de Deus ou que Deus é o único responsável por tudo.
6º) Moisés: “Iahweh disse a Moisés: “Farei vir mais uma praga ainda contra Faraó e contra o Egito” (Ex 11,1). Iahweh falou a Moisés e disse: “Vinga os filhos de Israel nos madianitas. Em seguida reunir-te-ás aos teus”” (Nm 31,1 e 2). Estas orientações nunca poderiam ter vindo do “Perfeito ou do Eterno”! Quem acredita que estas frases ou ordens de vingança vieram de Deus não é um bom entendedor e sábio das coisas do céu e de Deus! (Jo 3,12).
7º) Josué: “Iahweh disse então a Josué: “Não temas e não desanimes! Toma contigo todos os combatentes. Levanta-te! Sobe contra Hai. Vê: eu entrego em tuas mãos o rei de Hai, seu povo, sua cidade e sua terra. Tratarás Hai e seu rei como trataste Jericó e seu rei. Nada tomareis como presa senão os despojos e o gado. Arma uma emboscada contra a cidade, por detrás dela” (Js 8,1 e 2). O “Perfeito ou o Eterno” não poderia dar ordens contra o mandamento “Não Matarás” (Ex 20,13)! É uma contradição e muita falta de sabedoria de quem defende tão grande absurdo. Esta ordem seria muito própria do espírito Moisés, pois nesta altura ele já estava desencarnado.
8º) Samuel: “Samuel disse a Saul: “Foi a mim que Iahweh enviou para te ungir rei sobre o seu povo Israel. Portanto, escuta as palavras de Iahweh. Assim diz Iahweh dos Exércitos: Resolvi punir o que Amalec fez a Israel cortando-lhe o caminho quando subia do Egito. Vai, pois, agora, e investe contra Amalec, condena-o ao anátema com tudo o que lhe pertence, não tenhas piedade dele, mata homens e mulheres, crianças e recém-nascidos, bois e ovelhas, camelos e jumentos”” (1Sm 15,1 a 3). O “Perfeito ou o Eterno” só ama, auxilia e ajuda, como também nos ensina a amar, a perdoar e a entrar em conciliação com os nossos adversários enquanto estamos com eles no caminho (Mt 5,25). Este conselho e ordem não vêm de quem está buscando a perfeição e a sabedoria, e nem vêm do Perfeito e do eternamente Sábio.
9º) Davi: “Assim diz Iahweh: Na tua própria casa farei surgir a desgraça contra ti. Tomarei as tuas mulheres, debaixo dos teus olhos, e as darei ao teu próximo, que se deitará com as tuas mulheres à luz deste sol. Tu agiste em segredo, mas eu cumprirei tudo isso perante a face de todo o Israel e à luz do Sol”. Davi disse a Natã: “Pequei contra Iahweh!”. Então Natã disse a Davi: “Por sua parte, Iahweh perdoa a tua falta: não morrerás. Mas, por teres ultrajado a Iahweh com o teu procedimento, o filho que tiveste morrerá”” (2Sm 12,11 a 14). O “Perfeito ou o Eterno” não condena, não vinga e nem induz alguém ao adultério só para vingar depois! Ainda houve a condenação à morte de um inocente: o menino morreu!!! O “Eterno” não age assim! Um verdadeiro e sábio homem de Deus nunca poderia agir como agiu o rei Davi com o casal Betsabéia e Urias. Foi muita baixaria e traição mesmo (Vide 2Samuel 11,2 a 27).
10º) Jesus: "Afastando-se de novo pela segunda vez, orou: “Meu Pai, se não é possível que isto passe sem que eu o beba, seja feita a tua vontade!” (Mt 26,42). O drama do Getsêmani nos é apresentado como se fosse da vontade de Deus e a única maneira para que a humanidade recebesse o perdão de Deus. Não consigo entender como os teólogos de todas as linhas cristãs ficaram tão cegos assim e não compreenderam como Jesus foi traído por quase todos!!!! Isto não é divino e nem poderia ter sido considerado como divino. Aquele que perdoa está buscando a perfeição, mas ainda não é perfeito, pois recebeu a ofensa!
11º) Sansão: “Sansão invocou a Iahweh e exclamou: “Senhor Iahweh, eu te suplico, vem em meu auxílio; dá-me forças ainda esta vez, ó Deus, para que, de um só golpe, eu me vingue dos filisteus por causa dos meus dois olhos”. E Sansão disse: “Morra eu com os filisteus!”” (Jz 16,28 e 30a). Sansão suicidou e matou muitos com a sua própria morte, o mesmo que fazem hoje os “homens bombas”. Atos como estes nunca são e nem foram divinos ou de responsabilidade de Deus, mas do próprio Sansão e dos “homens bombas”, bem como dos espíritos, que estavam e estão harmonizados com eles ou desejavam e desejam a vingança como eles. Como isso hoje não está certo, no passado também não estava. Todo fanatismo é sempre um grande perigo!
12º) Jefté: “E Jefté fez um voto a Iahweh: “Se entregares os amonitas nas minhas mãos, aquele que sair primeiro da porta da minha casa para vir ao meu encontro quando eu voltar vencedor do combate contra os amonitas, esse pertencerá a Iahweh, e eu o oferecerei em holocausto. Quando Jefté voltou, à sua casa, eis que a sua filha saiu ao seu encontro dançando ao som de tamborins. Era a sua única filha. Decorridos os dois meses, retornou a seu pai e ele cumpriu o voto que fizera. Ela não conhecera varão”. (Jz 11,30,31, 34 e 39). Tanto o vil e nefando voto, como o cumprimento do mesmo foi de inteira e total responsabilidade do juiz Jefté. O “Perfeito ou o Eterno” nada tem haver com o voto e a realização do mesmo pelo guerreiro Jefté, pois Deus sempre respeita totalmente a nossa liberdade. Jefté por sua vez tinha problemas com os irmãos por parte de pai, pois estes o expulsaram da casa do pai por ter sido filho de uma prostituta.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 15/Ago/2019 17:33 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6663
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Transferindo para esse tópico uma postagem que fiz para o Enio...
Num domingo de agosto de 1982 vivi uma experiência mediúnica dentro da Igreja de Santa Teresa e senti sim intensos choque elétricos em todo o corpo, logo que entrei no templo religioso.

Paz plena...
Enio, um grande abraço.
Já vivi experiências semelhantes.
Alguma entidade está querendo entrar em contato com você e a primeira atitude que você deve tomar é não ter medo...
Procure demonstrar que você recebe a entidade com muito amor e depois pergunte alguma coisa sobre o que deseja a tal entidade.
Procure mentalmente descobrir a identidade da entidade, pois isso sempre será bom para futuros contatos.
Paz plena... Rosário.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sáb, 07/Set/2019 18:30 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6663
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.

76) Você sabe quem criou, cria, cancela e altera as leis morais? Resposta: “SIM”.
Que a luz, sabedoria e humildade de Deus-Pai-Mãe nos conduzam a Verdade, que liberta e nos livrem de todos os princípios ou dogmas, que castram ou bitolam a nossa plena liberdade, liberdade até no direito incontestável de pensar.
O objetivo com essa pergunta é apresentar um comentário sobre LEI. Lei é cega e sem sentimento. Uma lei tem que ser obedecida e por isso cassa em parte a liberdade de quem está sob o regime dela. Lei é uma regra ou norma para ser obedecida ou seguida e muitas leis reunidas formam a “Constituição de um país ou de uma comunidade”. Para existir uma lei é necessário o seu criador (autor); isto é: o legislador. Um dos maiores legisladores que se conhece é o legislador hebreu: Moisés, que por sua vez retirou muita coisa do “código de Hamurabi”. Cada legislador cria as suas leis e estas serão cada vez mais perfeitas quanto mais perfeito e puro for o legislador. Há uma dependência direta entre a lei e o grau evolutivo do legislador. Em vista disso pode-se avaliar o nível ou grau evolutivo de uma sociedade estudando as suas leis e as suas aplicações nos julgamentos, que forem necessários. Quando existem ótimas leis, mas com julgamentos injustos ou corruptos, então os legisladores são evoluídos e existem alguns juízes perversos ou aproveitadores (veja o caso de Suzana em Daniel, 13). O pior ainda é quando os legisladores são egoístas, corruptos e aproveitadores, pois nesta hipótese nenhum homem de bem e justo consegue entrar no grupo dos legisladores, pois estes o eliminam.
Quando um ser humano sai de uma sociedade (ou país) e vai viver em outra, terá que obedecer às leis da nova comunidade, mas continuará seguindo moralmente as leis ou costumes da sociedade anterior, se estas forem mais evoluídas e o indivíduo também. Caso contrário ele não compreenderá a “razão” e nem a “necessidade” de tais leis. Exemplo: um homem sai de um país onde o regime de casamento é polígamo e vai para outro onde o mesmo é monogâmico, então ele não entenderá a razão das leis, que proíbem a poligamia.
Quando um ou mais membros de uma comunidade julgar que suas leis são inadequadas, antiquadas, atrasadas ou fora de época e, para que tudo seja legal, eles terão que conquistarem os cargos de legisladores e assim poderão modificar ou mesmo criar novas leis, anulando as existentes até então. No Brasil há duzentos anos atrás ter escravos era legal e hoje é crime... E dos piores, como também é ilegal.
Sempre as sociedades ou civilizações criaram ou alteraram as suas leis, estudando as leis de outras sociedades. Em muitos casos esses processos causaram terríveis guerras civis.
O objetivo de cada lei perfeita é fazer com que a vida e o patrimônio de cada cidadão sejam protegidos, como também para que a vida comunitária se transcorra harmoniosa e pacificamente. Já sendo uma lei imperfeita seu objetivo primordial é defender e proteger ao legislador em tudo, até no falso direito absoluto de ser o único legislador; isto é: um tirano.
O objetivo social de uma lei é o bem de todos e dar uma vida digna a todos.
Quanto mais evoluído ou sábio é um ser humano menos ele precisa de leis, menos estará preso às leis, pois saberá quais são os seus direitos, deveres, obrigações e sua liberdade, como também respeitará os direitos e a liberdade dos outros. A liberdade de cada um vai até quando começa a tirar a liberdade do outro ou dos outros.
Em Mateus 5,20 a 48 vemos orientações e ensinamentos mostrando que a nova justiça é superior à antiga, e isso prova que a antiga não era perfeita.
Até aqui fizemos uma rápida dissertação sobre leis de uma comunidade física ou viva, mas podemos também levar a discussão para o plano invisível ou para os Universos Paralelos.
As leis dos dois planos, invisível e visível, não vêm de “Deus-Pai-Mãe”, o Criador Incriado, mas de quem está sob o jugo da Lei, mesmo assim DEUS dirige tudo, respeitando plenamente o direito e a liberdade de todos nós: espíritos criados, encarnados ou desencarnados. Nós, por ignorância e ou imperfeição, não respeitamos a liberdade dos outros e criamos leis para nos protegerem e que também cassam a nossa liberdade. Quem não é plenamente perfeito e está então em evolução necessita de leis. Quando um ESPÍRITO mais evoluído vai auxiliar uma comunidade bem mais atrasada, cumprindo assim uma missão de amor, então ele sofre os rigores da Lei e a perseguição dos juízes imperfeitos da tal comunidade.
“Deus disse: “Façamos o homem à nossa imagem, como nossa semelhança...”” (Gn 1,26). Então o plano físico é imagem e semelhança do plano invisível. Está escrito: “Jesus disse: “Não penseis que vim revogar a Lei e os Profetas. Não vim revogá-los, mas dar-lhes pleno cumprimento”” (Mt 5,17). “Moisés não vos deu a Lei? No entanto, nenhum de vós pratica a Lei” (Jo 7,19).
Nós espíritos criados somos os responsáveis pelas leis dos dois planos e essa verdade se comprova na própria Bíblia, como: “Em verdade vos digo: tudo quanto ligardes na terra será ligado no céu e tudo quanto desligardes na terra será desligado no céu” (Mt 18,18). Veja que podemos ligar e desligar as coisas do céu, criar e cancelar as leis do plano invisível (do Céu) também. “Pois vou preparar-vos um lugar, e quando eu me for e vos tiver preparado um lugar, virei novamente e vos levarei comigo” (Jo 14,2c e 3ab). Também se pode fazer a seguinte conclusão ou observação: “Se Jesus foi preparar um lugar para os discípulos é porque esse lugar ainda não estava preparado!!!!!”
Criou-se a idéia dos demônios ou de Lúcifer para que esses prendessem e torturassem os pecadores, como também para que cobrassem deles as faltas cometidas em suas vidas.
Os espíritos mais evoluídos, quase perfeitos, não precisam de leis, pois já conhecem a Verdade e são plenamente livres, como também respeitam o direito e a liberdade dos outros, só fazem aquilo que é bom para todos, para a comunidade e para eles!!!
Então Deus-Pai-Mãe, o Criador Incriado, que é o mais perfeito, sábio e bom de todos, não precisa de leis, não criou leis espirituais e nem materiais, não impôs ou impõe nenhuma condição, não fez ou faz nenhuma exigência. Deus não disputou e nem disputa com ninguém. Ele, Deus é e isto basta para os sábios humildes, que não temem o peso da responsabilidade.
Quem expulsou Lúcifer e os anjos seguidores dele do Céu não foi Deus, mas o Arcanjo Miguel e suas milícias celestes (Apocalipse 12,7 a 12). Quem é o Arcanjo Miguel e onde ele está hoje?
Quem criou, cria e criará as leis espirituais e materiais somos nós, os espíritos criados, criados simples e ignorantes, seja no Plano Físico ou no Invisível, mas temos condições de buscarmos ou conquistarmos a sabedoria.
O importante e insubstituível cargo do Espírito Incriado foi, é e será planejar tudo para a condução do todo e para a evolução de todos, respeitando às leis criadas e a serem criadas, como também à liberdade, ao direito e livre-arbítrio de cada um de nós (de cada espírito criado) e quando chega o momento certo, então o Espírito Incriado se aproxima de um profeta e este, após receber sublimes revelações, pode sim criar novas leis morais, que irão auxiliar no aperfeiçoamento de todos.
Não é fácil correlacionar o livre-arbítrio e o planejamento de cada nível; isto é: planos pequenos, médios, grandes, planetários, galácticos e até mesmo cósmicos. Esse é o grande e difícil trabalho de Deus-Pai-Mãe, o Espírito Incriado e o Primeiro Criador.
Finalizando, digo que nós somos os responsáveis pelas leis do futuro, tanto no plano físico como no plano invisível, e, Deus dirige o plano cósmico harmonizado com tudo, até com aquilo que lhe foi, é e será contraditório ou que ainda virá.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 24/Nov/2019 21:35 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6663
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Depois de janeiro de 1980, quando comecei a receber revelações comecei também a desenvolver a minha forma de compreender a Deus, a Teologia, a Bíblia e até a missão salvífica de Jesus.
Eis um e.mail que enviei para o cardeal Dom Paulo Evaristo Arns:

Paz plena... (Bel Horizonte. 17/03/2014).
Dom Paulo Evaristo Arns, paz e bem.
Enquanto ia lendo e estudando a encíclica "A alegria do Evangelho", ia também fazendo as minhas observações e estou lhe enviando um resumo destes meus escritos.
Chegamos à Era da Verdade (João 8,32 e 16,13) e eu não posso ficar guardando em segredo tudo o que já fiquei sabendo por meio de revelações recebidas da Espiritualidade. Esse processo de revelações para comigo teve início em Janeiro de 1980, mas nenhum membro da hierarquia da Igreja me deu apoio nos primeiros dias e tive que caminhar sozinho em busca da Verdade, que liberta (João 8,32).
Chegamos à época da realização das profecias sobre a Paz, que estão na Bíblia. Chegou o tempo da realização desta bem-aventurança:
"Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra" (Mt 5,4).
Sei que sua eminência é muito ocupada e não pode gastar tempo com minhas pretensões, por isso nem posso lhe pedir para ler tudo o que estou enviando, mas tenho que seguir a orientação do Espírito Santo de Deus e por isso estou lhe pedindo para fazer chegar ao conhecimento do papa Francisco o que estou lhe enviando.Cito aqui apenas 5 dos textos, que estão no trabalho anexado:
Pág. 7 – Item 1:
Quando vivi, ou melhor, quando comecei a viver a imensa alegria de encontrar o Reino de Deus dentro de mim eu não fui compreendido pelo meu orientador espiritual do seminário. Ele me falou no dia 11/01/1980 por telefone e pessoalmente: “Li tudo o que você escreveu e nada tem de novo. Você precisa é de psiquiatra e não de padre!”. Mas essa atitude mesquinha de um padre não abalou a minha alegria... E Deus veio em meu auxílio conscientemente para mim no dia 12/04/1984. (03/01/204). (“A Alegria do Evangelho”. Pág. 7- 1).
Pág. 35 – Item 49:
Existe o “pão” para o corpo e deste realmente os pobres têm muita necessidade. Agora existe também o “pão” para o Espírito e deste todos têm muita e muita necessidade, principalmente os “ricos”, que se tornam pobres do pão do Espírito, pois este “pão para o Espírito” não é adquirido com dinheiro e nem pode ser roubado por meio de qualquer ato ilícito (roubo ou corrupção). O dinheiro muitas vezes prejudica a aquisição do “pão do Espírito”. Todos os verdadeiros sacerdotes são aqueles que ensinam como adquirir o “pão do Espírito” e trabalham para a harmonia entre ricos e pobres, sábios e ignorantes, pretos e brancos e assim tornar-se-á possível a construção do Céu aqui na Terra: eis aí a PAZ PLENA, que passei a divulgar desde 1986, pois falar sobre a Verdade era ainda impossível. Cuidado com a OPP da TL! (16/01/2014). (“enquanto lá fora há uma multidão faminta e Jesus repete-nos sem cessar: “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mc 6,37)”. Pág. 35 - 49).
Pág. 70 – Item 112:
A iniciativa vem sempre de Deus, mas Deus respeita também a nossa iniciativa, então sem a nossa iniciativa Deus não age. Quando os líderes religiosos forjam esquemas para que Deus aja e assim dificultam a ação de Deus, então Deus age por outros meios, outros caminhos e se revela a outros profetas! (17/01/2014). (“É sempre importante saber que a primeira palavra, a iniciativa verdadeira, a atividade verdadeira vem de Deus e só inserindo-nos nesta iniciativa divina, só implorando esta iniciativa divina, nos podemos tornar também – com Ele e n’Ele – evangelizadores”. Pág. 70 - 112).
Pág. 110 e 111 – Item 184:
A solução para todos os dramas da humanidade se resume nessa síntese: “Todos os seres humanos devem aprender a somar e dividir com perfeição” - Somar os esforços, capacidades e recursos e dividir os resultados, os lucros ou frutos produzidos em comum. (21/01/2014). (“Além disso, nem o Papa nem a Igreja possui o monopólio da interpretação da realidade social ou da apresentação de soluções para os problemas contemporâneos. “Posso repetir aqui o que indicava, com grande lucidez, Paulo VI: Perante situações, assim tão diversificadas, torna-se-nos difícil tanto o pronunciar uma palavra única, como o propor uma solução que tenha um valor universal””. Pág. 110/111 - 184).
Pág. 120 – Item 202:
Ver a solução na pág. 111: Para participar da divisão dos frutos e o dos resultados primeiro tem que participar da soma, que foi a união e a força que deram os resultados. Não é justo participar só dos resultados ou da divisão sem ter participado da soma ou dos esforços! Entenda bem a solução perfeita para todos os problemas da humanidade. (24/01/2014). (“A desigualdade é a raiz dos males sociais”. Pág. 120 - 202).
Também foi por orientação do Espírito Santo de Deus que lhe enviei uma relação de 44 cartas minhas, que foram escritas para diversas pessoas, sendo 30 dessas cartas escritas para membros da hierarquia da Igreja. Apenas a última das 44 cartas foi escrita com o objetivo de ser anexada à apostila com as 44 cartas, esta foi a 4ª carta escrita para o bispo Dom Célio de Oliveira Goulart. Essa apostila foi enviada nos dias 21 e 29 de Março de 2001. Enviei uma cópia da tal apostila também para os outros 7 cardeais de 2001.
Mesmo não recebendo nenhuma resposta sobre o que fiz, fiquei satisfeito e em paz com a minha consciência, pois cumpri o que me foi orientado pelo próprio Espírito de Deus e não fui, como não estou sendo omisso. Aprendi que não se pode pecar por omissão.
Que o Espírito Santo de Deus nos ajude a ajudar a quem necessita de ajuda.
Paz plena... Rosário.
"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" (João 8,32)

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 16/Fev/2020 23:01 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6663
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Como sempre faço, à medida que vou lendo algum livro, vou também escrevendo no meu exemplar. Veja o que escrevi no livro “Deus é necessário?” do Roger Garaudy.

3 - Escrito nas páginas 26; 27.
(“Talvez, assim, seja possível distinguir o que, na vida e mensagem de Jesus, é radicalmente novo, em ruptura com todas as religiões do passado, e que abre uma brecha na história, inaugura um novo começo.
A aplicação desse método implica três momentos:
1º Partir (como exige a cronologia dos textos) do sistema rigoroso da teologia de Paulo: o Evangelho de Paulo.
2º Examinar a maneira como esse esquema de interpretação da morte da Jesus é aplicado pelos evangelistas na evocação concreta de sua vida: A teologia de Paulo nos Evangelhos.
3º Discernir se existe “um resto” irredutível, nos relatos, nas recordações e nas tradições orais, que não se ajuste a esse esquema ou mesmo o contradiga: De Jesus a Paulo”.
Pág. 26/27).
Compreender o apóstolo Paulo:
O apóstolo Paulo era um estudioso e defensor dos ensinamentos da Torá e por isso tornou-se um temido e terrível perseguidor dos seguidores de Jesus (Atos 7,55-60 e 9,1-2).
Jesus, já como Espírito desencarnado, só encontrou o Saulo ou Paulo quando ele comandava o apedrejamento de Estevão (Atos 7,58). Paulo foi o único dos primeiros seguidores de Jesus, que foi convertido pelo Espírito de Jesus (Atos 9,1-18).
Paulo foi educado nas leis dos sacrifícios de sangue para resgate de pecados (Lv capítulos 1 a 7 e muitos outros textos do Antigo Testamento) e por isso ele passou a defender a morte de Jesus na cruz como o único sacrifício perfeito que elimina pecados (Hb 10,1-18), pois sacrifícios de touros e bodes não podiam eliminar os pecados (Hb 10,4).
Para Paulo, Jesus é o novo Adão (Rm 5,12-21). Paulo foi sim o primeiro defensor da Teologia da Cruz e do sangue e por isso todos os ensinamentos teológicos dele foram sim imperfeitos, inadequados e sofistas.
Para compreender bem o Paulo torna-se necessário ter vivido ou viver algo semelhante ao que ele viveu (Atos 9,3-9 e 17-19) e eu digo que vivi algo profundo, como o Paulo viveu, nos dias 7 a 12/01/1980, quando comecei a receber revelações da Espiritualidade e tive toda a certeza de que recebia revelações da terceira pessoa do dogma sobre a Santíssima Trindade, pois esse era o meu conhecimento e entendimento na época.
Eu comecei a receber revelações da Espiritualidade da seguinte forma:
‘Eu estava no meu local de trabalho e apareceu (ou materializou) na minha frente, surgindo do nada, um círculo com mais ou menos um metro de diâmetro e com escritos dentro dele com letras bem grandes. Logo que comecei a ler entendi que tudo o que estava escrito era muito importante, então peguei um pequeno bloco de rascunho e copiei tudo o que estava escrito, logo que acabei de copiar tudo sumiu para o nada como tinha aparecido’.
Como eu estava no meu local de trabalho, então guardei aquele bloco de rascunho e continuei fazendo o meu trabalho.
Esse processo foi repetido por várias vezes durante os dias 7 a 10 de janeiro de 1980, sendo que no dia 10 o processo continuou do mesmo jeito só pela manhã, pois na parte da tarde tudo foi bem diferente.
No dia 10/01/1980, quando voltava do almoço para o trabalho e passava pela praça Raul Soares veio à minha mente uma revelação explicando que a parábola do tesouro (Mt 13,44) ensinava de uma forma sutil e ou secreta a verdade da reencarnação. Veja a parábola:
“O Reino dos Céus é semelhante a um tesouro escondido no campo; um homem o acha e torna a esconder e, na sua alegria, vai, vende tudo o que possui e compra aquele campo” (Mt 13,44).
O “Reino dos Céus” é sim um valioso tesouro, que quando encontrado causa um imenso prazer em quem o encontra e o “campo”, onde o tesouro foi encontrado, representa o nosso corpo físico, que morre quando encontra o tesouro, pois o corpo não suporta a imensa emoção de alegria vivida e por isso o tesouro é escondido de novo, mas o campo é novamente adquirido pelo Espírito numa nova encarnação.
Com essa revelação em minha mente, cheguei ao meu local de trabalho, imediatamente peguei o bloco de rascunho e escrevi realmente a minha primeira psicografia sem ter nenhum conhecimento sobre o que estava fazendo ou sobre o que estava acontecendo comigo.
Escrevi como se estivesse dando ordens para que a Igreja Católica ensinasse a reencarnação e também escrevi para que todos os líderes religiosos de todas as religiões ensinassem a verdade da reencarnação para os seus seguidores. Para que tudo fosse acontecendo de uma forma harmoniosa, então cada líder tinha que falar e ensinar para os membros de sua religião. No final sem eu ter consciência do que fazia, eu escrevi uma ordem para mim assim:
“Vai e fala senão você morre”.
Como naquele dia 10/01/1980 eu ainda tinha medo de morrer, então saí da minha sala de trabalho e perguntei para a secretária:
“O doutor Marcelo já chegou?”
E ela respondeu que não, então falei para ela:
“Vânia, a Boa Nova chegou!”
Mas naquele instante a minha voz ficou grossa e a Vânia teve medo de mim e levantou, desceu para o primeiro andar falando para os outros colegas de serviço que eu estava ficando louco... Eu desci também, pois ainda estava imensamente influenciado pela frase, que escrevi, e comecei a tremer como uma vara verde. De início queria que o Paulo Pio, um operador de letras de câmbio, me levasse ao Provincialado Franciscano, que fica no Bairro do Carlos Prates, pois eu tinha que passar para a frente a verdade que passei a conhecer e compreender e julgava que iria morrer rapidamente...
Eu falava de uma forma descontrolada como se eu fosse um robô, pois estava sendo intuído por vários Espíritos, mas como não conhecia nada sobre mediunidade, então julgava que tudo o que sentia e falava era algo só meu e não intuições de vários Espíritos...
Digo que tudo se complicou.
Como ninguém me entendia, nem aceitava o que eu dizia e queria, então tentei fazer um milagre para convencer a todos os presentes, peguei uma tabuleta com o nome de um operador de letras de câmbio e falei:
“Vou fazer isso virar um pássaro!”
Imediatamente joguei a tabuleta para cima, que caiu sem nada acontecer, aí entendi que não iria morrer naquele instante e me acalmei um pouco. Fui levado para a sala de reunião e fiquei falando para todos durante umas duas horas, até o momento em que chegou lá o frei Patrício, em companhia de um outro frei, e fomos para a minha sala de trabalho.
Quando fiquei só com os dois freis, falei para o frei Patrício:
“Frei, eu encontrei o Reino de Deus!”
O susto dele foi imenso e só perguntou:
“O que?”
E repeti a mesma frase... Ele nada entendeu, como também ninguém tinha entendido antes.
Como o frei Patrício não tinha tempo para conversar comigo naquele momento, então entreguei para ele aqueles meus primeiros escritos e saímos rapidamente da minha sala de trabalho e na ante sala estavam vários colegas de trabalho, querendo saber o que acontecia comigo.
O frei Patrício me perguntou:
“Rosário, a que horas você pode ir ao Provincialado amanhã para nós conversarmos?”
E respondi para ele:
“Frei, qualquer hora é hora para falar sobre o Reino de Deus, se o senhor marcar a meia noite, eu vou estar lá.”
Até eu assustei com a minha resposta.
E ele então falou:
“Às 16,00 horas está bom?”
Concordei e assim ficou marcado um encontro entre nós às 16,00 horas do dia 11/01/1980.
(Ver o meu 1º Auto Relato). (04/10/2019).

P. S. Aqui no Portal:
Assim foi o início da Doutrina Rosareana, que foi começou a ser formada.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 13/Mar/2020 21:59 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6663
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Como sempre faço, à medida que vou lendo algum livro, vou também escrevendo no meu exemplar. Veja o que escrevi no livro “Deus é necessário?” do Roger Garaudy.

9 - Escrito nas páginas 69; 71; 73; 74.
(“Os fundamentos teológicos do paulinismo político permaneceram, durante vinte séculos, os mesmos da teologia da dominação, da submissão à “ordem estabelecida”, deliberada por Deus. Quando as teses de Paulo se propagaram por todo o Oriente Próximo e pelo Império Romano, o imperador Constantino aproveitou ao máximo essa sacralização da obediência. Ele fez do cristianismo a religião oficial do Império. Para isso, era preciso acabar com as divisões ideológicas entre os cristãos. Mas, no começo do séc. IV, a unidade da Igreja foi ameaçada pela pregação de um sacerdote de Alexandria, Ário”. Pág. 69). E por isso as ideias de Ário precisavam ser condenadas como heresia para o sucesso do Imperador e foi isso que aconteceu e a Verdade, que prejudicava o poder do Imperador, foi considerada como heresia. (08/10/2019).
(“As obras de Ário, exceto uma carta, foram destruídas pela ortodoxia: só é possível, então, reconstituir hipoteticamente sua posição a partir do que nos foi relatado por seus adversários, em particular, Hilário de Poitiers”. Pág. 69). Santo Atanásio também foi um terrível opositor do Ário. Todo aquele que põe em risco os donos do PODER é sim destruído pelo PODER se não tiver a proteção do PODER DIVINO. Esse processo também ocorre nas intervenções de Espíritos no plano físico, pois no dia 02/02/1991 um Espirito decidiu me atacar para me desencarnar e para conseguir o objetivo dele, ele me deu uma parada de coração por um tempo bem alarmante, mas continuei vivo com o meu coração parado (ver 2ª carta para o Leonardo Boff). (08/10/2019).
(“Ário, no começo do sec. IV, parece querer preservar a unidade de Deus, contra a tendência de lhe substituir por um Jesus-Deus, criador de todas as coisas, como já havia dito São Paulo: “Jesus Cristos, por quem tudo existe” (I Cor 8,4). “Tudo é criado por ele e para ele” (Col 1,15)”. Pág. 69). Ensinos sofistas da Cristologia do apóstolo Paulo, que se tornaram vitoriosos e até ortodoxos porque os mesmos eram defendidos pelo Imperador, já que os mesmos lhe eram favoráveis (ver pág. 71). (08/10/2019).
(“A palavra chave do arianismo é o versículo de São João: “O Pai é maior que eu” (Jo 14,28) e todas as formulações que excluem a identidade – “Subo a meu Pai e vosso Pai, a meu Deus e vosso Deus” (Jo 20,17) – citadas por Santo Hilário de Poitiers para refutá-la, assim como a fórmula de Paulo: “O próprio filho se sujeitará, então, àquele que lhe sujeitou todas as coisas” (I Cor 15,26-28)”. Pág. 69). Quem tem todo o PODER e dirige tudo é Deus Pai Mãe, mas Deus respeita plenamente a liberdade de todos: não é fácil entender como pode um SER que tem todo o PODER e, mesmo dirigindo tudo, respeita plenamente a liberdade de todos.
No ano de 1919 Deus aceitou a exigência do espirito do apóstolo São João Evangelista, pois ele só reencarnaria se tivesse a certeza de que iria ficar sabendo desse passado dele ainda no corpo de carne, pois o objetivo do espirito do São João Evangelista era sim o de trabalhar em prol da Verdade (Jo 8,32 e 16,13). A decisão tomada por esse Espírito não foi aceita pelos líderes da egrégora kardecista e nem pelo líder da Igreja no plano espiritual, que era o Espírito do papa São Pio X, e por isso ele foi ao encontro de Jesus, mas a aceitação da exigência, que foi feita, estava além do poder de Jesus e por isso o próprio Jesus a levou a Deus Pai, que a aceitou. Esse Espírito reencarnou na década de 1940 e só recebeu a revelação, que ele era a reencarnação do apóstolo São João em agosto de 1982, quando já tinha quase 40 anos e já estava preparado para ficar sabendo quem ele realmente era e como era, então é. Depois ele recebeu de Deus todo o poder para implantar na terra o Reino de Deus ou dos Céus como Jesus ensinou a pedir no Pai Nosso, pois essa é sim a vontade de Deus (Mt 6,10). O Espírito do patriarca Abraão, que foi escolhido por Jesus e que iria executar essa missão renunciou a reencarnar no ano de 1980 porque ele perdeu toda a confiança nos Espíritos criados. (08/10/2019).
(“A palavra omoousios vinha da tradição gnóstica e tinha sido condenada, há um século, pelo concílio de Antioquia, em 268, que declarou herege e excomungou o bispo de Antioquia, Paulo de Samosate, por ter empregado uma palavra que não figura em lugar nenhum, nem do Antigo, nem do Novo Testamento. Era certo, então, que nem Ário nem seus amigos a aceitariam. E isso era o que o imperador queria. Os arianos tiveram de se exilar imediatamente, e outros três bispos que, depois do concílio, declararam só ter votado por temor ao imperador e se retrataram, foram destituídos por Constantino e exilados na Gália”. Pág. 71). Omoousios = Filho e Pai eram da mesma substância. Os dogmas inexplicáveis foram sim impostos para beneficiar o PODER terreno e no caso contra Ária, era o poder do Imperador e de seus bajuladores. (08/10/2019).
(“Um Jesus homem foi seu rival. Um Jesus Cristo, Deus no céu, não podia ofuscá-lo, pois o imperador encarnava a vontade de Deus na terra”. Pág. 71). O imperador Constantino tinha que encontrar um meio para afastar aqueles, que prejudicam o seu PODER. (08/10/2019).
(“O concílio de Nicéia, em 325, firmou definitivamente a ortodoxia pauliniana. O erudito historiador do concílio de Nicéia, o padre Boularand escreve: “Paulo inspirou diretamente os redatores do concílio de Nicéia””. Pág. 71). Realmente o “Paulo” inspirou e até obrigou os redatores do Concílio de Niceia de 325. O Espírito do Paulo poderia sim até estar reencarnado e em qual dos seres humanos que estava presentes? Seria o próprio imperador Constantino, ou o Santo Atanásio, ou o Santo Hilário de Poitiers? (08/10/2019).
(“Lutero”. Pág. 73). Lutero foi sim uma reencarnação do Espírito do apóstolo Paulo e por isso a tese de Lutero em torno da salvação pela fé e pela graça (Quem me revelou isso foi o próprio Espírito do apóstolo Paulo no 2º semestre de 1983). (Ver pág. 71). (08/10/2019).
(“Em nome da ortodoxia católica e imperial, Santo Agostinho, em concordância com o enviado do imperador, decide, em 411, apelar à polícia imperial para reprimir os “donatistas” e os circoncelli”. Pág. 73). Santo Agostinho é uma reencarnação do Pôncio Pilatos e por isso o total apoio dele ao Império Romano (revelação recebida do próprio Santo Agostinho em 1984). (08/10/2019).
(“Lutero, em sua vida pessoal, seguiu um caminho semelhante ao de Paulo. No convento, procurou merecer a “salvação” por seus esforços pessoais. O fracasso levou-o ao desespero. O momento decisivo de sua vida, sua “descoberta”, explica em Commentaire de l’épitre aus Romains, foi o encontro profundo com o versículo de Paulo: “O homem é justificado pela fé, independente das obras da lei” (Rom 3,28)”. Pág. 74). Lutero e São Paulo são duas encarnações do mesmo Espirito e por isso a semelhança entre eles. (08/10/2019).
(“Em sua justo combate, contra a “teologia da suficiência”, apoia-se na teologia da “graça” de Paulo. Exatamente como Calvino ao elaborar a teoria da “predestinação”. Pág. 74). Idem. A teoria da predestinação há longo prazo é correta, pois todos os Espíritos criados e a serem criados irão sim alcançar a própria salvação, pois esse é o Plano Perfeito de Deus, que foi feito antes de iniciar a criação, mas há curto prazo é sofista. (08/10/2019).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 310 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 17, 18, 19, 20, 21

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB