Portal do Espirito

A sua referencia em Doutrina Espirita na Internet
Bem-vindo: Ter, 23/Out/2018 02:15
Ler mensagens sem resposta | Pesquisar por tópicos ativos


Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 273 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 15, 16, 17, 18, 19
Autor Mensagem
 Título: Re: DEUS
MensagemEnviado: Dom, 20/Mai/2018 20:33 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6537
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena. Irmãos foristas, um grande abraço.
Estou publicando novamente uma postagem que fiz no dia 09/01/2008, pois fiz uma pequena correção na mesma e que está nesse endereço:
viewtopic.php?f=12&t=4615&p=95032#p95032


Paz plena... PPR, um abraço.
Deus não é tudo, mas Deus pode estar em qualquer lugar, pois nada pode intervir ou não permitir a presença de Deus.
Falar que Deus é tudo, para mim, é uma forma sofista de falarmos sobre Deus.
Veja a pergunta 38 do LE:
38 - Como Deus criou o Universo?
Resposta - Por sua vontade. Nada traduz melhor essa vontade todo-poderosa que estas belas palavras do Gênesis: "Deus disse: que a luz seja: e a luz foi", (Gn 1,3).
A luz passou a ser após a palavra de Deus, mas a luz não é Deus, é sim uma obra de Deus.
O Universo não é Deus, mas obra, que teve o seu início pelo poder criador de Deus, que é o ETERNO PRESENTE.
Por isso é que digo que muitos pensadores confundiram Deus com o conjunto do Universo e outros o confundiram com o conjunto de todos os espíritos, chamando esse conjunto de Deus Espírito Santo.
Muitos teólogos dizem mais o que Deus não é, mas não sabem o que é Deus , pois para eles Deus é mistério e pronto.
Paz plena... Rosário.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Título: Re: DEUS
MensagemEnviado: Dom, 05/Ago/2018 22:57 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6537
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena. Irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 30/07/2018, que está nesse endereço:
https://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/ ... -1.2006893

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 30/07/2018. 4:03 PM Jul 30, 2018
CONRADO g. WAGENER. Paz plena.
Você escreveu:
Citação:
“AO COMENTARISTA PATRIOTA. Gostaria de entender como alguém pode criticar, sem ter um mínimo de conhecimento, pois se procurar um pouco encontrarás o que está escrito a respeito deste assunto nos anais da história. Por volta do anos 500 depois de Cristo, o papa era um rei, e não admitia o que os seguidores de Jesus faziam, ao orarem escondidos nas catacumbas, ao fazer o sinal da cruz, diziam, "EM NOME DO PAI, DO FILHO E DOS SANTOS ESPÍRITOS DE DEUS". Convocou os Bispos para votar o que conhecemos hoje “ EM NOME DO PAI, DO FILHO E ESPÍRITO SANTO”. Os Bispos que votaram contra foram excomungados. Leia mais meu irmão para poderes criticar embasado em verdades. Abraço fraterno Conrado.”
Conrado, muito obrigado, pois eu não tinha esse conhecimento de que por volta do século V os seguidores de Jesus faziam o sinal da cruz, dizendo:
"EM NOME DO PAI, DO FILHO E DOS SANTOS ESPÍRITOS DE DEUS".
Isso nos seminários católicos não era e nem é ensinado para não falar no plural o nome “Espírito Santo”.
Paz plena. Rosário. Responder - 21 - 0 - Denunciar - 4:03 PM Jul 30, 2018

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 30/07/2018. 4:17 PM Jul 30, 2018
Amigos. Paz plena.
O José Reis Chaves escreveu:
Citação:
“E quando se fala que o pecado contra o Espírito Santo não tem perdão, nem nesta vida nem no futuro, quer dizer que ele, por ser um pecado muito grave, tem que ser mesmo pago. É o chamado de pecado mortal pela Igreja. Ele é contra a consciência do Espírito Santo do indivíduo que o comete. Daí que ele não tem perdão, pois tem que ser mesmo pago, já que colhemos o que semeamos!”
Nenhum pecado poderá ser perdoado pela Lei Perfeita, pois veja o que está escrito em Mateus 5,26 e 18,32.
Jesus nos ensinou a perdoar sempre, pois quem perdoa fica livre da cobrança da dívida, das ofensas ou dos pecados em causa própria e fica sim pronto para continuar em sua caminhada evolutivo cósmica e deixa a cobrança sob a responsabilidade daqueles que têm a obrigação para que a Lei seja cumprida e a Lei não pode perdoar a nenhuma ofensa ou pecado.
Paz plena. Rosário. Responder - 21 - 0 - Denunciar - 4:17 PM Jul 30, 2018

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 30/07/2018. 5:12 PM Jul 30, 2018
Amigos. Paz plena.
Em agosto de 1983 eu recebi uma revelação explicativa da Espiritualidade sobre a origem do dogma da Santíssima Trindade.
Como sabia que nenhum teólogo iria aceitar conversar comigo sobre o assunto, então escrevi o que recebi em revelação e só divulguei o assunto no ano de 2000, quando escrevi a terceira carta para o bispo Dom Célio de Oliveira Goulart que foi meu contemporâneo no seminário por 7 anos, sendo 6 anos no seminário menor (1957 a 1962) e 1 no seminário maior (1965/1966). Eu não recebi resposta desta carta, mas só das outras cinco cartas que escrevi para esse bispo.
A origem do dogma sobre a Trindade foi por causa da ignorância, que todos tinham sobre Deus e sobre os outros Espíritos criados e que estavam no plano espiritual, como também sobre a forma do agir de Deus e dos outros Espíritos criados.
A criação do dogma teve como benefício para todos porque pôs um fim em discussões estéreis sobre a Espiritualidade em função da ignorância existente sobre as coisas do céu (Jo 3,12), que só poderiam ser compreendidas quando chegasse o tempo, que foi profetizado sobre a vinda do Espírito da Verdade (Jo 16,13). E estamos vivendo esse tempo, mesmo que aqueles que ainda vivem sob a cegueira da fé não aceitam nada mesmo, mas quem dirige tudo é sim o Espírito Santo de Deus, que é uno e único (Dt 6,4).
Quando recebi a revelação explicativa desse dogma a primeira coisa que pensei foi essa:
Por que os teólogos não entenderam isso há muito tempo?
Muitos confundem Deus com o imenso conjunto cósmico no qual tudo está contido e nada existe fora dele!
Outros ainda confundem Deus com a Espiritualidade, que é o conjunto de todos os Espíritos, que vivem no plano espiritual, incluindo o Espírito de Deus, pois Deus também é Espírito (Jo 4,24).
Paz plena. Rosário. Respostas (1) - 21 - 0 - Denunciar - 5:12 PM Jul 30, 2018

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 31/07/2018. 12:01 PM Jul 31, 2018
CELSO DANIEL SILVA. Paz plena.
Você escreveu em 4:58 PM Jul 30, 2018:
Citação:
“Amigos, uma coisa que nunca entendi, desde meu tempo de católico (e já se vão 40 anos)o que é pecar contra o Espírito Santo? É falar mau dele? É dizer que ele não existe?”
Celso, eu também não conseguia entender nada sobre o pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo, mas depois que comecei a receber revelações da Espiritualidade, em janeiro de 1980, eu, de início, tinha uma absoluta certeza de que estava recebendo revelações do Deus Espírito Santo, como sendo a terceira pessoa da Santíssima Trindade, pois eu só conhecia a Doutrina Católica.
A partir de março de 1981 eu comecei a conhecer a Doutrina Espírita na prática e na teoria e ai comecei a entender também o tal pecado contra o Espirito Santo, que não tem perdão, pois nenhum pecado ou blasfêmia pode ser perdoada pela Lei Perfeita. Todos os pecados ou blasfêmias terão sim que serem pagos (Mt 5,26 e 18,34).
Veja o que está escrito nos Evangelhos sobre o pecado contra o Espírito Santo:
“Ou como pode alguém entrar na casa de um homem forte e roubar os seus pertences, se primeiro não o amarrar? Só então poderá roubar a sua casa. Quem não está a meu favor, está contra mim, e quem não ajunta comigo, dispersa. Por isso vos digo: todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada. Se alguém disser uma palavra contra o Filho do Homem, ser-lhe-á perdoado, mas se disser contra o Espirito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo, nem no vindouro” (Mt 12,29 a 32).
“Na verdade eu os digo: tudo será perdoado aos filhos dos homens, os pecados e todas as blasfêmias que tiverem proferido. Aquele, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, não terá remissão para sempre. Pelo contrário, é culpado de um pecado eterno”. É porque eles diziam: “Ele está possuído por um espírito impuro” (Mc 3,28 a 30).”
“E a todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do Homem, ser-lhe-á perdoado; mas ao que houver blasfemado contra o Espirito Santo, não lhe será perdoado. Quando vos conduzirem às sinagogas, perante os principados e perante as autoridades, não fiqueis preocupados como ou com o que vos defender, nem como o que dizer: pois o Espírito Santo vos ensinará naquele momento o que deveis dizer” (Lc 12,10 a 12).
Em Mateus e Marcos os textos foram escritos logo após os fariseus e escribas terem falado que Jesus agia sob o poder de Beelzebu, o príncipe dos demônios (Mt 12,34 e Mc 3,22).
Agora todo aquele que fala que os médiuns agem sob o poder dos demônios, está sim cometendo o tal pecado contra o Espirito Santo e por isso ele não recebe perdão nem nesse mundo e nem no mundo vindouro, pois esse é o mundo dos Espíritos e ele já pecou contra algum Espírito, que é sim um elemento do conjunto dos Espíritos desencarnados.
Sei que quem fala isso nunca irá aceitar o que estou falando, mas quem avisa amigo é!
Jesus avisou e por isso eu também estou avisando.
Na revelação explicativa que recebi sobre o dogma da Santíssima Trindade, o Deus Espirito Santo, que é a terceira pessoa da Trindade, é sim o conjunto de todos os Espíritos, que foram criados e estão desencarnados ou no plano espiritual.
Paz plena. Rosário. Responder - 21 - 0 - Denunciar - 12:01 PM Jul 31, 2018

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Título: Re: DEUS
MensagemEnviado: Seg, 17/Set/2018 10:28 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6537
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena. Irmãos foristas, um grande abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 09/02/2015:

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... o-1.991032

Citação:
Carlos Michalski. 10:24 PM Feb 11, 2015
Rosario Americo,você comentou.."Agora realmente existem muitas passagens bíblicas que foram intervenções de Espíritos tirânicos, sem amor, vingadores e com desejos destruidores e estes nunca foram atos divinos. Aqui vou citar: Gênesis 6,7: “E disse Iahweh: “Farei desaparecer da superfície do solo os homens que criei - e com os homens os animais, os répteis e as aves do céu -, porque me arrependo de os ter feito”. Gênesis 11, 1 a 9: intervenção para dividir e desunir os seres humanos. Gênesis 19, 1 a 29: a destruição de Sodoma e Gomorra.
Rosario Americo,então você é crítico de Deus ! Não é de admirar,vindo de uma pessoa que criou sua teologia particular,um deus ao seu modo,um jesus iluminista e uma leva de espiritos presumidamente santos.Já lí coisas piores.Eu sugiro que você escreva uma "biblia' do seu modo.Eu não sei se você faz "preces' pois orações talvez não tenham sentido pra você;mas eu sugiro que você oriente Deus,porque parece que você e Deus discordam em muitos pontos de vista.
Rosario Americo,você não gostou da destruição de Sodoma e Gomorra ? Segundo o seu ponto de vista,digo,sua teologia,Sodoma e Gomorra deveriam galgar as regiões celestiais? Será que se Deus fôsse espiritualista não faria tal coisa ? Sinto muito,mas é o que acontece quando temos um deus protestante e dogmatico.
Sinto muito Americo, a observação,mas você gosta de escarnecer das pessoas.É o que fica evidente. Carlos Michalski
Responder - 3 - 3 - 10:24 PM Feb 11, 2015

Publicado no dia 13/02/2015. 8:35 AM Feb 13, 2015
Carlos Michalski. Com relação a sua postagem de 10:24 PM Feb 11, 2015, eu digo que não sou crítico de Deus, mas sou crítico com relação àqueles que ainda aceitam cegamente que a Bíblia é a palavra de Deus.
Vou postar aqui um trecho da carta que escrevi para um dos meus professores do seminário em 15/10/1994 e informo que ele não me respondeu:
Até 1980 tinha uma grande angústia, tristeza e interrogação interior, pois não concordava com muita coisa que tinha aprendido sobre a Bíblia e de muitos dos aspectos, que Deus era apresentado nas páginas das Escrituras Sagradas. Ensinaram-me que a Bíblia era a palavra do DEUS-VIVO e eu discordava de muitos trechos bíblicos, isso era um peso difícil de suportar. Não concordava com a expulsão de Adão e Eva do paraíso, com a condenação de Eva para dar a luz em dores e a de Adão para que se alimentasse com o suor do rosto (Gn 3). Discordava do arrependimento que Deus teve de ter criado o homem e por isso destruiu o gênero humano pelo dilúvio, exceto Noé e seus familiares (Gn 7). Para mim havia erros na forma de nos ensinar e explicar o sacrifício que Deus pediu a Abraão, cuja vítima seria o seu filho Isaac (Gn 22). Não concordava com a destruição de Sodoma e Gomorra (Gn 19). Todos são atos não dignos de quem é perfeito, amoroso e compreensível, mas sim próprios de quem é carrasco e cheio de tirania. Se são atos indignos, também eram indignos!!! Para mim era um absurdo a apresentação dos relatos sobre as 10 pragas contra o Egito (Ex 7 a 12) como atos aprovados por Deus, o plenamente perfeito. Doía dentro de mim tomar conhecimento das guerras e mortes comandadas por Moisés, Josué, os juízes e outros; como: a morte dos primogênitos, na 10ª praga (Ex 12,29 a 34); a destruição dos egípcios no Mar Vermelho (Ex 14,14 a 31); a oração para vencer os amalecitas (Ex 17,8 a 16); a matança ocasionada após a destruição do bezerro de ouro (Ex 32,25 a 29); as atrocidades cometidas na conquista da Palestina (Js 6 a 12); as destruições e matanças de Sansão, principalmente as mortes causadas pelo suicídio e o próprio suicídio dele (Jz 13 a 16); as inexplicáveis batalhas de Gedeão (Jz 7 e 8.); o nefando e o cumprimento do voto do juiz Jefté (Jz 11,29 a 40); a vingança de Elias, que mandou degolar os 450 sacerdotes de Baal (IRs 18,20 a 40); a história de Judite, que degolou Holofernes, usando a beleza e o encanto feminino como isca para matar traiçoeiramente e foi vangloriada como enviada por Deus (Jt 8 a 13). Judite utilizou-se da magia feminina para enganar e matar como se pode ver nos filmes da atualidade e nas revistas e livros de pornografia. No Novo Testamento eu discordava das explicações, ensinamentos e justificativas do drama do Getsêmani (Mt 26,36 a 46; Mc 14,32 a 42 e Lc 22,39 a 46). Para mim havia algo erroneamente explicado para aquela terrível agonia de Jesus, que chegou a pedir ao Pai: “Pai afasta de mim este cálice, (mas no final entregou-se a decisão implacável do Deus temível e terrível, que exigia sangue para reconciliar-se com todo o gênero humano), mas faça a sua vontade e não a minha”. Era e é bonito ver a defesa da feliz culpa, que nos deu tão grande Salvador. Mas quem fazia e faz estas pregações esquecia e esquece que “defendia e defende um Deus sem coração, tirano, carrasco, orgulhoso e não podia nem perdoar”.
Julgava um ato muito cruel e vil a morte do casal Ananias e Safira, que Pedro disse ser obra do Espírito Santo (At 5,1 a 11).
Frei, esse Deus apresentado nestas passagens bíblicas e noutras semelhantes, eu nunca queria encontrar. Esse Deus é anticristão e cheio de tramoias das mais vis. O Deus que sempre procurei era o do “Não Matarás” (Ex 20,13); “Não Cometerás Adultério” (Ex 20,14), que quer dizer: “Seja plenamente fiel”; “Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei” (Jo 15,12); “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” (Jo 10,10b); “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (Jo 8,32); “Sou eu que falo contigo” (Jo 4,26); “Perdoai setenta e sete vezes” (Mt 18,22). Queria encontrar o Deus-Pai-Mãe-Criador, pleno de amor, compreensão, bondade, vida, sabedoria, perfeição, simplicidade, humildade e liberdade... E O encontrei.
A partir de 07/01/1980, passei a entender tudo como se fosse efeito de um toque de mágica, como também passei a ter toda a certeza que fui enganado e muito mal orientado quase o tempo todo sobre quase tudo no Antigo Testamento, onde me foi mostrado um Deus guerreiro, tirano, vingador, vaidoso e até orgulhoso, sem capacidade de perdoar e compreender. Passei a compreender o grande orgulho e vaidade dos homens, que se fizeram de representantes de Deus e que só aquilo que eles ensinavam é que estava certo. Esse real encontro com Deus-Pai-Mãe, aquele que é plenamente perfeito, me causou uma grande alegria e fortíssima emoção, e me libertou de tudo que torturava o meu ser com relação ao Deus-Amor. Mas também tive decepções com relação à compreensão e ao amor humano.
O senhor deve lembrar a frase que lhe disse na Ambar CFI, ali pelas 16,00horas do dia 10/01/1980:
“Frei, encontrei o Reino de Deus”.
Também lhe falei, quando o Senhor me perguntou que horas eu poderia ir encontrá-lo em Carlos Prates:
“Frei, para falar sobre o Reino de Deus, qualquer hora é hora. Estou pronto para estar lá na hora que o senhor marcar”.
Também me decepcionou a sua frase, dita por telefone, no dia 11/01/1980, ali pelas 14,00 horas: “Li tudo o que você escreveu e não há nada de novo, é só problemas da atualidade. Você precisa é de psiquiatra e não de padre”.
Responder - 19 - 0 - Denunciar - 8:35 AM Feb 13, 2015

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 273 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 15, 16, 17, 18, 19

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 6 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB